Como tomar vitamina D 10000 UI ou 2000 UI? Qual a diferença?

| | ,

Como tomar vitamina D 10000 UI ou 2000 UI é uma dúvida comum. Porém, além da dosagem, é importante entender a diferença entre um medicamento e um suplemento de vitamina D.

A vitamina D de 10000 UI é um medicamento e a de 2000 UI é um suplemento.

Saiba aqui qual a diferença entre o suplemento e o medicamento de vitamina D, além de entender em qual situação é melhor consumir cada um. Veja como escolher o melhor suplemento de vitamina D e qual o melhor horário para o consumo.

Qual a diferença entre o suplemento e o medicamento?

A diferença entre um suplemento de vitamina D e um medicamento de vitamina D é, basicamente, a quantidade de vitamina D que contém em cada dose.

O suplemento pode conter no máximo 2000 UI, que é a recomendação máxima, a quantidade que não causa efeitos colaterais ou prejuízos à saúde a longo prazo, segundo as recomendações internacionais de nutrição.

Já o medicamento é elaborado com doses maiores, porém, é necessário uma avaliação médica para fazer seu uso. Pois essas doses maiores podem desencadear efeitos colaterais como náuseas, vômitos, e a longo prazo perda óssea e até problemas nos rins.

Quando tomar um medicamento de vitamina D?

O remédio de vitamina D deve ser consumido apenas sob orientação médica. Pois após a análise de exames sanguíneos, vai ser possível identificar o nível da concentração desse nutriente no sangue. 

Concentrações menores que 30 nmol/L indicam um estado de deficiência de vitamina D. E esse é um dos indicadores necessários para recomendação de um medicamento.

Porém esse é apenas um dos critérios utilizados, ainda é necessário a orientação médica para saber qual a melhor dosagem e também com relação a apresentação do medicamento, se será em gotas, comprimido ou injetável.

Quando tomar um suplemento de vitamina D?

A insuficiência de vitamina D é indicada por concentrações abaixo de 50 nmol/L no sangue, porém ainda maiores que 30 nmol/L. Nesse caso ou para prevenção de uma insuficiência ou deficiência, o mais indicado  é utilizar o suplemento.

O suplemento de vitamina D tem no máximo 2000 UI e não oferece nenhum tipo de risco a saúde quando é de qualidade.

Qual devo consumir: medicamento ou suplemento de vitamina D?

Depende. 

Consulte primeiro um médico para identificar suas necessidades. Mas caso você não consiga orientação médica, em um primeiro momento, a recomendação é consumir um suplemento de vitamina D. Pois assim você garante que não terá nenhum efeito colateral ou prejudicial à sua saúde.

Mas é indispensável a realização de exames e uma orientação médica para a recomendação correta para o seu caso.

Como escolher o melhor suplemento de vitamina D?

Na hora de escolher o melhor suplemento de vitamina D para a sua saúde, busque pelas seguintes informações:

  1. Matéria Prima de qualidade (A internacional BASF é a maior referência mundial);
  2. Recomendação de 2000 UI por dose;
  3. Suplemento em cápsulas com, no máximo, 3 ingredientes;
  4. Laudos técnicos e certificados internacionais de qualidade.

Qual o melhor horário para suplementar a vitamina D?

Não existe um consenso sobre qual o melhor horário para tomar vitamina D. Portanto, o ideal é consumir esse suplemento todos os dias em um horário que você não se esqueça de tomar.

Mas uma estratégia interessante para ter uma melhor absorção é consumir o suplemento de vitamina D junto com refeições grandes, como o almoço e o jantar por exemplo.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar a melhor vitamina D do mercado?

Referências:

ZAMBRA, Bianca; HUTH, Adriane. Terapia nutricional em pacientes portadores de insuficiência renal crônica em hemodiálise. Revista contexto & saúde, v. 10, n. 19, p. 67-72, 2010.

 
Anterior

Qual o preço da vitamina D?| 6 dicas para escolher a melhor

Qual a melhor vitamina D do mercado?| 6 Dicas para acertar

Próximo

27 comentários em “Como tomar vitamina D 10000 UI ou 2000 UI? Qual a diferença?”

  1. Meu filho de 3 anos tem dificuldade de tomar a vitamina liquida ,ele não gosta posso diluir no suco ou na própria comida?

    Responder
  2. Foi manipulado para mim, por indicação médica, Vitamina D3 10.000 UI. Vitamina K2 MK7 100mcg, 10 gotas ao dia por 2 meses apenas. Depois passar para 5 gotas diariamente. No momento achei muito, mas me informei e deve estar certo. 2000 UI tomei por 8 meses e elevou a minha D de 20 para 22. Assim não dá!!!

