Como tomar vitamina D 10000 UI ou 2000 UI? Qual a diferença?

| | ,

Como tomar vitamina D 10000 UI ou 2000 UI é uma dúvida comum. Porém, além da dosagem, é importante entender a diferença entre um medicamento e um suplemento de vitamina D.

A vitamina D de 10000 UI é um medicamento e a de 2000 UI é um suplemento.

Saiba aqui qual a diferença entre o suplemento e o medicamento de vitamina D, além de entender em qual situação é melhor consumir cada um. Veja como escolher o melhor suplemento de vitamina D e qual o melhor horário para o consumo.

Qual a diferença entre o suplemento e o medicamento?

A diferença entre um suplemento de vitamina D e um medicamento de vitamina D é, basicamente, a quantidade de vitamina D que contém em cada dose.

O suplemento pode conter no máximo 2000 UI, que é a recomendação máxima, a quantidade que não causa efeitos colaterais ou prejuízos à saúde a longo prazo, segundo as recomendações internacionais de nutrição.

Já o medicamento é elaborado com doses maiores, porém, é necessário uma avaliação médica para fazer seu uso. Pois essas doses maiores podem desencadear efeitos colaterais como náuseas, vômitos, e a longo prazo perda óssea e até problemas nos rins.

Quando tomar um medicamento de vitamina D?

O remédio de vitamina D deve ser consumido apenas sob orientação médica. Pois após a análise de exames sanguíneos, vai ser possível identificar o nível da concentração desse nutriente no sangue. 

Concentrações menores que 30 nmol/L indicam um estado de deficiência de vitamina D. E esse é um dos indicadores necessários para recomendação de um medicamento.

Porém esse é apenas um dos critérios utilizados, ainda é necessário a orientação médica para saber qual a melhor dosagem e também com relação a apresentação do medicamento, se será em gotas, comprimido ou injetável.

Quando tomar um suplemento de vitamina D?

A insuficiência de vitamina D é indicada por concentrações abaixo de 50 nmol/L no sangue, porém ainda maiores que 30 nmol/L. Nesse caso ou para prevenção de uma insuficiência ou deficiência, o mais indicado  é utilizar o suplemento.

O suplemento de vitamina D tem no máximo 2000 UI e não oferece nenhum tipo de risco a saúde quando é de qualidade.

Qual devo consumir: medicamento ou suplemento de vitamina D?

Depende. 

Consulte primeiro um médico para identificar suas necessidades. Mas caso você não consiga orientação médica, em um primeiro momento, a recomendação é consumir um suplemento de vitamina D. Pois assim você garante que não terá nenhum efeito colateral ou prejudicial à sua saúde.

Mas é indispensável a realização de exames e uma orientação médica para a recomendação correta para o seu caso.

Como escolher o melhor suplemento de vitamina D?

Na hora de escolher o melhor suplemento de vitamina D para a sua saúde, busque pelas seguintes informações:

  1. Matéria Prima de qualidade (A internacional BASF é a maior referência mundial);
  2. Recomendação de 2000 UI por dose;
  3. Suplemento em cápsulas com apenas 2 ingredientes: Colecalciferol (Vitamina D) e óleo de soja (Necessário para melhor absorção);
  4. Laudos técnicos e certificados internacionais de qualidade.

Qual o melhor horário para suplementar a vitamina D?

Não existe um consenso sobre qual o melhor horário para tomar vitamina D. Portanto, o ideal é consumir esse suplemento todos os dias em um horário que você não se esqueça de tomar.

Mas uma estratégia interessante para ter uma melhor absorção é consumir o suplemento de vitamina D junto com refeições grandes, como o almoço e o jantar por exemplo.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar a melhor vitamina D do mercado?

Referências:

ZAMBRA, Bianca; HUTH, Adriane. Terapia nutricional em pacientes portadores de insuficiência renal crônica em hemodiálise. Revista contexto & saúde, v. 10, n. 19, p. 67-72, 2010.

 
Anterior

Qual o preço da vitamina D?| 6 dicas para escolher a melhor

Qual a melhor vitamina D do mercado?| 6 Dicas para acertar

Próximo

Deixe um comentário