No post especial de hoje, vamos explicar tudo sobre o BCAA (sigla do inglês para Branched-Chain Amino Acids), cuja tradução se refere aos famosos aminoácidos de cadeia ramificada – os quais incluem a leucina, a valina e a isoleucina – que nada mais são do que pequenos compostos que fazem parte da composição de diferentes proteínas e, apresentam  uma série de benefícios o organismo.

E para conhecer mais sobre a importância e a eficácia desse rico complemento alimentar, bem como os benefícios do seu consumo para o corpo e a saúde, é só conferir as informações valiosas que destacamos a seguir. Acompanhe!

 

 

O que é BCAA?

Todas as proteínas são formadas pela combinação de até 20 tipos de aminoácidos, o quais se diferenciam de acordo com a produção própria ou não pelo corpo humano. Assim, existem 11 aminoácidos não essenciais, aqueles que são produzidos pelo metabolismo, e 9 aminoácidos essenciais, os quais não são produzidos pelo corpo humano, precisando vir através da alimentação e ou suplementação.

Entre os aminoácidos essenciais, 3 deles possuem uma estrutura ramificada, são eles a leucina, a valina e a isoleucina, grupo caracterizado como BCAA. Os aminoácidos de cadeia ramificada estão presentes naturalmente  em alimentos proteicos, como, por exemplo: carnes, ovos, frango, leite e grãos.

Mas, também é possível encontrar o BCAA na forma de suplementos em cápsulas, em pó ou líquido – o que facilita, inclusive, a praticidade do seu consumo –, sendo ideal para quem busca (e precisa) reforçar a alimentação para melhorar a produção de proteínas pelo corpo.

bcaa

Algumas estratégias nutricionais, utilizam o suplemento de BCAA especialmente para garantir mais energia e proteínas para o organismo. Afinal, com tais ganhos, é possível contar com um maior crescimento e fortalecimento da musculatura.

Não é à toa, portanto, o BCAA compor a lista dos nutrientes mais indicados para quem pratica exercícios físicos com regularidade e, claro, deseja ganhar músculos mais fortes e definidos, conforme afirma este importante estudo(1).

No entanto, antes de começar a investir no suplemento, é bacana saber como ele pode auxiliar – e ser benéfico – para o organismo. É isso que você descobre a seguir:

 

Para que serve o BCAA?

A função especial dos aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) no nosso organismo é ajudar as células do nosso corpo a produzirem proteínas e, com isso, auxiliar na reconstrução muscular.

Vale lembrar que a contribuição do BCAA complementa uma quantidade importante correspondente a 1/3 dos aminoácidos necessários para a formação das proteínas. É, portanto, significativo para garantir a produção proteica adequada para o nosso organismo. 

E não é só isso: além de fornecer os aminoácidos necessários para turbinar a musculatura, o BCAA promove efeitos positivos na redução da fadiga durante os treinos – aumentando os níveis de energia do corpo. Isso acontece devido a sua ação no organismo, a qual também estimula a produção de insulina (hormônio que permite a entrada de glicose nas células), promovendo um maior – e melhor – desempenho físico.

Isso explica, a popularidade desse suplemento entre os praticantes de atividade física – principalmente para aqueles que pretendem obter melhor performance nos treinamentos.

tomar bcaa

Além desses efeitos proporcionados pelo BCAA, é bom saber que a sua contribuição ao organismo também se estende a outros importantes ganhos para o corpo e à saúde. Veja quais são:

 

Os benefícios do BCAA

  • Promove um ótimo ganho de massa muscular:

O aumento da musculatura é destaque entre os benefícios do BCAA. Afinal, os aminoácidos essenciais são fundamentais para a eficácia do processo de síntese de proteínas, o qual contribui na construção (e fortalecimento) dos músculos.

  • Possui rápida absorção:

Tal benefício proporciona um ganho mais rápido de energia e isso, claro, melhora o desempenho nos treinos. Como isso acontece? Os aminoácidos essenciais do BCAA são de baixo peso molecular e, com isso, conseguem chegar rapidamente nos músculos – e ajudar no importante reparo e formação de proteínas nos tecidos musculares.

  • Reduz a fadiga, aumentando o rendimento físico:

O ganho de energia proporcionado pelo BCAA atua de maneira eficiente na redução da fadiga durante a prática de exercícios – especialmente nos treinos mais longos e intensos. Estudos demonstram, inclusive, que os efeitos desse suplemento agem, positivamente, no cérebro, reduzindo a concentração de hormônios (serotonina) que causam a sensação de cansaço. Portanto, contar com este gás extra é a garantia de um melhor rendimento nos treinos.

  • Ajuda a evitar a perda de massa muscular:

O consumo de BCAA aumenta a síntese de proteínas e, como resultado, reduz a possibilidade de catabolismo (processo que leva à perda de massa muscular). Esse benefício, inclusive, é comprovado em importantes estudos, como o publicado no The Journal of Nutrition. Os pesquisadores constataram a ação positiva dos aminoácidos que compõem o BCAA (especialmente a Leucina) com efeitos benéficos para reduzir o desgaste do tecido muscular.

  • Reduz as dores:

Este é mais um ganho atribuído ao uso do BCAA. Seu consumo no pré-treino ajuda a diminuir possíveis dores musculares, sobretudo, após a execução de exercícios mais pesados, os quais exigem maior esforço físico. Sua ação reduz os danos musculares e, com isso, favorece a boa recuperação.

  • Auxilia nos tratamentos de reabilitação:

Além de contribuir com bons resultados na prática esportiva, o BCAA também é um importante aliado nos tratamentos que visam aumentar a mobilidade corporal. Portanto, em pacientes que apresentam esse tipo de restrição física (especialmente idosos), a suplementação também se mostra eficaz para melhorar a qualidade – e a recuperação – dos movimentos.

  • Previne doenças hepáticas:

Um estudo (2) recente descobriu que a suplementação com BCAA pode ser benéfica em pacientes com cirrose hepática. Segundo os pesquisadores, o seu consumo demonstrou eficiência para minimizar a entrada de substâncias tóxicas (aminas) no sistema nervoso central. Com isso, oferece efeitos benéficos sobre os sintomas da doença.

  • Aumenta a imunidade:

A suplementação com o BCAA, após a prática de exercícios prolongados, aumenta a concentração de aminoácidos produzidos naturalmente pelo corpo (como a glutamina). Com isso, há um importante estímulo nas células de defesa do organismo, favorecendo, assim, o sistema imunológico.

 

Como tomar o BCAA?

De modo geral, a recomendação para obter os melhores resultados, é tomar o BCAA antes do treino. Dessa maneira, o corpo tem mais força e energia muscular para a execução dos exercícios.

No entanto, é importante saber que esse consumo pode variar de acordo com o objetivo de cada pessoa: se o meta, por exemplo, é focar na hipertrofia (músculos grandes), a ingestão do BCAA pode ser recomendada antes e após o treinamento.

Como você pode perceber, tal consumo pode variar de pessoa para pessoa. Afinal, as nossas necessidades nutricionais são individuais e, por essa razão, o uso do BCAA precisa estar alinhado com o perfil e necessidade de quem deseja incorporar esse suplemento na rotina alimentar.

Isso significa que para obter os melhores resultados e máximo desempenho com o uso do BCAA, é preciso antes, considerar alguns fatores importantes como:

  • Idade
  • Composição corporal
  • Sexo