Dicas de saúde para ter maior qualidade de vida

| | , ,

Saúde e bem-estar são dois assuntos muito comentados atualmente. Muito ligados, principalmente, à estética e a um estilo de vida fitness. Mas levar uma vida equilibrada vai muito além da beleza.

Cuidar da saúde física e mental está relacionado a uma maior qualidade de vida, com mais disposição e motivação. Os resultados estéticos são consequências do cuidado com nosso corpo e mente.

Neste post vamos te dar dicas de como ter hábitos saudáveis para uma vida com mais qualidade e equilíbrio. Tudo sem estresse e cobranças excessivas.

Exercícios físicos

Atividades físicas são muito importantes para a saúde e o bem-estar no dia a dia. Os benefícios de se exercitar frequentemente vão muito além da estética e da perda de peso. Entre as vantagens para a saúde estão a redução do risco de hipertensão, doenças cardíacas, acidente vascular cerebral, diabetes, câncer de mama e de cólon, depressão e quedas em geral.

Além disso, a atividade física fortalece ossos e músculos, reduz ansiedade e estresse e melhora a disposição e estimula o convívio social.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 150 minutos semanais de atividade física leve ou moderada (cerca de 20 minutos por dia) ou, pelo menos, 75 minutos de atividade física de maior intensidade por semana (cerca de 10 minutos por dia).

Mas sabemos que isso não é tarefa fácil. Muitas pessoas têm limitações, seja de tempo, dinheiro ou mesmo acesso à informação e por isso não conseguem se exercitar o quanto precisam.

Pensando nisso, separamos algumas dicas, do ministério da saúde para você começar a fazer atividades físicas. De forma moderada e sem cobranças.

  • Encontre um local adequado para praticar as atividades físicas, como parques, praças e similares;
  • Comece com uma atividade que não exige alto preparo físico;
  • Pratique atividade física perto de casa não exigindo grandes deslocamentos, o que ajuda na manutenção desse hábito;
  • Procure atividades realizadas por várias pessoas, inclusive do seu círculo de amizade, o que poderá ser um estímulo a mais.
  • Pratique esportes ou atividades prazerosas para você;
  • Estipule metas alcançáveis, como se exercitar 3x na semana.

Alimentação equilibrada

Uma alimentação equilibrada é a base uma vida com mais qualidade. A falta de nutrientes adequados pode comprometer a sua saúde e causar doenças.

O excesso de peso e gordura no corpo, também pode prejudicar sua qualidade de vida. Por isso, precisamos estar sempre atentos ao que comemos e deixamos de comer.

As deficiências de micronutrientes e a desnutrição crônica são prevalentes em grupos vulneráveis da população, como em indígenas, quilombolas e crianças e mulheres que vivem em áreas vulneráveis.

Simultaneamente, o Brasil vem enfrentando aumento expressivo do sobrepeso e da obesidade em todas as faixas etárias, e as doenças crônicas são a principal causa de morte entre adultos. O excesso de peso acomete um em cada dois adultos e uma em cada três crianças brasileiras.

Não estamos falando de dietas malucas ou cobranças excessivas para perda de peso. A questão não precisa ser estética, mas sim um cuidado com a saúde e bem-estar. Se comemos bem, vivemos bem e prezamos por um bem-estar físico e mental.

O Guia Alimentar para a População Brasileira é um documento oficial, feito pelo Ministério da Saúde, que aborda os princípios e as recomendações de uma alimentação adequada e saudável para a população brasileira.

Configura-se como instrumento de apoio às ações de educação alimentar e nutricional no SUS e também em outros setores.

Esse documento é muito completo e didático. Aborda várias questões, além de dar dicas de como ter uma alimentação equilibrada, mas sempre adequada aos aspectos sociais e culturais de cada um. É um ótimo aliado para quem quer começar a comer melhor, sem gastar muito.

Veja 10 passos para uma alimentação mais equilibrada e nutritiva, segundo o guia:

  • Faça de alimentos in natura ou minimamente processados a base de sua alimentação
  • Utilize óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos e criar preparações culinárias.
  • Limite o uso de alimentos processados, consumindo-os, em pequenas quantidades, como ingredientes de preparações culinárias ou como parte de refeições baseadas em alimentos in natura ou minimamente processados.
  • Procure fazer suas refeições diárias em horários semelhantes. Evite “beliscar” nos intervalos entre as refeições. Coma sempre devagar e desfrute o que está comendo, sem se envolver em outra atividade.
  • Procure comer com regularidade, em ambientes adequados e, se possível, em companhia.
  • Faça compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados
  • Busque desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias.
  • Tente planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece
  • Dê preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora
  • Seja crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais.

O guia está disponível em PDF, é totalmente gratuito e pode ser acessado por todos. Deixamos o link no final do post para você.

Dicas de Saúde mental

Assim como a saúde física, a saúde mental é de suma importância para uma vida equilibrada. É impossível viver bem e de forma tranquila sem cuidar da mente.

Quando não estamos bem mentalmente, não conseguimos ficar fisicamente nem realizar as ativadas do dia a dia com disposição. Muitas vezes não conseguimos nem sequer realizar as atividades cotidianas.

Todas as pessoas, de ambos os sexos e em qualquer faixa etária, podem ser afetados, em algum momento, por problemas de saúde mental ou dependência química, de maior ou menor gravidade.

A primeira coisa que devemos entender é que prezar pela saúde mental não é frescura. Cuidar da mente é cuidar do corpo e da qualidade de vida, em geral.

O Brasil é o país mais ansioso do mundo e o segundo com maior número de diagnósticos de depressão. Esses dados não são aleatórios, o estilo de vida moderno e falta de cuidados com a saúde mental trazem consequências.

Praticar hábitos saudáveis e adotar um estilo de vida de qualidade ajuda a manter a saúde mental em dia. Veja algumas dicas:

  • Tente não se isolar de pessoas queridas
  • Consulte o médico regularmente
  • Faça o tratamento terapêutico
  • Mantenha o físico e o intelectual ativos
  • Pratique atividades físicas
  • Tenha alimentação saudável
  • Reforce os laços familiares e de amizades
  • Pratique atividades prazerosas
  • Mantenha uma boa rotina de sono

Além disso, não hesite em pedir ajuda, se você não se sente bem, procure um médico ou psicológico. Lembre-se que todos estamos suscetíveis a isso.

Existem programas públicos para auxiliar pessoas que sofrem com problemas mentais, como é o caso do CVV – Centro de Valorização da Vida. Que realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, e-mail e chat  24 horas todos os dias.

Se sentir que precisa, peça ajuda e converse com seus amigos e familiares.

Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde disponibiliza em seu site vários artigos, folders, pdfs e informações sobre qualidade de vida, alimentação saudável, cuidados com o corpo e a mente. Você pode encontrar vários materiais educativos no site oficial, além de notícias sobre saúde e bem-estar.

Além de oferecer serviços públicos e totalmente gratuitos, para a saúde física e mental, como atendimentos, casas de repouso, suportes como o CVV e redes amplas como o SUS.

Esperamos que tenha gostado das dicas que te demos e saiba que se cuidar da saúde deve ser algo prazeroso e nunca complicado. Se tiver alguma dúvida, estamos à disposição.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um ômega 3 de altíssima qualidade?

Referências:

Caderno HumanizaSUS – Volume 5 Saúde Mental

Guia alimentar para a população brasileira 

 
Anterior

Verisol sachê | Veja qual a melhor versão do suplemento

Frutas com Vitamina D? Veja aqui

Próximo

Deixe um comentário