    Responder
    • Oie Cleusa, tudo bem? Neste caso as indicações de consumo acima de 2000ui são feitos pro profissionais da saúde. Neste caso se o seu médico a receito, você deve confiar nele, já que o mesmo observou as necessidades do seu corpo =)

      Responder
  3. Olá. Se eu precisar tomar 10000UI por semana, posso trocar 5 comprimidos de 2000UI? Podem ser juntos ou precisam ser separados (tipo um por dia)? Pergunto porque cada um daqui de cada tem uma dosagem, e percebo que comprar tudo diferente só me faz gastar mais tempo e dinheiro procurando e escolhendo os produtos.

    Responder
    • Olá Rose, tudo bem?

      Acima de 2.000UI a indicação deve ser feita por um médico e através de exames clínicos! Com seu quadro avaliado ele fará a recomendação do produto e de consumo de acordo 🙂

      Responder
      • O exemplo acima foi hipotético, só apra não entrar no detalhe, mas na verdade eu já tenho a prescrição de 10.000UI para minha mãe, 7000 para meu filho e 5000 para mim. Então quando fiz a pergunto, é porque gostaria de entender se posso juntar as coisas, tipo comprar tudo de 5000 e ela tomar 2 capsulas juntas, e meu filho uma de 5000 + uma de 2000, por exemplo.

        Responder
  4. SOU MEDICO JOIA PESSOAL PODE FAZER E FICAR TRANQUILOS VITAMINA d é uma vacina anti câncer porem tomem cuidados com a alta do cálcio apenas tomem água se puder ajuda a limpar os rins joia valeu.

    Responder
    • Olá Breno, tudo bem?

      Perfeito, como você é médico deve saber que o suplemento de Vitamina D pode conter no máximo 2000 UI, que é a recomendação máxima, a quantidade que não causa efeitos colaterais ou prejuízos à saúde a longo prazo, segundo as recomendações internacionais de nutrição.

      Já o medicamento é elaborado com doses maiores, porém, é necessário uma avaliação médica para fazer seu uso. Pois essas doses maiores podem desencadear efeitos colaterais como náuseas, vômitos, e a longo prazo perda óssea e até problemas nos rins. 🙂

      Responder
      • Que ridículo, tomar 2.000 não altera em nada o níveis, não chegar nunca nos níveis ideais pra quem tá abaixo do nível. 2000 não causa excesso pois está ridiculamente abaixo.

        Responder
        • Olá Kellen, tudo bem?

          Olá Kellen, tudo bem?

          Antes de mais nada existe uma diferença entre o suplemento de Vitamina D e o medicamento.

          O suplemento pode conter no máximo 2000 UI, que é a recomendação máxima, a quantidade que não causa efeitos colaterais ou prejuízos à saúde a longo prazo, segundo as recomendações internacionais de nutrição.

          Já o medicamento é elaborado com doses maiores, porém, é necessário uma avaliação médica para fazer seu uso. Pois essas doses maiores podem desencadear efeitos colaterais como náuseas, vômitos, e a longo prazo perda óssea e até problemas nos rins.

          É sempre bom se atentar a todos os detalhes! Todos os nossos conteúdos são embasados em estudos científicos e em dados para passar informações seguras a nossos leitores 🙂

          Responder
  5. Ola,
    Boa explicação não sabia que existia essas comparações.
    Aqui na minha cidade só encontro a vitamina D2000uI + zinco, aínda não tinha visto as duas composição juntas. Pode tomar normalmente?

    Responder
    • Oie Glauci, tudo bem? Pode tomar os dois tipos de vitaminas juntos sem problema! Porém, sempre bom buscar um profissional antes de consumir =)

      Responder
    • Raquel, tudo bem por aí?

      Na verdade, tanto a versão comprimido quanto em cápsula são os melhores formato de apresentação da vitamina C, pois comporta uma boa quantidade do nutriente, conferindo uma boa concentração e absorção. É a mais recomendada. Temos um post que fala mais sobre o assunto.

      Responder
  6. Poxa, que informações importantes. Não sabia nem que existia essa diferença de suplemento e medicamento conforme a dosagem. Tem muita gente tomando suplementos errado, inclusive eu.
    Por favor, continue postando informações como essa pois, com certeza, estará ajudando muita gente.

    Responder
    • Solange, tudo bem por aí?

