Mesmo que o mercado de alimentos funcionais, vitaminas e suplementos esteja bastante aquecido, em alguns casos pode ser um desafio encontrar produtos confiáveis e informações seguras.

Especialmente para pessoas que possuem restrições alimentares, se torna mais difícil ainda encontrar informações fidedignas condizentes com uma alimentação saudável.

Se você escolheu adotar um estilo de vida vegano ou uma dieta vegetariana, é importante dar atenção especial ao consumo de proteína. Pensando nisso, selecionamos informações relevantes acerca da proteína vegetariana e outros substitutos para a proteína animal. Veja mais!

A importância da proteína na alimentação vegetariana

Por desempenhar funções no sistema nervoso e imunológico e ainda contribuir para a formação dos músculos, a proteína é uma substância vital para o bom funcionamento do organismo.

Como a alimentação vegetariana não inclui o consumo de proteína animal, pode ocorrer da pessoa não conseguir dar ao corpo o aporte de proteína necessário para mantê-lo plenamente saudável.

Assim, surge a exigência de substituir a proteína animal por outra fonte proteica que supra as carências do organismo.

Como substituir a proteína animal pela proteína vegetal?

Uma das principais fontes de proteína são os alimentos de origem animal, por isso, para garantir a nutrição adequada, deve-se reconhecer que você precisará de substitutos vegetais para fornecer a porção ideal do nutriente para o corpo.

O seu cardápio deve ser composto de 10 a 35% de proteína. A recomendação é consumir, pelo menos, 0,8 gramas por cada kg do seu peso, diariamente. Ou seja, se você pesa 60 kg, deve calcular 0,8 x 60 = necessário ingerir 48g de proteína ao dia. 

Para ingerir essa quantidade ideal do nutriente e de maneira saudável, é fundamental escolher alimentos que disponham da proteína, e alguns deles são: ervilha, grão-de-bico, feijão, quinoa, arroz integral, gergelim, chia, tofu, leite vegetal (extrato de vegetais), oleaginosas (castanhas e nozes). 

Invista em uma avaliação de um profissional de nutrição

Os alimentos que citamos são apenas alguns exemplos de boas fontes de proteína que podem ser consumidos sem ferir os princípios da dieta vegana, no entanto, há uma infinidade de outras opções. E acredite: para escolher a combinação mais eficiente e conhecer a medida exata necessária para o consumo regular desses alimentos, é imprescindível consultar um nutricionista.

Somente um profissional habilitado será capaz de determinar as necessidades específicas do seu organismo, considerando suas características físicas e seu estilo de vida. Além disso, o nutricionista poderá elaborar uma sugestão de cardápio que contemple opções de substituição de um alimento por outro, mas sem prejudicar o atendimento às necessidades nutricionais diárias. Isso evitará que você fique enjoado por comer as mesmas coisas quase frequentemente.

Considere a suplementação

Mesmo com acompanhamento nutricional adequado e uma alimentação disciplinada, pode ser que seja necessário fazer uso de suplementação de proteína. Isso ocorre porque a proteína vegetal encontrada nos grãos, verduras, e leites vegetais, não possui o mesmo valor biológico da proteína animal, provocando um ligeiro deficit no aporte proteico.

A boa notícia é que o suplemento não precisa ser de origem animal. É possível suplementar proteína e garantir a saúde de quem opta por esse tipo de alimentação, por meio do consumo de shakes de proteína vegetal concentrada e isolada.

E outra notícia ainda melhor é que esses suplementos de proteína vegetal costumam ser produzidos sem glúten, sem lactose, sem conservantes,  sem corantes e sem adoçantes! Ou seja, um produto 100% puro e 100% vegetal, normalmente feito com proteína de arroz, batata ou ervilha, na forma isolada ou combinando esses alimentos entre si (exemplo: arroz e ervilha), isso enriquece a oferta de aminoácidos para o organismo.

Receitas de shakes com proteína vegetariana

Mousse de café, canela e pasta de amendoim

Ingredientes:

  • 2 bananas congeladas 🍌;
  • 1xicara de café ☕;
  • 1 colher de sopa de pasta de amendoim;
  • 1colher de chá canela;
  • 1 Scoop de VegProtein Vhita;

Modo de preparo: bater tudo no liquidificador.

Shake de maçã e ameixa

Ingredientes

  • 1 colher de linhaça triturada;
  • 1 Scoop de proteína vegetariana;
  • 1 colher de mel;
  • 150ml de leite de amêndoas ou o da sua preferência;
  • meia maçã;
  • 1 ameixa preta;

Modo de preparo: bater todos os ingredientes no liquidificador e acrescente gelo se desejar.

Shake de frutas vermelhas

Ingredientes

  • 1 Scoop de proteína vegetariana;
  • 1/2 copo de água;
  • 1/2 copo de suco de uva integral;
  • 1 xícara de chá de frutas vermelhas congeladas;
  • chia salpicada para servir;

Modo de preparo: bater todos os ingredientes no liquidificador e acrescente gelo se desejar. Servir com a chia salpicada.

Agora que você já sabe a importância da proteína na sua dieta vegetariana, entre em contato com a Vhita para ter acesso aos melhores alimentos, proteínas, suplementos vegetarianos e vitaminas para cuidar da sua saúde e te encaminhar aos seus objetivos!