As castanhas são olearginosas com texturas espessas, sendo a amêndoa, a noz-pecã, o pistache, a macadâmia e a avelã, as mais popularmente conhecidas, destacando-se ainda a castanha-do-brasil e castanha de caju.

Possuem em sua composição ômega-3 e ômega-6, ácidos graxos essenciais à saúde, os quais auxiliam na regulação dos níveis de colesterol do sangue, e assim, exercendo efeito benéfico na saúde cardiovascular. Além disso, contêm vitaminas, minerais e fibras que contribuem para o equilíbrio do organismo.

Confira as propriedades funcionais de algumas castanhas:   

– Castanha de caju

Contém, principalmente, ômega-6, o ácido oleico, essencial ao organismo. Além de vitamina E, que faz parte do sistema de defesa antioxidante do organismo, que atua favorecendo a beleza e saúde da pele.

 

– Castanha-do-brasil (Pará)

Excelente fonte de selênio, mineral que desempenha importante ação antioxidante, inibindo a ação de radicais livres e, consequentemente, seus danos à integridade das células. Por isso, tem sido considerada uma forte aliada na prevenção de doenças, como Alzheimer. Ainda contém boas quantidades de proteínas, vitaminas e minerais.

 

– Amêndoa

É uma oleaginosa altamente nutritiva que auxilia no controle do diabetes e colesterol, por ser rica em fibras e gorduras insaturadas. Tem sua composição minerais, como cálcio, fundamental para a saúde dos ossos e dentes, e magnésio, que atua no relaxamento muscular. 

 

– Macadâmia

Contém diversos nutrientes que auxiliam a promover a saúde do cérebro, como ácido fólico, que atua na saúde mental e emocional, vitamina E e gorduras insaturadas, que agem como antioxidantes e preventivos de doenças neurodegenerativas.

 

As castanhas além de deliciosas, são opções práticas e versáteis que servem tanto para o consumo em pequenas porções como lanches entre as refeições, quanto para o consumo misturado com frutas e iogurte. Elas podem até mesmo serem usadas em preparações culinárias de sabor doce ou salgada. E aí, as castanhas já fazem parte do seu cardápio?