      Ficamos felizes que você tenha gostando das nossas informações e estamos trabalhando para trazer sempre mais conteúdos informativos e esclarecedores! Muito obrigada pelo seu feedback 😉

      Responder
  7. Tomava, e por receita médica, cálcio + vitamina D3 + zinco e magnésio.
    Não estou achando mais..c essa composição.
    Nas farmácias q fui, dizem q ñ estão+ trabalhando c o laboratório q fazia este composto. E estão tentando fazer eu levar outros com componentes diferentes e com outras composições. Tipo: uns q chamam complexo de A a Z (c/ várias vitaminas…).
    E outros q ñ tem o magnésio ou o zinco e estes são suplementos c um tipo p homens e outro tipo p mulheres…

    E isso dá maior confusão… Ñ vejo relação destes c o q eu usava…

    E se não tem mais este q eu usava então qual outro q posso substituir ? Ou ñ posso ?

    Responder
    • Oii Marina, tudo bem?

      Nesta situação o melhor seria você entrar em contato com o seu médico. Tenho certeza que ele irá te orientar melhor =)

      Responder
    • Boa noite Daumir, tudo bem?

      Nossos produtos não vão com bulas, pois não são medicamentos de fato. São suplementos, onde na própria embalagem tem todos as informações sobre o produto, assim como no catálogo que vai junto 🙂

      Responder
    • É UMA VERGONHA O QUE ESSA MOÇA ESTA FALANDO 2000 UI É DOSAGEM DE CRIANÇA , PARA ADULTOS ATE 70 K É RECOMENDÁVEL VITAMINA D3 10.000 UI COLECALCIFEROL 1 COMPRIMIDO POR DIA JUNTO COM VITAMINA K2 , E MAGNÉSIO DIMALATO PARA PROTEGER OS RINS , AS ARTÉRIAS E ATE AS VEIAS DO CÉREBRO DA ALTA DO CÁLCIO QUE ACONTECE . PARA PESSOAS MAIS GORDINHAS ADULTAS É RECOMENDÁVEL VITAMINA D3 20.000 UI 1 COMPRIMIDO POR DIA , MAIS VITAMINA K2 , E MAGNÉSIO DIMALATO PELO MESMO MOTIVO A ALTA DO CALCIO PARA EVITAR CALCIFICAÇÃO NÃO SABE NADA ESSA MOÇA MEU DEUS .

      Responder
      • Olá Breno, tudo bem?

        A Vhita preza muito por informações claras e corretas! Todas as informações presentes em nosso blog, site, dentre outros canais são embasados em estudos científicos e atualizados.

        A Dr. Priscila se formou em nutrição pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), é Mestre em Ciências pela mesma universidade.Têm experiência em atendimento clínico na área esportiva e estética, em desenvolvimento de pesquisa in vivo na área de imunologia celular, molecular, parasitologia e microbiologia, e ministra aulas como professora convidada para cursos de graduação e pós graduação.

        Correlacionado agora as suas pontuações, o suplemento pode conter no máximo 2000 UI, que é a recomendação máxima, a quantidade que não causa efeitos colaterais ou prejuízos à saúde a longo prazo, segundo as recomendações internacionais de nutrição.

        Já o medicamento é elaborado com doses maiores, porém, é necessário uma avaliação médica para fazer seu uso. Pois essas doses maiores podem desencadear efeitos colaterais como náuseas, vômitos, e a longo prazo perda óssea e até problemas nos rins. 🙂

        Responder
        • Breno, nao é se desfazendo da Priscila, vejo muitos videos com ela e gosto mt, mas nesse caso da Vitamina D. Vc precisam sim se atualizar com as informaçaoes do Dr. Cícero Coimbra que traz estudos científicos e que mostra que 2.000ui é dose baixíssima. Sugiro ver esses estudos apontado por ele, onde é por baixo 10000ui a ser tomada pra cima. Não vou ficar debatendo. Procurem o Dr. Coimbra.
          E sobre as indicaçoes acima do rapaz, vejo as mesmas indicaçoes dadas pelo Dr. Lair Ribeiro, inclusive sobre a Vitamina K2.

          Responder
          • Olá Kellen, tudo bem?

            Antes de mais nada existe uma diferença entre o suplemento de Vitamina D e o medicamento.

            O suplemento pode conter no máximo 2000 UI, que é a recomendação máxima, a quantidade que não causa efeitos colaterais ou prejuízos à saúde a longo prazo, segundo as recomendações internacionais de nutrição.

            Já o medicamento é elaborado com doses maiores, porém, é necessário uma avaliação médica para fazer seu uso. Pois essas doses maiores podem desencadear efeitos colaterais como náuseas, vômitos, e a longo prazo perda óssea e até problemas nos rins.

            É sempre bom se atentar a todos os detalhes! Todos os nossos conteúdos são embasados em estudos científicos e em dados para passar informações seguras a nossos leitores 🙂

      • Que bom então que eu com 43 anos meu medico me ve como criança, pois me receitou D 2000 ui….feliz demais por nao parecer com 43 e sim criança..hahahaha

        Responder

Deixe um comentário