Ter uma alimentação saudável, além de suprir as necessidades básicas do organismo, previne e trata doenças crônicas. Nesse contexto, alguns nutrientes e compostos bioativos se destacam por estimularem benefícios específicos.

Infusões de chás são ótimas opções para oferecer compostos bioativos de forma natural e sabor mais agradável ao organismo! Veja alguns chás estimulantes conhecidos na cultura brasileira que merecem ser destacados:

Chá preto

O chá preto, produzido a partir da planta Camellia sinensis, se diferencia dos demais tipos de chá provenientes dessa planta por causa do processo de fermentação.

Em sua composição, o chá preto contém um aminoácido denominado L-teanina, o qual desempenha importante função no cérebro, aumentando os níveis de determinados neurotransmissores que estão intimamente ligados à sensação de relaxamento.

Conheça os principais efeitos que o consumo regular do chá preto pode te proporcionar:

  • Melhora do aprendizado: Por conta do seu estímulo cerebral, a L-teanina tem sido recentemente relacionada com o aumento da habilidade de aprendizado e à indução do relaxamento, possivelmente devido ao seu efeito na produção de serotonina, dopamina e outros neurotransmissores responsáveis por tais condições.

  • Protege o cérebro: Além de suas propriedades em combater a ansiedade, a L-teanina é considerada uma substância neuroprotetora, devido ao bloqueio de estimulação cerebral desencadeado por excesso de glutamato, que, em longo prazo, pode desenvolver distúrbios relacionados a doenças neurológicas degenerativas.

Chá de gengibre

O chá de gengibre contém propriedades antioxidante, anti-inflamatória e antimicrobiana, o consumo regular do chá protege o organismo de reações deletérias, além de ser considerado um termogênico natural.

  • Trata inflamações: Utilizado também na culinária, o gengibre pode auxiliar no tratamento de condições como artrite e lesões ou inflamações que acometem as articulações.

  • Combate a dores – Se combinado com limão e mel, o gengibre pode ser conveniente para o tratamento de dores de garganta, tendinite e até mesmo dente. Se unido ao cravo da índia, pode ser um excelente antisséptico, analgésico e cicatrizante.

O chá dessa erva é contraindicado para pessoas que fazem uso de remédios anticoagulantes ou tenham pedras na vesícula, além de mulheres em fase de amamentação e gestantes.

Chá de cúrcuma

A cúrcuma é um tipo de especiaria que fornece grande quantidade de vitaminas e minerais, com destaque ao potássio, que auxilia no controle da pressão arterial e na prevenção de doenças neurodegenerativas. Apresenta também potente ação antioxidante, por conta da presença de vitaminas C e E!

  • Efeito analgésico: A ação da curcumina se assimila à do ibuprofeno. Seu uso medicinal é muito comum na medicina da China e Índia. A indicação do chá dessa erva é para reduzir os sintomas de inflamações intraoculares e nos rins.

O recomendado é consumir de 400 a 600 gramas por dia, no máximo. O consumo é contraindicado para alérgicos a ibuprofeno.

Chá de canela

Esta especiaria originária da Ásia, também, contribui para o emagrecimento por exercer uma ação direta sobre a termogênese corporal.

  • Prevenção de doenças crônicas: A canela auxilia na prevenção do desenvolvimento de diabetes, controlando os níveis de glicose no sangue e aumentando a sensibilidade à insulina.

  • Antioxidante: A canela é recomendada pela excelente ação antioxidante, atuando principalmente sobre o sistema digestivo. Pode-se notar benefícios ainda para prevenir doenças crônicas e prevenir o envelhecimento precoce.

  • Anti-inflamatório: O efeito anti-inflamatório também equilibra os níveis de colesterol bom e ruim, reduzindo a incidência de desenvolvimento de doenças cardíacas.

Chá de pimenta caiena

Também conhecida como “pimenta dedo de moça”, é comumente utilizada na gastronomia de países como Índia, México e EUA.

A erva é indicada para reduzir dores musculares e lesões e inflamações nas articulações. Pode ser consumida não só em forma de chá, mas também no preparo de pomadas naturais.

É contraindicada para diabéticos, gestantes, alérgicos, mulheres em fase de amamentação e pessoas que sofrem com irregularidades no sistema digestivo.

Chá de Alfavacão/Manjericão

É usado medicinalmente desde o período arcaico, na Grécia. Além da ação anti-inflamatória, o manjericão ainda pode garantir minerais importantes para a nutrição, como cálcio, cobre, manganês e ferro. Dentre as vitaminas, ele pode fornecer A, C e K.

  • Diminui inchaço: o chá se mostra eficaz para reduzir inchaços oriundos de artrite.

  • Estimula sistema nervoso:A planta é apontada como um calmante eficiente que contribui para o bom funcionamento do sistema nervoso.

  • Efeito anti-séptico e analgésico: o chá pode ser um aliado para o tratamento de resfriados e gripes. O uso medicinal da planta ainda se estende para prevenir e remediar condições ligadas a inflamações gerais no corpo, com efeitos antisséptico e analgésico.

Chá de unha de gato (Uncária)

A uncária, popularmente conhecida como unha de gato, possui ervas recomendadas para reduzir desconfortos e dores musculares.

A indicação é para auxiliar no tratamento e reduzir os impactos de sintomas de artrite e artrose. Gestantes e lactantes devem evitar o consumo, além de pessoas com condições autoimunes.

O preparo pode ser feito com uma colher (de café) das ervas em uma xícara de água quente, e a porção diária é de 2 a 3 vezes.