Quais são os sintomas da Falta de vitamina D?

| | , ,

Se sentido cansado ou com dor nos ossos constantemente? Saiba que pode ser seu corpo te alertando sobre a falta de vitamina D. 

Infelizmente a falta da vitamina D é um problema de saúde pública mundial. Veja agora quais são os principais sintomas causados pela falta da vitamina D:

Causas da Falta de vitamina D

A vitamina D é também conhecida como vitamina do sol, porque muitas pessoas acreditam que a simples exposição solar é suficiente para suprir a sua necessidade de diária.

No entanto, conseguir a vitamina D não é tão simples assim. 

Ao contrário do que muitos pensam, não é possível obter a vitamina D 100% pelo sol, e não existem muitas opções de alimentos que sejam fontes de vitamina D.

Muitos fatores podem interferir na produção da vitamina D, como por exemplo, a posição geográfica, a poluição do ar e estação do ano.

Além disso, o uso de protetores solares com o fator acima de 50 e blusas de frio também prejudicam a produção de vitamina D através do sol.

Já os alimentos fontes de vitamina D são os peixes gordurosos como salmão com pele, óleo de fígado de bacalhau e cogumelos.

Além de não serem os alimentos mais consumidos pelos brasileiros, também não oferecem quantidades satisfatórias de vitamina D para suprir a demanda diária do organismo.

A opção mais prática e segura para repor a vitamina D diária é através dos suplementos. Porém por falta de informação ou por condições financeiras, as pessoas não dão tanta importância para o consumo diário dos suplementos.

O resultado disso é que a falta da vitamina D se tornou um problema de saúde mundial. No Brasil o número de casos de deficiência de vitamina D aumentam a cada ano, com picos maiores ao final do inverno.

Sintomas de falta de vitamina D

A falta de vitamina D é nociva à saúde, aumentando significativamente os riscos de desenvolvimento de câncer a médio e longo prazo, osteoporose, alterações cardiovasculares, e doenças autoimunes.

Além de reduzir a imunidade, abrindo brechas para a ação de agentes invasores, como vírus, bactérias e fungos, que podem causar infecções de diversas naturezas.

Embora algumas pessoas sejam assintomáticas quanto à deficiência de vitamina D, os principais sintomas da falta do nutriente no organismo tendem a se apresentar com muita especificidade. Os mais comuns são:

  • Retardo do crescimento e arqueamento das pernas em crianças;
  • Atraso no nascimento e desenvolvimento dentário do bebê e cáries precoces;
  • Fraqueza nos ossos, tornando-os mais vulneráveis à fraturas ou trincas – especialmente os da coluna, caixa torácica, quadril e pernas;
  • Dores ósseas e musculares sem causa aparente;
  • Sensação constante de fadiga e fraqueza;
  • Mal-estar;
  • Surgimento de espasmos musculares.

Dores nos ossos e dentes quebradiços

Sem a vitamina D o cálcio não consegue entrar no osso, e isso leva a um mecanismo conhecido como desmineralização óssea.

Então ela é super importante para manter a composição dos ossos saudáveis e um dos primeiros sintomas de falta de vitamina D são dores nos ossos

Os dentes como são anexos dos ossos, também são ricos em cálcio e outros minerais.  

Se notar que seus dentes estão doloridos e com as pontinhas rachadas, investigue como estão os níveis de vitamina D em seu corpo.

Dor muscular ou espasmos musculares

E, da mesma forma que a vitamina D controla a entrada de cálcio nos ossos, ela também controla a entrada do cálcio nas fibras musculares, permitindo ou impedindo o processo de contração muscular. 

Então as dores musculares constantes também pode ser um sintoma de falta de vitamina D.

Cansaço frequente

A sensação de cansaço frequente é um típico sintoma de falta de vitamina D. Isso por causa das duas causas citadas anteriormente. 

Ossos fracos e músculos com dificuldade de se movimentar leva a sensação de fadiga e cansaço frequente. 

Perda de libido ou dificuldade para engravidar

A vitamina D tem uma relação com a produção dos hormônios sexuais.

Inclusive a vitamina D injetável é uma opção de tratamento para fertilização in vitro.

Imunidade fraca

Infecções recorrentes, gripes, resfriados podem ser sinais de falta de vitamina D.

Isso porque a vitamina D tem papel no fortalecimento do sistema de defesa do nosso corpo.

