Não é novidade que o mundo virtual tem se tornado cada vez mais importante para os profissionais, independentemente da área de atuação. Mas, com o aumento da tendência de blogueiras Fitness, revistas e portais de dieta, destacar o seu trabalho nas redes sociais tem realmente se tornado uma tarefa difícil para os nutricionistas. Por isso que as técnicas de Marketing Digital são cada vez mais necessárias para o profissional.

Se você quer investir na captação de novos pacientes por meio das redes sociais, confira algumas dicas para divulgação com marketing digital para nutricionista de sucesso.

1. Consultoria

Se você acredita que as plataformas não são amigáveis e não tem o habito de utilizar ferramentas digitais, inicialmente, cogite investir em uma consultoria para se familiarizar e conhecer as possibilidades e o diferencial que o marketing digital para nutricionista pode oferecer.

A consultoria pode orientar o gerenciamento de páginas, bem como propor e auxiliar em projetos e avaliar a receptividades dos assuntos a serem propostos. Vale lembrar que esse investimento é opcional e não precisa ser contínuo, destacando-se principalmente como opção para iniciantes.

2. Site

Além de investir em páginas nas redes sociais, é imprescindível que um profissional de nutrição crie um site próprio, a fim de ter um domínio próprio na Web. O espaço serve para mostrar as principais caraterísticas de seu trabalho, atividades e serviços oferecidos em seus consultórios ou espaços de maior porte. 

3. Blog

Devemos admitir que as redes sociais têm a mesma função de divulgação, mas os artifícios de atração podem variar. Além de criar um site, é conveniente que o nutricionista crie um blog, espaço que permite o compartilhamento de textos informativos, com mídias ilustrativas, como imagens e vídeos instrucionais e esclarecedores.

4. Redes sociais

Enquanto no blog é possível compartilhar conteúdos mais extensos, nas redes sociais, o ideal é apostar em postagens objetivas e de fácil entendimento. O Instagram foca em imagens, por isso, a recomendação é criar posts com imagens atraentes, mas texto reduzido.

O Facebook e suas fanpages permitem postagens com textos maiores, além de facilitarem o engajamento e as discussões de tópicos relevantes à nutrição, enquanto o Twitter limita os caracteres, mas também favorece com popularidade expressiva.

5. Parcerias

Principalmente para iniciantes, as parcerias podem ser convenientes para alavancar os acessos e as curtidas de suas postagens. O ideal é buscar se comunicar com profissionais e perfis que englobam um público em comum, permitindo que você tenha mais visualizações e recomendações positivas.

O investimento em parcerias pode ser variado, mas, em muitos casos, nada mais é do que intercâmbio de divulgação, havendo ganho para ambos os interessados.

Encontre perfis similares e faça menções e marcações, dessa forma, não só atrairá pacientes, como ainda obterá visibilidade para projetos de proporções maiores, como palestras, feiras ou congressos e eventos para o público do setor de nutrição.

6. E-mail marketing

De acordo com as parcerias, crie uma lista de contatos que permitirá a sua influência no campo de atuação. Essa lista pode ser utilizada para envio de e-mails periódicos que lembrarão os seguidores e pacientes de acessarem suas páginas e conferirem as suas novidades.

A periodicidade de postagens também deve ser priorizada nas redes sociais, pois favorecerá o tráfego de acessos e impulsionará as métricas e metas estabelecidas.