Nesse post você irá encontrar tudo sobre chá funcional, e não se esqueça, deixe seu comentário!

O que são chás?

Chás são bebidas preparadas por uma infusão de plantas específicas. No caso, estamos falando de uma bebida feita a partir da planta do gênero Camellia que, por sua composição química, consegue oferecer diversos benefícios para a saúde. Por exemplo, nas folhas das plantas é possível encontrar substâncias chamadas de princípios ativos como os flavonoides, as catequinas, os polifenóis e outros.

Os chás vêm, originalmente, da planta Camellia sinensis, ativa da China e que consegue se reproduzir facilmente em regiões com temperaturas amenas e uma elevada umidade. Apenas esse tipo de planta consegue apresentar elevada complexidade de substâncias ativas como os polifenóis e outros já citados. O sabor e o aroma varia muito de acordo com a forma de plantio e de colheita.

Quais são os benefícios dos chás?

Aqui podemos encontrar uma lista praticamente interminável já que vários benefícios já foram comprovados e a ciência ainda está pesquisando por outros. Vejamos agora alguns bons motivos para você consumir chá todos os dias!

Apresenta propriedades antioxidantes

Esse é um dos mais importantes benefícios encontrado no chá. Os antioxidantes são substâncias de extrema importância para a nossa saúde, especialmente na prevenção de doenças graves como o câncer.

Durante a nossa vida, o metabolismo (reações químicas produzidas pelo corpo para mantê-lo funcionando) libera algumas substâncias como os radicais livres. Estes podem ser encontrados em excesso na nossa alimentação já que consumimos muitos enlatados e embutidos. Esses radicais, quando em excesso, prejudicam a nossa saúde podendo alterar a cadeia de DNA de uma célula.

Quando essa célula modificada se duplica, ela pode gerar o câncer. Além disso, diversas outras doenças podem ser provocadas pelos radicais livres como Alzheimer, degeneração macular, Parkinson, entre outras.

E o que podemos fazer para combater os radicais livres? Consumir alimentos ricos em antioxidantes com os chás. Os antioxidantes não só conseguem evitar os danos dessas substâncias como também conseguem reparar os problemas já causados. Os antioxidantes são produzidos pelo nosso organismo, mas podem vir do lado de fora, ou seja, por meio da alimentação e, é claro, por meio do consumo de chás.

Qual o chá com maior concentração de antioxidantes?

Uma pesquisa¹ para saber qual chá possui uma maior concentração de antioxidantes conseguiu constatar que o Chá Branco é o que possui a maior. Possui uma maior quantidade de polifenóis e também de flavonoides. Mas isso não significa que outros chás como o Chá Verde não tenha antioxidantes (possui uma boa quantidade) e não possa oferecer benefícios para a saúde.

Auxiliam no tratamento de doenças

Um estudo foi feito² com pacientes portadores de epilepsia em que 34 afirmaram que faziam uso de ervas medicinais ao mesmo tempo que o tratamento com médico. 49% deles se mostraram satisfeitos em realizar esse tratamento alternativo, ou seja, com o uso de chás e banhos com ervas concentradas.

Controlam a disfunção cerebral

À medida que vamos envelhecendo, é normal que a nossa mente já não seja a mesma de outros tempos. Porém, isso pode ser agravado por uma dieta ruim, rica em enlatados, embutidos, carboidratos simples, gorduras ruins, entre outros. As doenças neurodegenerativas tendem a aparecer em situações como essa.

O extrato de chá verde provou ser eficiente ao impedir ou, pelo menos, amenizar, os distúrbios metabólicos que afetam o cérebro em idade mais avançada. Uma pesquisa feita em camundongos³ mostrou que o cérebro desses animais se manteve protegido mesmo com uma dieta ruim. A plasticidade sináptica (habilidade do cérebro de aprender coisas novas), se manteve.

Fortalece o sistema imune

Por conta da presença dos polifenóis no chá, a bebida ajuda a contribuir para a prevenção de uma série de doenças, especialmente na boca. Um estudo⁴ conseguiu mostrar que os polifenóis presentes no chá conseguem interromper uma das etapas do processo do patógeno evitando que ele venha a causar maiores problemas. Só na boca, existem mais de 750 micro-organismos maléficos à nossa saúde e os polifenóis do chá podem impedir os danos que eles promovem.

Controla a pressão arterial

Uma pesquisa5 realizada com a população polonesa constatou que quanto maior a quantidade de alimentos ricos em substâncias antioxidantes como o chá, menores são as chances de desenvolver Hipertensão Arterial ou ainda de vir a ter um infarto no caso das pessoas que já são portadoras da condição.

Quais os malefícios dos chás?

Existem alguns tipos de chás que não devem ser consumidos por alguns grupos ou que podem, de maneira controlada, sob orientação médica. Por exemplo, os chás possuem efeito termogênico, principalmente aqueles que possuem uma quantidade significativa de cafeína. Por isso, quem é hipertenso não deve consumir esse tipo de bebida sem a devida orientação médica.

