Existem tantas informações soltas sobre ômega 3 que é muito difícil se confundir na hora de escolher o suplemento com a melhor quantidade e concentração de ômega 3, bem como as marcas mais recomendadas.

Mas tudo bem, aqui você está no lugar certo. Confira o índice:

Esse tópico é importante pois fizemos um vídeo com o resumo das principais dúvidas de vocês e dicas!

Para saber mais sobre ômega 3:

 

 

Ômega 3 – Como escolher e marcas recomendadas

Frequentemente suplementos de óleo de peixe são chamados de ômega 3, mas isso não significa que sua composição seja livre de outras gorduras. Dessa forma, para não consumir suplementos de baixa qualidade que podem ser prejudiciais a saúde a longo prazo, é importante estar atento à algumas informações em relação a concentração de ômega 3, número de cápsulas recomendada por porção, e a presença de um laudo técnico para comprovar a qualidade da matéria prima. Todas essas informações relevantes devem estar contidas no rótulo do suplemento.

Entenda como observar cada uma:

 

 

Diferenciais entre os principais suplementos de Ômega 3 do mercado brasileiro – 2019

 

1. Saiba a diferença entre o óleo de peixe e ômega 3

Suplementos de ômega 3 não são feitos 100% de ômega 3. Podem receber o nome comercial de “Ômega 3” todo suplemento feito a base de óleo de peixe que possui alguma concentração de ômega 3 em sua composição, mesmo que essa concentração seja pequena (em torno de 100mg) ou grande (mais de 1.000mg). Mas além do ômega 3, o óleo de peixe é composto por vários tipos de gorduras, como as saturadas e o colesterol.

Dica: Prefira produtos em que as quantidades de EPA e DHA (principais tipos de ômega 3) estejam descritas na informação nutricional do rótulo. Evite as marcas que colocam apenas a quantidade de óleo de peixe no rótulo.