Como tomar ômega 3 para prevenir e tratar a depressão?

| | , ,

Como tomar ômega 3 para prevenir e tratar a depressão?

O ômega 3 é uma gordura muito importante para saúde cerebral e ajuda na prevenção e tratamento da depressão. Veja agora tudo o que você precisa saber sobre como tomar o ômega 3 para prevenir e tratar a depressão.

Ômega 3 é bom para depressão?

O ômega 3 é tido como um potencial auxiliador no tratamento da depressão, seja ele como alimento (como peixes gordurosos de águas frias), seja no formato de suplemento.

São mais de 200 mil pesquisas científicas que associam a falta do ômega 3 com o desenvolvimento da depressão e outras desordens psicológicas. Dessa forma, o EPA e DHA (tipos de ômega 3) que já se mostraram muito eficazes na prevenção da depressão, são recomendados para o consumo no tratamento e prevenção.

Não somente, o suplemento de ômega 3 se mostra como uma alternativa eficaz em relação a dieta ocidental, pois nela não temos o hábito do consumo de duas a três porções de peixes gordurosos semanais (o indicado pelos órgãos de saúde internacionais) para a manutenção dos níveis de ômega 3, o que também auxilia na prevenção da depressão.

Dose de ômega 3 para tratar a depressão

Para o tratamento da ansiedade e depressão a maioria dos estudos recomendam um consumo médio de 2200 mg de ômega 3 ao dia. 

Porém a recomendação de consumo pode variar para cada caso entre 1200 a 4000 mg de ômega 3 ao dia. 

A melhor forma para descobrir a dose ideal para você é através de um médico ou nutricionista.

Existe remédio natural para tratamento da depressão?

Em boa parte dos casos, principalmente se tratando de quadros leves a moderados, os famosos antidepressivos não são utilizados, pois, dentro da psiquiatria, existem diversos tratamentos que funcionam como remédios naturais para a depressão. São eles:

  • T.C.C (Terapia Cognitiva Comportamental): é uma psicoterapia baseada em reconhecimento de padrões da interpretação individual sobre eventos. Ela utiliza técnicas para trabalhar percepções de padrões de comportamentos negativos e transformá-los em positivos;
  • Mindfulness: são técnicas de meditação voltadas a concentração. A proposta é o trabalho de concentração plena em algo específico, seja um objeto ou reações do próprio corpo (como respiração e os batimentos cardíacos);
  • Exercício físico (aeróbico, de preferência): é comprovado que as atividades físicas estimulam a produção hormônios como a dopamina e serotonina, que são considerados os hormônios da felicidade e do prazer, logo é recomendado a prática de exercícios físicos como parte terapêutica;
  • Alimentação adequada  (com ômega 3): o ômega 3 tanto ajuda na prevenção quanto durante o tratamento de quadros depressivos como potencial auxiliador. Porém, é necessário que seja um suplemento de ômega 3 de qualidade.

Qual o melhor horário para tomar ômega 3 para depressão?

Dentro da literatura científica, não existe um melhor horário para tomar o ômega 3 para depressão.

Mas como o consumo do suplemento pode causar, em alguns casos, refluxos e o sabor residual de peixe, a recomendação é de que ele seja ingerido durante as refeições.

Pois a absorção de diversos nutrientes durante uma refeição ajuda a evitar esses desconfortos gástricos em relação ao refluxo e também ajuda a mascarar o gosto residual do peixe.

Quantas cápsulas de ômega 3 tomar para a depressão? 

Diversas marcas têm concentrações diferentes de ômega 3 por cápsula, o que, por muitas vezes, obriga a ingestão em excesso de cápsulas para conseguir atingir o mínimo recomendado de 1200 mg de ômega 3 ao dia.

Por isso é importante que a concentração de ômega 3 seja a maior possível (dentro do recomendado), gerando maior aproveitamento do suplemento. A recomendação é que seja consumida a dose diária em até 2 cápsulas.

Em relação a prescrições maiores, determinadas pelo médico, em casos mais intensos de quadros depressivos, essa ingestão pode chegar até 4g ao dia, o que daria (para um suplemento com alta concentração por cápsula) um total de aproximadamente 7 cápsulas ao dia.

Para a  prevenção, a dose diária recomendada pelos órgãos internacionais de saúde (1200 mg) já é o suficiente.

Como escolher um bom ômega 3 para a depressão?

Para escolher a melhor opção de suplemento de ômega 3, é importante estar atento a tudo que foi dito até e aqui e mais alguns detalhes, como:

É importante saber que um bom suplemento de ômega 3 precisa ter uma alta concentração de EPA e DHA por cápsula e entregando a dose diária recomendada (1200 mg) na menor quantidade de cápsulas possível (até 2, como já dito anteriormente).

Também é importante que ômega 3 contenha a vitamina E na composição para evitar a formação de radicais livres.

Além disso, um suplemento de ômega 3 de qualidade vem com selo IFOS, um certificado de validade e respeito internacional, comprovando que o produto é livre de metais pesados, como o mercúrio, por exemplo. 

E por fim, a embalagem do produto! O suplemento de ômega 3 precisa estar  dentro de uma embalagem opaca, protegendo da luminosidade para manter a qualidade intacta.

Bons suplementos de ômega 3 podem ser encontrados por valores na faixa de R$ 100,00.

Quer saber mais?

 

Que tal um desconto especial para experimentar o melhor ômega 3 para depressão?

Referências:

Ta-Wei Guu, et al. A multi-national, multi-disciplinary Delphi consensus study on using omega-3 polyunsaturated fatty acids (n-3 PUFAs) for the treatment of major depressive disorder. 15 de março de 2020. PubMed. Disponível em <https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32090746/> Acessado em 31/07/2020;

Vhita. Ômega 3 e depressão: qual é a relação?. 28 de maio de 2019. Blog Vhita. Disponível em <https://blog.vhita.com.br/omega-3-e-depressao/> Acessado em 03/08/2020;

Vhita. Como escolher o melhor ômega 3 do mercado | Veja dicas. 27 de março de 2019. Blog Vhita. Disponível em <https://blog.vhita.com.br/melhor-omega-3-do-mercado/> Acessado em 03/08/2020;

Vhita. Campanha Setembro Amarelo e Transtornos Mentais. 28 de julho de 2020. Blog Vhita. Disponível em <https://blog.vhita.com.br/campanha-setembro-amarelo/> Acessado em 03/08/2020.

 
Anterior

Campanha Setembro Amarelo e os Transtornos Mentais

Qual o melhor tratamento para depressão e ansiedade?

Próximo

Deixe um comentário