A inclusão de suplementos proteicos para adequar a alimentação é um hábito muito comum no dia a dia de nutricionistas e outros profissionais que trabalham com nutrição.

Esses suplementos ajudam a equilibrar o consumo de proteínas em indivíduos com baixa ingestão proteica. Ou daqueles que praticam exercícios, e necessitam de maior consumo de proteínas.  

Um suplemento proteico amplamente utilizado é o whey protein, em sua forma concentrada.

Que tal aprender mais sobre o whey protein concentrado, como utilizar e seus benefícios para a saúde?

O que é whey protein?

O whey protein é um suplemento alimentar de proteína desenvolvido a partir do soro de leite integral da vaca. Resumidamente, a proteína encontrada nesse soro é considerada uma proteína de alto valor biológico. Ou seja, completa com aminoácidos fundamentais para a boa saúde, e para o desenvolvimento da massa muscular. 

Existem três tipos clássicos de whey protein que você pode encontrar: o hidrolisado, o isolado e o concentrado. Também são produzidos na forma de pó e tradicionalmente adicionados em água para consumo rápido. Ou também em receitas do dia a dia para aumentar o valor proteico consumido por um indivíduo.

O que é o whey protein concentrado?

O whey protein concentrado é o tipo de whey mais encontrado no mercado. Ele é tão popular por conta de seu baixo custo de aquisição em relação aos outros, e também por ter boa eficiência na função de repor a ingestão proteica diária.

A principal diferença do whey protein concentrado para os outros whey proteins é sua concentração de proteína de soro do leite. No whey concentrado, cerca de 70 a 80% de sua composição é feita de proteína de soro do leite. Os outros 20 a 30% são compostos por lipídeos e carboidratos.

Essa composição permite que o valor de produção do suplemento seja mais baixo (já que as proteínas são mais “caras”). Mas ainda assim, garante um bom resultado para quem busca tanto o ganho de massa muscular quanto para quem busca os demais benefícios. 

Outra característica importante do whey protein concentrado, quando comparado com os outros tipos de whey, é a sua velocidade de absorção pelo corpo.Já que esse suplemento contém carboidratos e proteínas, esse whey tem uma absorção discretamente mais lenta do que as outras versões.

Mas isso não significa que ele é inferior no aspecto nutricional. Pois essa combinação resultado em um melhor aproveitamento pelo organismo. 

Para quem o whey protein concentrado é indicado?

O whey protein concentrado é indicado para qualquer tipo de pessoa que tenha uma ingestão proteica insuficiente ou elevada necessidade nutricional de proteína.

Como por exemplo: praticantes de exercícios, pessoas com necessidades elevadas de proteínas devido quadros clínicos, ou aqueles que buscam por uma dieta mais equilibrada.

O whey concentrado só não deve ser usado quando é necessário a reposição imediata do volume proteico após a ingestão, ou possui grave intolerância a lactose. Nesses casos, as versões hidrolisadas e isoladas são as melhores alternativas, além do whey protein de origem vegetal.

O que a ciência diz sobre o uso do whey protein concentrado?

A aplicação do whey protein na alimentação de quem tem demanda proteica elevada já é amplamente conhecida pela ciência da nutrição. Já que esse é um dos suplementos mais populares para a reposição de ingestão de proteína em diversas situações.

Além de boa fonte de aminoácidos de alto valor biológico, o whey protein é uma ótima opção para garantir a ingestão de vitamina B12, cálcio e outros minerais importantes. Sendo classificado como um suplemento importante para quem precisa obter uma alimentação mais equilibrada. 

Não apenas para garantir o consumo adequado de proteínas, o whey protein também é um suplemento que pode favorecer outros aspectos da saúde humana. 

Um bom exemplo é o fortalecimento do sistema imunológico. Pessoas que estão com a imunidade baixa, conseguem se beneficiar dess suplemento por estimular a produção de imunoglobulinas, céluas fundamentais para a boa imunidade. 

Além disso, por serem ricas em cisteína e glutamato, elas podem auxiliar na modulação de várias situações de estresse.

No caso de doenças neurodegenerativas, como a doença de Alzheimer, Parkinson, encefalopatia espongiforme transmissível, doenças do neurônio motor, Huntington e Ataxia espinocerebelosa o whey protein exerce um efeito protetor. 

Estudos em animais tem demonstrado que a suplementação de whey protein concentrado pode fornecer importante papel protetor no controle doavanço de doenças neurológicas como essas mencionadas.  

Como posso tomar o whey protein concentrado?

O uso de qualquer suplemento alimentar, inclusive o whey protein, demanda a avaliação por um profissional da saúde, como nutricionista ou médico.

O motivo dessa avaliação é que apenas esses profissionais são capazes de avaliar o perfil nutricional do paciente e indicar, não apenas se ele realmente necessário, como em qual frequência e volume. Por isso, se você tem pensado em utilizar o suplemento, é importante entender em qual contexto e objetivo utilizar.  

A partir daí poderá escolher dentre as opções de sabor (que hoje são várias) do produto que vai adicionar na sua alimentação e até mesmo como fazer para introduzi-lo na sua rotina.

 

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um whey protein de altíssima qualidade?

 

Referências:

BARTH, C. A.; BEHNKE, U. Nutritional physiology of whey and whey components. Die Nahrung, v. 41, n. 1, p. 2-12, 1997.

BELL, Stacey J. Whey protein concentrates with and without immunoglobulins: a review. Journal of medicinal food, v. 3, n. 1, p. 1-13, 2000.

GARG, Geetika et al. Whey protein concentrate supplementation protects rat brain against aging-induced oxidative stress and neurodegeneration. Applied Physiology, Nutrition, and Metabolism, v. 43, n. 5, p. 437-444, 2017.