Idade avançada

O simples avanço da idade pode ser um sintoma de falta de vitamina D.

O envelhecimento prejudica algumas funções do corpo, entre as quais estão a produção endógena de vitamina D através do sol.

Como ter certeza que estou com falta de vitamina D?

A melhor forma para ter certeza que você está com falta de vitamina D é através do exame de sangue.

Esse exame detecta os níveis de calcidiol, um tipo de vitamina D encontrada no nosso sangue.

Doenças causadas pela falta de vitamina D

A falta de vitamina D pode causar uma série de doenças, no entanto, algumas são mais famosas do que outras. Confira as principais.

Osteoporose 

A vitamina D é responsável pelo processo de captação e indexação do cálcio ao esqueleto humano. Por isso, apenas consumir cálcio não é o suficiente para evitar a osteoporose. 

É preciso que haja suficiência de vitamina D para prevenir o surgimento dessa patologia.

Doenças autoimunes 

O surgimento de doenças autoimunes, como lúpus, artrite reumatoide, miastenia gravis, Doença de Crohn, esclerose múltipla e muitas outras possuem relação com a falta de vitamina D.

A explicação para isso, é que a falta de vitamina D, leva a uma não produção de uma substância chamada interleucina 10, que por sua vez possui ação de combate natural a patologias autoimunes.

Doenças cardiovasculares

Baixos níveis de vitamina D no organismo, contribuem para um mal funcionamento de vasos sanguíneos, tornando-os mais rígidos.

Isso contribui para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares como hipertensão arterial, doença coronariana e até mesmo insuficiência cardíaca.

Depressão

Há dados mostrando que pessoas diagnosticadas com depressão possuem baixos níveis de vitamina D no organismo, assim como a falta da substância no organismo pode levar ao surgimento de quadros depressivos.

Entretanto, a correlação ainda não é muito bem compreendida pelos pesquisadores. 

Diabetes mellitus tipo 2 e aumento do apetite

Baixos níveis de vitamina D já foram associados com o desenvolvimento do diabetes.

A vitamina D atua sob o funcionamento do sistema endócrino, podendo ter ação direta sob alguns hormônios, dentre eles a insulina. 

Ao prejudicar a função da insulina, a falta da vitamina D pode afetar diretamente o paladar e o senso de saciedade, fazendo com que a pessoa coma mais e engorde. 

Falta de vitamina D engorda?

A vitamina D possui excelente ação anti-inflamatória sobre algumas doenças. 

A inflamação crônica, mesmo que leve,  prejudica a produção e liberação de hormônios. Isso pode gerar acúmulo de gordura corporal.

A falta de vitamina D ainda pode facilitar o desenvolvimento de hipotireoidismo e diabetes mellitus tipo 2.

Portanto, podemos afirmar que a falta de vitamina D pode contribuir para o ganho de peso de modo indireto, ou seja, sem ser a causa principal, mas colaborando para o aumento do peso.

O que é bom para falta de vitamina D?

A melhor solução para a falta da vitamina D é uma reposição adequada da substância no organismo.

Pode ser feita através de suplementos ou medicamentos de vitamina D, de acordo com os níveis e necessidades individuais de cada um.

Quer saber mais?

Referências

Holick MF. The vitamin D deficiency pandemic: Approaches for diagnosis, treatment and prevention. Rev Endocr Metab Disord. 2017;18(2):153‐165. Disponível neste LINK

Trehan N, Afonso L, Levine DL, Levy PD. Vitamin D Deficiency, Supplementation, and Cardiovascular Health. Crit Pathw Cardiol. 2017;16(3):109‐118. Disponível neste LINK.

Kennel KA, Drake MT, Hurley DL. Vitamin D deficiency in adults: when to test and how to treat. Mayo Clin Proc. 2010;85(8):752‐758. Disponível neste LINK.

Palacios C, Gonzalez L. Is vitamin D deficiency a major global public health problem?. J Steroid Biochem Mol Biol. 2014;144 Pt A:138‐145. Disponível neste LINK.

Berridge MJ. Vitamin D deficiency accelerates ageing and age-related diseases: a novel hypothesis. J Physiol. 2017;595(22):6825‐6836. Disponível neste LINK.

 
Anterior

Falta de vitamina D engorda? Nutricionista Priscila Gontijo

Vitaminas hidrossolúveis e lipossolúveis: entenda as diferenças

Próximo

Deixe um comentário