Vitamina C injetável | Qual a melhor maneira de suplementar?

| | ,

Talvez você já tenha ouvido falar em vitamina C injetável, mas será que essa é uma boa ideia? Veja mais informações sobre esse método e saiba qual a melhor maneira de suplementar a vitamina C.

Vitamina C injetável 

Antes de mais nada, já te adiantamos que a vitamina C injetável só é recomendada para casos específicos. Embora em tratamentos estéticos esse uso seja comum, ele não é indicado por profissionais e pesquisadores da área da saúde.

Não existem estudos que comprovam sua eficácia e aplicar uma injeção de vitamina C pode ser perigoso, pois como qualquer tratamento que envolva injeções, você corre o risco de adquirir alguma infecção por causa do uso de agulhas.

A vitamina C injetável só deve ser utilizada em hospitais, em procedimentos realizados por médicos e em casos de extrema necessidade.

Por exemplo, alguns pacientes com câncer fazem tratamento com uso da vitamina C injetável, mas sempre com uma recomendação médica e acompanhados por profissionais.  

Então, nosso alerta é: só faça esse procedimento se houver uma indicação médica. Caso contrário, não se arrisque, pois esse método não é recomendado e pode ser perigoso. 

Como tomar vitamina C?

Falamos acima que a vitamina C injetável não recomendada para suplementação, mas qual seria a melhor opção? Veja abaixo os principais formatos de vitamina C.

Comprimidos efervescentes: essa é uma apresentação muito comum da vitamina C, uma das mais utilizadas e também uma das mais baratas. Porém, não é a melhor opção, já que os comprimidos comportam uma quantidade muito pequena de vitamina C, então têm baixa concentração desse nutriente. 

Vitamina C em pó: essa forma pode ser eficiente, mas deve ser usada com cuidados, pois o nutriente pode perder suas propriedades. Pois devido ao contato com a luminosidade e umidade, as concentrações de Vitamina C podem diminuir no suplemento. 

Vitamina C líquida: a vitamina C líquida é muito encontrada em cremes e produtos estéticos, que são aplicados na pele diretamente.

Contudo, pesquisadores da área não indicam a suplementação de vitamina C dessa forma, pois quando esse nutriente é aplicado na pele, ele não vai ser bem absorvido pelo corpo, já que não entra em contato com a corrente sanguínea. 

Vitamina C em comprimido: essa é a melhor maneira de se tomar um suplemento de vitamina C, dessa forma é possível consumir altas concentrações do nutriente, com apenas um comprimido. Além disso, os suplementos em comprimido promovem alta absorção no organismo.

Efeitos colaterais da vitamina C 

A vitamina C, em si, não causa efeitos colaterais, pois é um nutriente importante e necessário para o corpo humano. Porém, o excesso dessa vitamina pode trazer algumas complicações. 

Mas não se preocupe, atingir o excesso de vitamina C é complicado, você precisaria consumir doses muito altas desse nutriente. Por exemplo, para atingir o excesso de vitamina C por meio da alimentação, você teria que comer o equivalente a 1 kg de acerola, por dia, durante muito tempo. 

Já por meio da suplementação, você teria que ingerir cerca de 10 g de vitamina C, por dia, o que é uma quantidade bem alta, levando em conta que a dose indicada é de 1 g diariamente. 

Mas caso você atinja esses níveis, alguns sintomas podem surgir, os mais relatados são enjoo e dores de cabeça. E se não tratado, excesso de vitamina C pode causar pedras nos rins. 

Doses recomendadas de vitamina C

Você já sabe qual a melhor maneira de tomar Vitamina C e o que seu excesso pode causar, agora vamos te contar o quanto você deve tomar para garantir os benefícios desse nutriente, sem complicações.

A quantidade mínima de vitamina C recomendada pelos órgãos de saúde, é de 90 mg, por dia, para homens, 75 mg para mulheres e 50 mg para crianças. 

E para a suplementação, a dose mais indicada é de 1 g de vitamina C, por dia, com essa quantidade você atinge os níveis necessários do nutriente e adquire seus benefícios, com segurança. 

Mas sempre recomendamos que você vá a um profissional de saúde para tomar a quantidade recomendada de vitamina C e de maneira correta para evitar complicações.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar a melhor vitamina C do mercado?

Referências:

CHAVES, KEITLEN LARA LEANDRO; MAIA, Fernanda Alves; ALMEIDA, Maria Tereza Carvalho. Efeitos da deficiência e do excesso de vitaminas no organismo. Anais do VIII Fórum FEPEG, p. 24-27, 2014.

SANTOS, Jordana Tres et al. OS EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO COM VITAMINA C. Revista Conhecimento Online, Novo Hamburgo, v. 1, p. 139-163, jan. 2019. 

 

 
Anterior

Ômega 3 é bom pra memória? Confira essas e outras informações aqui

Pé de galinha tem colágeno? E gelatina?

Próximo

2 comentários em “Vitamina C injetável | Qual a melhor maneira de suplementar?”

Deixe um comentário