Tempo de leitura: 5 minutos

O cuidado com a saúde é indispensável para animais e humanos! Com o tempo, o organismo necessita reforçar o consumo de nutrientes e vitaminas para prevenir a proliferação de doenças. Com rica funcionalidade, o Ômega 3 para cachorro e gato auxilia no funcionamento de diversos órgãos e protege o animal de possíveis problemas com a saúde.

Muitos tutores de animais não sabem, mas os pets podem desenvolver doenças que também afetam os humanos. O Ômega 3, conhecido como “gordura do bem”, é um componente essencial que o corpo não consegue produzir. Por isso, é preciso priorizar a sua ingestão por meio da alimentação saudável ou da ingestão de suplementos para animais. 

Ômega 3 um reforço para a saúde de humanos e animais  

A “gordura do bem” é um tipo de ácido graxoencontrado em diversos alimentos. Dentre os tipos de ômega 3, o EPA (ácido eicosapentanóico) e o DHA (ácido decosahexaenóico) são encontrados nos animais marinhos, especialmente nos peixes. Enquanto que o ALA (ácido alfa-linoleico) é de origem vegetal, presente nas sementes de chia e de linhaça.

O Ômega 3 oferece diversos benefícios ao corpo, seja ele animal ou humano! Auxilia no transporte do oxigênio, nos processos respiratórios e na regulação hormonal, além de diminuir o risco de doenças cardiovasculares e cerebrais. 

O consumo do Ômega 3 é indicado para cães e gatos de qualquer raça, porte ou idade! Contudo, é muito importante que a dieta seja estabelecida por um médico veterinário, apenas ele conseguirá oferecer o composto de forma saudável, tendo como base o histórico de doenças e a genética do animal! Assim, conseguirá evitar o desencadeamento da obesidade canina e deixará o pet mais forte e nutrido!  

Benefícios do Ômega 3 para cães e gatos 

O Ômega 3 é conhecido por seus diversos benefícios para os humanos. Desde 1970 é um dos nutrientes mais indicados pelos médicos de diferentes atuações, mas para os animais ele também oferece múltiplas funções! Confira:

  • Auxilia no tratamento de inflamações e no sistema imunológico do pet. É um ótimo aliado para animais idosos, com histórico de alergia, problemas articulares e inflamatórios;
  • Estimula o desenvolvimento saudável de animais filhotes, principalmente o funcionamento da retina e do cérebro;
  • Previne alergias crônicas e auxilia no tratamento da dermatite canina;
  • Auxilia tratamentos de câncer e previne a doença;
  •  indicado para a prevenção de doenças cardíacas e renais, que afetam diversos gatos;
  • Auxilia no combate de doenças inflamatórias intestinais, principalmente a síndrome do intestino irritável;
  • Nos felinos ele reduz a incidência de urolitíases, doença que atinge o trato urinário e é muito comum nos gatos.

Ômega 3 para cachorro para que serve.

Ômega 3 para cachorro: para que serve

Apesar de sua utilização em diversos tratamentos, o Ômega 3 para cachorro não é reconhecido um medicamento para cães, a sua principal atuação é para prevenção de doenças.

A sua utilização é recomendada para filhotes, cães adultos e idosos, já que a substância auxilia no tratamento de doenças comuns em cachorros, como: dermatite canina, câncer, hepatite, displasia de quadril e outras doenças.

Ômega 3 para cachorro: um reforço na saúde dos animais

Os cachorros também necessitam de cuidados redobrados com a sua saúde! O consumo dos ácidos graxos vai muito além do cuidado com a pelagem do animal, ele atua diretamente no organismo do pet e previne diversas doenças.

Assim como os humanos, os cães podem sofrer com problemas articulares e problemas ósseos. Além disso, o Ômega 3 atua como antioxidante e possui efeito anti-inflamatório, se tornando um ótimo aliado para os pets, principalmente para os animais idosos, que tendem a sofrer com mais problemas de saúde! 

Como o cachorro poder consumir o Ômega 3?

O cachorro pode consumir o Ômega 3 comercializado para humanos, com ressalva na dosagem. 

