BCAA injetável? Saiba tudo com a Dra. Raquel Campos

| | , ,

Os suplementos de aminoácidos de cadeia ramificada, o BCAA, é composto pelos aminoácidos: leucina, isoleucina e valina.

Esses aminoácidos são classificados como essenciais. Isto é, significa que o nosso corpo não os produzem normalmente. Portanto seu consumo deve ser realizado através da alimentação ou da suplementação para desempenhar suas funções no organismo.

Com relação ao seu consumo através da suplementação, é considerado um suplemento polêmico na área científica. Já que seus resultados mostram tanto benefícios quanto a ausência deles. Mas nenhum tipo de efeito colateral é observado.

Esses estudos, avaliam principalmente questões que envolvem o ganho de massa muscular e a melhora da performance atlética. Ou seja, um suplemento comum para praticantes de atividade física, que buscam melhoras estéticas e esportivas.

E também para idosos e algumas doenças que envolvem a perda de massa muscular como a sarcopenia, questões articulares e até mesmo quadros que envolvem problemas hepáticos.

O consumo mais comum é através do suplemento em pó ou em cápsulas. Porém recentemente, inventaram o BCAA injetável.

Essa forma de utilizar o BCAA vem se popularizando, mas o que se sabe sobre seus verdadeiros benefícios?

Saiba aqui tudo sobre o BCAA injetável e o que as fontes confiáveis tem a te dizer. Ou seja, o que a comunidade científica já estudou sobre o BCAA injetável.

BCAA injetável – O que é?

O BCAA injetável é uma injeção de bcaa, utilizado de forma intramuscular, considerado uma “intradermoterapia”. 

Atualmente, bastante comercializado por clínicas de estéticas com alegações de resultados melhores e mais rápidos.

O BCAA injetável é comercializado até agora, sem nenhum estudo científico comprovando seus benefícios.

Ou seja, não é recomendado por profissionais da área da saúde realmente qualificados. Como médicos e nutricionistas.

Qual a composição de um BCAA injetável?

Em sua composição, além dos aminoácidos de cadeia ramificada, outros compostos estão presentes. Os quais a indústria farmacêutica alega potencializar o ganho de massa muscular quando associados ao BCAA.

Como por exemplo: L-Arginina, L-Carnitina, L-Ornitina, Zinco Sulfato, Cloreto de Magnésio e Vitamina B6.

Porém os valores de cada componente não são divulgados. Apesar de entendermos a questão comercial, a literatura científica é bem específica com relação a proporção de aminoácidos de cadeia ramificada presentes na formulação.

Pois existem doses específicas para obter resultados com relação ao ganho de massa magra. (Veja as recomendações nos próximos tópicos)

Portanto, além de não ser recomendado a utilização de BCAA injetável, não existe também, nenhum estudo científico que comprove que essa combinação de micronutrientes de fato promova o resultado de aumento da síntese proteica e ganho de massa muscular.

BCAA injetável funciona?

Não podemos afirmar que funciona nem que não funcione. Porém, pensando em segurança e resultado, o ideal é o consumo do BCAA via oral. Portanto nada de injetável.

O suplemento de BCAA, de acordo com cientistas e os resultados encontrados, é melhor quando consumido em pó e diluído em água.

Quais são os riscos de utilizar o BCAA injetável

Os riscos envolvendo essa moda são os que envolvem a injeção. Casos de infecção são comuns, principalmente na região em que foi administrado o BCAA injetável. Além do risco de agulhas não estéreis e contaminação de doenças graves como o HIV e hepatite.

Além de possível sensação de dor quando aplicada por profissionais com pouca experiência.

Qual a melhor forma de consumir BCAA

Segundo os especialistas, a recomendação é do consumo de BCAA em pó. Por ser a forma de suplementação mais estudada e também por evitar o consumo de grandes quantidades de cápsulas para atingir a dosagem recomendada.

Quais são os principais benefícios do BCAA

Os resultados com a suplementação exclusiva de BCAA são contraditórios. Como mencionado anteriormente, apesar de não apresentar efeitos colaterais e serem seguros para a saúde. Mas alguns benefícios são divulgados e não possuem comprovação científica e devem ser desencorajados.

Para isso listamos os 4 principais benefícios do BCAA que possuem evidências científicas confiáveis. E também aqueles que não possuem.

