O colágeno é um nutriente de bastante interesse para pessoas preocupadas em cuidar da saúde ou até mesmo para melhorar a estética. Não são poucas as mulheres que chegam a cogitar a ingestão de colágeno com o objetivo de cuidar da pele, unhas e cabelo, ou praticantes de atividade física a fim de proteger as articulações. Mas afinal, você sabe o que é colágeno, qual seus benefícios e  quando consumir? Confira a seguir!

O que é colágeno?

É uma proteína abundante no corpo humano, sintetizada por células chamadas de fibroblastos, sendo considerada o principal componente do tecido conjuntivo.

Para que serve?

Fornece liga e estabilidade ao corpo, é o elemento chave que sustenta e fortalece a parede de todos os tecidos órgãos. O colágeno desempenha várias funções biológicas importantes, além de auxiliar a construção e manutenção da estrutura de todos órgãos e tecidos, atua como mensageiro para ativação de genes que coordenam a produção de novas proteínas e outros componentes celulares.

Com o passar dos anos, as fibras dessa proteína tendem a se tornar mais quebradiças, causando o enfraquecimento das articulações, distensão dos tecidos e frouxidão da pele. 

Quando deve ser consumido?

O ideal é que seja consumido diariamente através de uma alimentação equilibrada e/ou da suplementação. 

Essa proteína pode ser encontrada em grande quantidade em alimentos como: ovos, gelatinas, soja, ostras, carnes, vegetais escuros, frutas cítricas e vermelhas. 

A suplementação costuma ser indicada a partir dos 25 anos, quando começamos a sofrer uma redução da produção dessa proteína pelo nosso metabolismo. A indicação se aplica a quem não consegue manter uma alimentação rica em colágeno, de maneira significante para suprir suas necessidades. 

No geral, o suplemento também é indicado para pessoas com as seguintes características:

  • praticantes de esportes e de atividades físicas intensas;
  • pessoas que se queixam de dores nas articulações ou sofrem de problemas como artrose, artrite, osteoartrite, desgastes da cartilagem, etc;
  • pessoas que se queixam de fraqueza ou queda nos cabelos e unhas;
  • pacientes em processo de recuperação de quedas, lesões musculares, fraturas e cirurgias;
  • pessoas que desejam evitar o envelhecimento precoce e manter a beleza da pele;
  • pessoas em idade avançada ou estágios de vida em que a capacidade de absorção proteica, produção hormonal e metabolismo estão debilitados.

Colágeno qual o melhor

Como usar o colágeno?

Além da ingestão frequente de alimentos ricos em colágeno, o suplemento também pode ser consumido como forma de complementação alimentar, já que é muito difícil manter a alimentação tão rica a ponto de dispensar a necessidade da suplementação.

Existe uma grande variação de produtos no mercado em relação ao seu peso molecular, indicações e tipos de aminoácidos. Por isso, cada item comercializado é diferente, tendo em vista que certas marcas e composições podem ser superiores a outras. A variação mais comum é entre o colágeno hidrolisado e os peptídeos bioativos de colágeno hidrolisado.

A principal diferença é que os peptídeos bioativos de colágeno hidrolisado são pequenas estruturas de colágeno que foram submetidas à dois processos de hidrólises e oferecem uma estrutura e peso molecular menor, aumentando a absorção pelo organismo e biodisponibilidade em órgãos específicos. O colágeno hidrolisado tradicional, que possui estruturas maiores e de maior peso molecular, não consegue entregar a mesma eficácia justamente por precisar de mais “quebras” pelo organismo.

Também é preciso evitar consumir suplementos e cápsulas por conta própria, sempre consultando um médico ou nutricionista para receber uma indicação personalizada do produto que mais se adapta às necessidades do paciente.

Quer conhecer um colágeno de altíssima qualidade e aproveitar os melhores benefícios que ele pode entregar para a sua pele? Confira 5 diferenciais do melhor colágeno para a pele! 

Conheça o melhor colágeno para a sua pele