Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Whey protein: o que é, quais tipos e para o que serve?

Whey protein: o que é, quais tipos e para o que serve?

O que é Whey e para que serve.
5 minutos de leitura

O whey protein é a proteína do soro do leite. O uso do suplemento têm como objetivo aumentar a massa muscular, melhorar a disposição durante o treino, contribuir no processo de emagrecimento, entre outros. 

Se engana quem pensa que o whey protein é um suplemento indicado somente para praticantes de atividades físicas. Na verdade, tanto crianças a idosos podem consumir com o objetivo de adequar a quantidade de proteínas na dieta.

No vídeo a seguir a Dra. Priscila Gontijo explica um pouco mais sobre os principais benefícios do Whey Protein:

O que é o Whey Protein?

O Whey Protein é um suplemento alimentar desenvolvido a partir do soro do leite integral da vaca.

É uma proteína de alto valor biológico, ou seja, facilmente absorvida pelo organismo e utilizada em diversas funções corporais.

O suplemento é encontrado, tradicionalmente, no formato em pó. E para o consumo, é recomendado a diluição em água ou adicionado em receitas diversas para aumentar o valor proteico das mesmas. 

Mas além do formato tradicional, você também encontra a adição de whey protein a alimentos. Como por exemplo: iogurtes enriquecidos com whey protein, barras de cereais, pasta de amendoim, etc. 

Quais são os principais tipos de whey protein?

Existem três principais tipos de whey protein: concentrado, isolado e hidrolisado.  Cada uma delas conta com características diferentes de composição, absorção, funcionalidade (e, é claro, também se diferem quanto ao preço).

Tipos de whey protein

Whey protein concentrado

O suplemento de whey protein concentrado é o tipo mais simples do produto e o que tem menor custo de aquisição. Esse suplemento tem como principal característica a concentração de proteína de soro do leite, que chega a 70 ou 80% da composição total do alimento.

Os outros 20 a 30% do suplemento são constituídos de carboidratos – característica que justifica seu valor comercial mais baixo do que as outras versões do suplemento.

O whey protein concentrado é absorvido pelo nosso organismo em até 1h após o consumo. Portanto, é suficiente para os praticantes de atividade física que desejam ganhar massa muscular, aumentar a oferta de proteínas na alimentação ou que está seguindo uma dieta para perda de peso. 

Whey protein isolado             

Esse tipo de suplemento de whey protein é considerado uma versão mais “pura” do alimento, por contar com pelo menos 90% de sua composição feita de proteínas do soro do leite.

Ao contrário do whey concentrado, esse suplemento conta com, no mínimo, 90% de sua composição na forma de proteína, sendo considerado livre de carboidratos e gorduras.

Em termos de absorção, o whey protein isolado leva quase o mesmo tempo do whey protein concentrado para ser absorvido no organismo. Entretanto, costuma ser mais caro que o whey concentrado devido o processo de isolamento da proteína, retirando os carboidratos e gorduras.

Whey protein hidrolisado

O whey protein hidrolisado conta com a alta concentração de proteínas em sua composição, assim como a versão isolada. Mas tem uma característica especial: as moléculas proteicas passaram pelo processo de hidrólise.

Hidrólise é o nome dado ao processo de quebra da molécula de proteína, deixando-a fracionada em “pedaços” menores.

Esses pequenos pedaços tornam a proteína ainda mais fácil de ser absorvida e metabolizada pelo organismo, tornando o processo de utilização pelo metabolismo mais rápido. Por conta deste processo, dos três tipos, o hidrolisado tem o preço mais alto. 

Quais são os benefícios de usar o Whey Protein?

O uso de qualquer suplemento proteico, inclusive o whey protein, só deve ser considerado quando existe uma ingestão insuficiente de proteínas na alimentação de qualquer indivíduo.

O consumo insuficiente pode ser causado por uma demanda aumentada do nutriente (como no caso da prática de atividades físicas ou de um quadro clínico específico) ou até mesmo por um consumo abaixo do esperado na alimentação do dia a dia.

Veja o infográfico, a seguir, com os principais benefícios da suplementação de whey protein para os diferentes ciclos da vida:

Benefícios do Whey Protein

A principal função do whey protein, em qualquer situação, é ajustar o consumo de proteína na alimentação de um indivíduo. Os outros benefícios que podem ser obtidos com esse ajuste de consumo são:

Recuperação muscular

O whey protein é o suplemento de absorção rápida que é indicado para quem precisa trabalhar a reposição muscular. Seja ela causada por uma atividade física intensa, como por quem apresentou algum quadro clínico que resultou nessa situação. 

Função antioxidante importante

O consumo de whey protein tem sido relacionado com o aumento da atividade antioxidante do organismo. Auxiliando não apenas na recuperação muscular, mas também na redução dos efeitos colaterais produzidos pelos radicais livres. Especialmente, àqueles relacionados com a prática de atividades físicas.

Como consumir whey protein da maneira correta?

O volume de consumo de whey protein é calculado de maneira individualizada para cada pessoa. Considerando características nutricionais, objetivos e necessidades.

Por isso, a forma mais assertiva de saber o quanto é necessário consumir o suplemento – e como fazer isso – é realizando um acompanhamento com um profissional especializado que vai indicar as quantidades necessárias. 

Esse profissional fará a sua avaliação completa e, de acordo com ela, vai determinar um volume eficiente e seguro de consumo dessa proteína no seu dia a dia. Além de respeitar também seus hábitos alimentares.

Quer saber mais?

Referências:

KERI MARSHALL, N. D. Therapeutic applications of whey protein. Alternative medicine review, v. 9, n. 2, p. 136-156, 2004.

MORR, Charles V.; HA, E. Y. W. Whey protein concentrates and isolates: processing and functional properties. Critical Reviews in Food Science & Nutrition, v. 33, n. 6, p. 431-476, 1993.

FISCHBORN, Simone Cristina. A influência do tempo de ingestão da suplementação de whey protein em relação à atividade física. RBNE-Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 3, n. 14, 2012.

3.6/5 - (5 voto(s))
Priscila Gontijo Correa

Nutricionista e Mestre em Ciências pela UNIFESP.

Experiência acadêmica em pesquisa científica. Atua como professora convidada em cursos de graduação e pós graduação na área da saúde.

Profissional com sólida formação em pesquisa e inovação. Atua na interseção entre o desenvolvimento de produtos com base em ciências e inovação para a saúde, e o marketing de conteúdo.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.