Quem tem um consultório de nutrição sabe: o segredo para o sucesso é entender bem sobre a chamada gestão de custos. Muitos profissionais, que estão no início da carreira, cometem o erro de colocar esse serviço nas mãos de terceiros. Isso os deixa completamente por fora dos assuntos administrativos e financeiros da sua própria empresa.

Contudo, ao ter domínio sobre essas questões, será possível ter mais facilidade para criar planejamentos, tomar as melhores decisões e, principalmente, fazer uma boa gerência financeira. Interessante!

Para que você não corra o risco de perder boas oportunidades, criamos um post exclusivo. Ao longo da leitura, contaremos mais sobre a importância de controlar os seus custos, bem como as vantagens dessa modalidade. Confira já!

Qual é a importância da gestão de custos?

Antes de tudo: você sabe o que é a gestão de custos? Primeiramente, podemos afirmar que o termo diz respeito aos investimentos realizados por uma empresa. No ramo da nutrição, isso pode envolver a compra de materiais para a clínica, o pagamento dos funcionários ou, até mesmo, os gastos com energia elétrica e equipamentos.

Ou seja, para saber a sua margem de lucro, a partir dos serviços prestados, é fundamental conhecer os valores gastos no ambiente de trabalho. Se você não faz ideia da sua lucratividade, de nada adianta aumentar o valor da sua consulta, trabalhar em dobro ou reduzir o salário dos seus funcionários, por exemplo. Ainda que o seu esforço seja triplicado, é possível acabar em prejuízo.

Dito isso, a gestão de custos é a pedida certa para ter uma base rica de informações e fazer com que o seu negócio sobreviva no mercado.

Quando essa prática não é feita, ou pior, realizada de modo equivocado, aumentam as chances do seu faturamento mensal ser prejudicado. Por outro lado, se você investir nessa alternativa de modo adequado, será possível ter bons lucros e, a longo prazo, atrair cada vez mais a clientela. Vale a pena!

Em linhas gerais, podemos dizer que a gestão de custos é capaz de promover mais segurança para a sua clínica de nutrição. Entre os objetivos dessa prática, estão:

  • oferecer dados sobre o rendimento de atividades na clínica;
  • ajudar no controle e planejamento de ações;
  • proporcionar informações importantes para a tomada de decisões.

Quais os benefícios dessa prática?

Até aqui, ficou claro sobre a importância da gestão de custos? Para ajudá-lo a se aprofundar mais no assunto, selecionamos abaixo os principais benefícios que essa prática pode oferecer para o seu negócio. Veja:

1. Diminui os riscos do negócio

Certamente, com uma boa gestão de custos, você, automaticamente, diminuirá os riscos do seu negócio. Isso porque, boa parte das empresas fecham as suas portas por, simplesmente, não conhecerem a administração das suas verbas.

Esse mau hábito faz com que os lucros das empresas sejam imprecisos, tornando-se uma grande ameaça para a conquista de bons resultados. Por isso, é essencial ter em mente: nem sempre alcançar uma grande receita mensal é sinônimo de ter uma empresa saudável.

2. Reduz os gastos

Você já tentou de tudo. Comprou materiais mais baratos, diminuiu o quadro de funcionários, criou campanhas de redução de energia e, mesmo assim, não consegue enxugar os gastos da sua clínica? Então, talvez, esteja na hora de rever a sua gestão de custos.

Com um planejamento detalhado, é possível identificar o que, de fato, está desperdiçando o seu orçamento. Ao apostar nessa análise, você terá mais facilidade para realizar compras inteligentes e outros gastos que sejam proporcionais às verdadeiras demandas da empresa.

3. Aumenta os lucros

Não tem segredo! Assim que os gastos desnecessários são eliminados do orçamento, imediatamente, há um aumento significativo dos lucros. Esse é um cálculo básico, afinal, quanto menos despesas, mais economia e melhores resultados.

Além disso, com esse modelo de administração, será possível chegar a uma precificação ideal e, futuramente, realizar boas ofertas para os seus pacientes.

4. Melhora a qualidade de produtos e serviços

Quando um empreendedor da área de nutrição segue as normas da boa administração financeira e realiza a gestão de custos corretamente, ele terá mais facilidade para obter mercadorias de qualidade, realizar melhorias no consultório e, inclusive, prestar um serviço completo e diferenciado. O resultado disso é um só: pacientes cada vez mais satisfeitos e fidelizados.

5. Atinge o ponto de equilíbrio

O chamado ponto de equilíbrio é um termo muito popular entre os profissionais da área de finanças — e todo empreendedor deveria conhecê-lo também. Para quem não sabe, essa expressão diz respeito ao período em que a empresa consegue assumir todos os seus gastos fixos.

Um bom exemplo disso são as contas mensais, como os salários dos funcionários, despesas de energia elétrica e água, aluguel da clínica e outros custos de manutenção.

Quanto mais rápido a empresa alcançar esse nível, com mais facilidade conseguirá conquistar ótimos lucros. Por isso, fazer o gerenciamento dos processos e atividades de forma eficiente é a melhor solução.

Como fazer a gestão de custos corretamente?

Embora alguns empreendedores reconheçam a importância da gestão de custos para o sucesso de um negócio, poucos são aqueles que realmente sabem como realizar essa tarefa. Mas não se desespere! A seguir, explicaremos como isso pode ser feito de modo eficaz!

Inicialmente, é preciso entender que os custos de uma empresa — ou do seu consultório — são divididos em duas categorias distintas: os variáveis e os fixos.

O primeiro diz respeito aos gastos para produzir ou vender o seu serviço, como é o caso dos impostos sobre uma determinada mercadoria oferecida aos pacientes. Já os fixos, por sua vez, são as despesas de rotina — pagamento de contas, funcionários e fornecedores.

O recomendado é registrar todos os gastos para que seja viável identificar quais são os investimentos supérfluos e os que merecem prioridade. Se possível, crie um calendário ou uma planilha de metas mensais, que são excelentes para controlar o fluxo do caixa.

Para estabelecer uma gestão de custos eficiente, também é interessante considerar alguns alicerces essenciais nessa jornada. Conheça os principais:

  • controle total — não deixe nenhum gasto de fora da sua análise;
  • tenha equilíbrio — encontre um bom custo-benefício para as mercadorias e não adquira produtos muito caros, nem baratos demais, mas sim, econômicos;
  • coleta de dados — sempre revise as informações do seu levantamento, pois um dado errado é capaz de causar danos aos seus resultados.