Quando falamos de ganho de massa muscular e suplementação, o primeiro suplemento que vem a mente é o whey protein. Sendo o queridinho dos praticantes de exercício, as milhares de opções disponíveis no mercado costumam gerar dúvidas no momento da compra.  

E pensando nisso vamos ensinar como escolher a melhor marca de whey protein. Para isso, vamos dar 3 dicas de ouro para ajudar na hora da compra!

Como saber se o whey protein é de qualidade, como deve ser a fórmula ideal do whey protein e como avaliar o preço de um bom whey protein.  

DICA 1

Como saber se o whey protein é de qualidade

Essa é a dica mais valiosa, pois no mercado nacional, os suplementos de whey protein estão em uma categoria arriscada. Isto é, arriscado porque esse tipo de suplemento é isento de fiscalização. 

A ANVISA, órgão nacional responsável pela fiscalização de suplementos alimentares, coloca o whey protein como um suplemento isento de fiscalização. Por esse motivo, basta que a própria marca forneça o seu registro para conhecimento da ANVISA. 

Porém após esse registro, não existe mais nenhum tipo de fiscalização por parte da ANVISA, sendo liberado a venda do produto com as informações do primeiro lote.

Após o termino desse primeiro lote, muitas empresas trocam a sua matéria prima por uma inferior e mais barata, e deixam o rótulo com a informação de um suplemento de qualidade. Então quando consultamos a matéria no site da ANVISA, podemos obter a informação de uma boa matéria prima, mas não nos da mais certeza.

Sabendo disso, você deve estar se perguntando,

Tá mas e agora? Como eu sei se o whey é de qualidade?

Então, apesar de não existir essa fiscalização, todas as marcas possuem o laudo técnico da sua proteína. Portanto, com esse laudo você conseguirá identificar a matéria prima. Portanto a dica de ouro é: peça o laudo da proteína do suplemento whey protein para a marca, pois cada novo lote, possui um novo laudo. 

Ou seja, dessa forma você tem acesso a verdadeira matéria prima e assim poderá pesquisar sobre a procedência dela, e descobrir se é uma matéria prima de uma empresa confiável e influente. Por exemplo a marca dinamarquesa Arla e a irlandesa Glanbia são boas referências para um whey protein de qualidade.

Dica 2

Fórmula ideal do whey protein

Após descobrir a qualidade da matéria prima de um bom whey protein, chegou o momento de avaliar a fórmula do suplemento.

As principais dicas para fazer isso da melhor forma possível são:

Quantos menos aditivos conter no rótulo melhor, por exemplo, evite rótulos com grandes quantidades de maltodextrina, corantes, saborizantes, aromatizantes e conservantes. Além disso, a ordem dos ingredientes são informadas daquele em maior quantidade para o de menor quantidade. 

Então, se tiver esses aditivos, devem ser os últimos ingredientes apresentados na lista.

DICA 3

Preço de um bom whey protein

O preço de um whey protein vária muito, mas não vária entre boas marcas de suplementos de whey protein. Portanto, após analisar a qualidade e a fórmula faça o cálculo da duração de um pote do produto. E escolha aquele que melhor atende as suas demandas.

Com essas dicas você conseguirá decidir pela melhor marca de whey protein!

QUER SABER MAIS?

Que tal um desconto especial para experimentar um whey protein de altíssima qualidade?