Benefícios do BCAA:

  • Redução na dor muscular;
  • Auxílio na recuperação após exercícios de intensidade moderada;
  • Melhora das dores articulares em mulheres;
  • Diminui o cansaço durante o exercício.

Agora, os principais benefícios que são divulgados e que não possuem suporte científico para a recomendação do BCAA, são:

  • Emagrecimento;
  • Perda de gordura corporal.

Doses recomendadas para a suplementação de BCAA

As doses mais utilizadas variam de 1,2 g até 10 g. E a melhor composição entre os aminoácidos de cadeia ramificada observados são de 2:1:1, que significa o dobro leucina, para valina e isoleucina respectivamente.

Consumido em pó com diluição de 100 a 250 ml de água.

Portanto é fundamental analisar a composição do suplemento escolhido, priorizando 2:1:1 (leucina, valina e isoleucina) com dose média de 4 a 7 g de aminoácidos.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de BCAA de altíssima qualidade?

Referências:

RAHIMI, Mohammad Hossein et al. Branched-chain amino acid supplementation and exercise-induced muscle damage in exercise recovery: A meta-analysis of randomized clinical trials. Nutrition, v. 42, p. 30-36, 2017.

WATANABE, Selma Chiyoko. Efeitos da suplementação de aminoácidos de cadeia ramificada para o aumento de massa muscular e redução da gordura corporal: uma revisão sistemática. 2017. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

 
Anterior

Whey protein concentrado, o que você precisa realmente saber!

Ômega 3 e corrida de rua| Nutricionista Raquel Campos

Próximo

14 comentários em “BCAA injetável? Saiba tudo com a Dra. Raquel Campos”

  1. Deus me livre BCAA injetável!! De agulha já me bastam os exames de sangue uma vez por mês hahaha
    Sou bem mais o BCAA em pó saborzinho limão que é uma delícia!!

    Responder
    • Nós concordamos 100% com você Gabi! Agulha só se tivermos um bom motivo para isso, como a comprovação científica haha (que o BCAA injetável não tem rs)

      Responder
    • Sim Felipe! Baseado nos estudos científicos, o suplemento de BCAA em pó é o melhor, sem contar que te poupa de ingerir vários comprimidos de uma vez para atingir as doses recomendadas rs.
      Um suplemento muito comum para o ganho de massa muscular é o Whey protein! Caso ainda não conheça esse suplemento, da uma conferida nesse texto:https://blog.vhita.com.br/whey-protein-tudo-o-que-voce-precisa-saber/

      Lá você vai tirar todas suas dúvidas! Mas caso surjam outras dúvidas, nos escreva =)

      Responder
  2. Um médico do esporte me fez a recomendação do BCAA injetável para ajudar na recuperação e ganho de massa. Mas agora estou relutante em utilizar sabendo que não existe nenhuma comprovação científica de que esse suplemento vai mesmo me ajudar

    Responder
    • Converse com o seu médico Daniel, além de não ter benefícios comprovados, o tratamento seria muito mais caro do que a utilização da suplementação em pó.
      Qualquer dúvida,
      Estamos a disposição!

      Responder
  3. Finalmente encontrei um conteúdo relevante sobre BCAA injetável. Um absurdo saber que tantos profissionais utilizam dessa forma de suplementar sabendo que não existe nenhum embassamento científico para isso

    Responder
    • Sim Jônatas, nos ajude a passar conhecimento de qualidade!
      Ficamos felizes em ver que outros profissionais se importam com a segurança e eficiência em suplementar, e não prescrevem qualquer modismo.
      Qualquer dúvida,
      Estamos a disposição =)

      Responder
    • Holaa Jorge!
      cómo estás?
      Gracias por su interés, el equipo de servicio ya se está contactando con usted =)
      Sigue leyendo el blog! ¡Tenemos nuevo contenido todos los días =)
      Nosotros apreciamos

      Responder
  4. Meu Deus quanta asneira, e ainda tem jumento que acredita nessa merda, me mostra a resolução da ANVISA que mostre alguma coisa a respeito de BCAA injetável.

    Responder
    • Exatamente Weber!
      Como a Dra explica, não é recomendado o uso de aminoácidos injetáveis, pois esses podem oferecer diferentes riscos a saúde :/

      Responder

Deixe um comentário