Existem outros tipos de chás que não trazem, necessariamente, malefícios, mas que podem atrapalhar o andamento do dia. Por exemplo, chás que possuem efeito relaxante devem ser evitados após o almoço, pois podem prejudicar o desempenho no trabalho.

Chás e infusões: qual a diferença?

Talvez você nem soubesse que essa diferença existe e chamava até agora, tudo de chá. Por exemplo, o chá é apenas a bebida feita a partir das plantas  da família Camellia sinensis, para as outras plantas como a Camomila, o nome certo da bebida é infusão. Neste caso, não precisa ser só de plantas, pois a infusão pode ser de folhas, frutos, sementes e de outras partes.

Quais os tipos de chás e para que servem?

Chá Branco

O Chá Branco possui uma grande concentração de substâncias antioxidantes e, portanto, é o melhor entre os chás para ajudar na prevenção de doenças, especialmente as crônicas e graves como o câncer. Também ajuda no controle da pressão arterial e possui efeito sobre o emagrecimento.

Chá Verde

Também é uma bebida antioxidante e assim, também ajuda na redução e prevenção de doenças crônicas. Ele também possui efeito antialérgico e antibacteriano.

Chá Oolong

Além de ter ação antioxidante como os demais e antibacterina como o Chá Verde, o Chá Oolong possui ação antimutagênica. Isso significa que ele consegue reduzir consideravelmente a ação que os radicais livres têm sobre o DNA celular. Se a mutação não acontece, não há a proliferação de células defeituosas que causam o câncer por exemplo.

Chá Preto

É um dos mais conhecidos. Além de ter todos os benefícios dos chás já citados, o Chá Preto melhora a função vasomotora, reduz a gordura abdominal, reduz o colesterol total e também as lipoproteínas de baixa densidade.

Chás permitidos na gravidez

Nenhum dos chás citados aqui podem ser consumidos durante a gestação. Como eles possuem cafeína e geram um efeito estimulante, isso pode prejudicar o desenvolvimento do bebê, acelerando o metabolismo não só da mãe como também do filho. O mesmo vale para quem ainda está amamentando, pois essas substâncias passam por meio do leite materno.

Nesse caso, você pode ver algumas infusões como a de Camomila que tem efeito calmante. Algumas infusões também não devem ser consumidas como a de canela por ter um leve efeito ergogênico também.

Chás para crianças

As crianças não devem tomar nenhum tipo de chá até completar os 6 meses de vida. O leite materno consegue suprir todas as necessidades até essa faixa etária. Aliás, o que as crianças podem tomar são as infusões. Assim, os chás para crianças estão proibidos, sendo recomendados apenas por meio de orientação de nutricionista.

Como fazer chás saborosos?

Uma ótima maneira de potencializar o efeito do chá e deixar o sabor ainda melhor é fazendo uma mistura de ervas, o que podemos chamar de blend.

 

Você tem duas opções: fazer o seu próprio blend ou comprá-lo pronto.

 

Caso decida pela primeira opção, veja algumas ervas que podem ser combinadas: erva-doce, tomilho, hortelã, capim-limão e sálvia. Já as flores secas, você pode colocar camomila, jasmim, lavanda ou hibisco. E as especiarias como canela, baunilha em favas, cardamomo, gengibre seco e cravo-da-índia dão um toque a mais.

Para preparar o seu blend, você deve escolher qual será a erva principal que servirá de base. Você pode escolher algum tipo de chá. Depois, misture o blend. Para que o sabor fique melhor, o ideal é preparar o blend e deixá-lo armazenado em um pote de vidro para trazer mais harmonização e praticidade, por não haver necessidade de preparar várias vezes.

 

Referências:

1- ABREU, Luciana de. ESTUDO DO PODER ANTIOXIDANTE EM INFUSÕES DE ERVAS UTILIZADAS COMO CHÁS. 2013. Dissertação (Dissertação de Mestrado) – Programa de Pós-Graduação, Santa Maria, RS, 2013.

2- AZEVEDO, Auro Mauro; ALONSO, Neide Barreira; CABOCLO, Luís Otávio Sales Ferreira. O Uso da Medicina Alternativa e Complementar por Pacientes com Epilepsia: Risco ou Benefício? 2004. 4 v. Tese (Doutorado) – Curso de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2004. Cap. 10.

3- ONISHI, Shintaro; MEGURO, Shinichi; PERVIN, Monira; et.al. Extratos de Chá Verde Atenuam a Disfunção Cerebral em Camundongos SAMP8 Alimentados com Dieta Rica em Gordura Alimentar. 2019. 11 (4), 821.

4- LI, Yuan et al. Tea polyphenols: The application in oral microorganism infectious diseases control. Archives of oral biology, 2019.

5- WAŚKIEWICZ, Anna et al. Polyphenols and dietary antioxidant potential, and their relationship with arterial hypertension: A cross-sectional study of the adult population in Poland (WOBASZ II)Advances in clinical and experimental medicine: official organ Wroclaw Medical University, 2019.