No mercado é possível encontrar rações Premium e rações Super Premium que possuem o complemento de Ômega 3, ingredientes selecionados e de alto teor nutritivo, oferecendo alimentação equilibrada para cães que necessitam de complementos nutricionais.

Além disso, é possível oferecer o Ômega 3 na formulação de cápsulas, que reúne maior concentração  de nutrientes. As cápsulas são gelatinosas e podem ser consumidas pelos cães sem causar danos para a sua saúde! 

O consumo deve ser recomendado pelo médico veterinário! Médicos indicam o consumo diário de até 1200mg de ômega 3 para humanos. Já para os cachorros a quantidade varia entre 500mg até 2000mg  ao dia. 

No último ano, a alimentação natural para cães está cada vez mais frequente na rotina dos pets! Ela consiste em uma dieta com ingredientes selecionados em seu estado puro, ingredientes minimamente processados, isto é, não passam por processos industriais como acontece com as rações, petiscos e outros alimentos. A dieta vai muito além de oferecer “restos” de comida para o animal, ela respeita suas necessidades nutricionais e é estabelecida com base nos alimentos indicados para o consumo dos pets.

Alimentos ricos em Ômega 3 que cães e gatos podem consumir

Muitos veterinários defendem que cães e gatos absorvem mais nutrientes e vitaminas de fontes de origem animal do que de fontes de origem vegetal! Em geral, é muito importante que cada alimento seja incluído em uma dieta equilibrada para conseguir cumprir  com a sua função nutritiva.

É indicado que cães e gatos consumam alimentos frescos e cozidos sem a adição de tempero. Os peixes Arenque, Atum, Sardinha e Salmão possuem ótima quantidade de ômega 3 e são liberados para o consumo de ambos animais. Entretanto, não é recomendado o consumo excessivo, o consumo de peixes enlatados e o consumo de ossos e espinhos.

Alimentos ricos em ômega 3 que cães e gatos podem consumir.

Ômega 3 para gatos auxilia no fortalecimento do felino

Os gatos necessitam de reforços em sua saúde, já que sofrem com doenças como: Leucemia Felina, Rinotraqueíte, Obstrução Uretral e Insuficiência Renal. 

Nos gatinhos o Ômega 3 fortalecerá o funcionamento de diversos órgãos e auxiliará a prevenção de doenças.

Com o tempo, os gatos idosos tendem a sofrer com doenças ósseas e necessitam de regeneradores articulares para o tratamento de artrites, artroses e outros problemas. Por isso, o consumo de Ômega 3 é essencial para a saúde dos felinos.

Além disso, os gatinhos são bem mais criteriosos para o consumo de alimentos. Por isso, é importante estabelecer a dieta com itens que os gatos gostam de consumir ou optar por suplementos e vitaminas de consumo direto. Assim, ficará muito mais fácil manter o felino saudável!

O modo de utilização do Ômega 3 para cães também é recomendado para os gatos, proporcionando inúmeros benefícios ao felino. Entretanto, o consumo deve ser recomendado pelo médico veterinário.

O excesso do Ômega 3 pode causar problemas nos animais

Ao falar de Ômega 3 não se deve esquecer que o componente é uma gordura saudável. Apesar dos nutrientes, é muito importante que seja consumido com muita cautela, já que o seu teor calórico pode provocar o excesso de peso no animal.

Para deixar o seu animal saudável conte com ajuda do Médico Veterinário. Assim a recomendação de suplementação e dosagem não trará maléfico algum para o seu pet.

Quer saber mais?

Referências

http://publicacoes.unifran.br/index.php/investigacao/article/view/2370/994

https://www.editorastilo.com.br/omega-3-fazendo-a-diferenca-na-alimentacao-de-caes-e-gatos/

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/culinaria/alimentos-ricos-em-omega-3-confira-7-fontes-naturais-da-substancia,346e818e73713af893836e3a758cfd7enq9dgy7i.html

https://www.tuasaude.com/alimentos-ricos-em-omega-3/

http://smartfoodsbrasil.com.br/os-beneficios-da-gema-do-ovo/

https://saude.abril.com.br/bem-estar/quais-alimentos-sao-boas-fontes-de-omega-3/