Ômega 3 aumenta a imunidade? | Dra. Priscila Gontijo

| | ,

Você sabia que todos os benefícios que o ômega 3 oferece para nossa saúde é porque ele fortalece nossa imunidade? 

Continue lendo para entender como o ômega 3 pode ser um importante aliado para sua saúde imunológica. 

O que é Imunidade?

Para explicar como o ômega 3 atua na imunidade, primeiro preciso contar rapidinho o que é e como avaliar nossa saúde imunológica. 

Vamos lá… a imunidade, também conhecida como sistema imunológico, é um conjunto de células e moléculas que atuam juntas para nos proteger contra doenças, em particular, as doenças infecciosas. 

Quando a imunidade está agindo contra agentes estranhos nós dizemos que ela está gerando uma resposta imunológica. 

A função básica da imunidade é de nos defender contra infecções de microrganismos. Mas, tudo aquilo que nosso corpo detecta como estranho, pode gerar uma resposta imunológica.

Por um exemplo, quando você lesiona um músculo por causa de exercício físico ou tem alergia a algum tipo de alimento, seu corpo cria uma resposta inflamatória, para te defender daquilo. Então, nem sempre uma resposta imunológica é causada por infecções. 

Todos os dias, nós somos expostos a diversas situações ou substâncias que podem causar inflamações e gerar uma resposta inflamatória no nosso metabolismo. Como a poluição, o excesso de sol, alimentação inadequada, exercício físico intenso, cirurgias, cortes, tombos. 

Por isso que é tão importante estar com a imunidade saudável, para que ela funcione bem e nos defenda de todas essas inflamações além das infecções causadas por microorganismos. Neste ano, a imunidade ganhou grande destaque na mídia por conta da infecção causada pelo vírus da Covid-19. 

O lado positivo disso foi que muita gente tomou consciência e passou a se preocupar mais com a adoção de hábitos que ajudam a manter a imunidade mais fortalecida.  

Como saber se a sua imunidade está saudável? Bom, é possível fazer uma avaliação geral através de um simples exame de sangue de rotina. No hemograma completo, a imunidade é indicada na fração que corresponde aos glóbulos brancos, também chamada de leucograma. 

Lá vem descrito as quantidades e as referências das células que compõem a imunidade. Também conseguimos detectar presença ou ausência de doenças específicas através de  exames de imunoglobulinas como IgG e IgM ou PCR em tempo real.

Outra forma para avaliar a imunidade detectar a frequência com que você desenvolve gripes e resfriados, as famosas infecções do trato respiratório superior. Existem questionários para ajudar nesse tipo de avaliação. 

Como aumentar a imunidade?

Para ter uma imunidade forte é preciso ter hábitos saudáveis. Uma alimentação adequada é sem dúvida, uma das maiores armas para fortalecer a imunidade. 

Inclusive existem alguns micronutrientes que chamamos de imunomoduladores, porque eles atuam diretamente no sistema imunológico.

O ômega 3 é uma substância com essa capacidade, por isso, ele só não ajuda a fortalecer a imunidade como é fundamental para ela. 

Para saber mais sobre o que é e quais são os principais benefícios do ômega 3, assista também o vídeo a seguir:

Como o ômega 3 aumenta a imunidade? 

A ciência possui mais de 30 anos de pesquisas que avaliaram os benefícios do ômega 3 para a imunidade. Atualmente, não restam dúvidas de que o ômega 3 é um excelente aliado para o sistema imunológico. 

Na verdade, é até engraçado que o ômega 3 é conhecido por promover benefícios ao coração e cérebro, mas isso só acontece por porque ele atua no sistema imunológico, reduzindo inflamações que prejudicam o coração e cérebro.

Tanto em pesquisas realizadas com animais quanto com humanos, foi visto que o ômega 3 melhora os sintomas de diversas doenças inflamatórias. 

Os 4 principais mecanismos que fazem dele um poderoso anti-inflamatório são: 

1º) O ômega 3 está presente na membrana de TODAS as células;

Toda célula tem membrana e onde tem membrana tem ômega 3!  Sabe quantas células o corpo humano tem? Cerca de 40 trilhões! O ômega 3 regula a fluidez das membranas e influência nas reações inflamatórias que acontecem dentro e fora das células.

2º) O ômega 3 interfere na função de TODAS as células do sistema imunológico.

Além de estar presente na composição da membrana delas, o ômega 3 interfere na função das células que compõem a imunidade. De todas, sem exceção, desde os macrógagos, neutrófilos, eosinófilos, basófilos, mastócitos até os Linfócitos T e B. 

O ômega 3 tende sempre a fazer com que as células da imunidade desempenhem a função de conter a inflamação para proteger o local atingido. Uma ação caracterizada como anti-inflamatória. 

Porque a imunidade precisa ter os dois perfis: o pró-inflamatório, com as células prontas para causar uma inflamação diante de um agente estranho para combatê-lo, e anti-inflamatório, para quando as células precisam parar de inflamar e voltar ao normal, ao equilíbrio que o corpo estava antes daquele intruso atacar. Se não, as células ficam ali machucando nossos tecidos, exatamente o que acontece nas doenças auto imunes.  

Um grupo de pesquisadores do grupo da Dra. Maria Johansson da Universidade  de Gothenburg na Suécia, fizeram uma revisão detalhando todos os efeitos do ômega 3 nas células da imunidade. Veja o que os pesquisadores apontaram de forma bem resumida:  

Em casos de prevenção de acidente vascular cerebral e dermatite, o ômega 3 ajuda a diminuir as citocinas inflamatórias e aumenta a migração de células com perfil anti-inflamatório para equilibrar a região.

Nos neutrófilos foi visto que o ômega 3 aumenta a produção de mediadores lipídicos que reduzem a sua migração, aumenta sua função de fagocitar.

Para alergias na pele, o ômega 3 reduz o acúmulo dos eosinófilos, células da imunidade que causam a reação alérgica, e também reduz a inflamação das vias aéreas.

O ômega 3 reduz a ativação de basófilos, células dendríticas e mastócitos. Não há um consenso em relação a sua influência sobre as células NK. 

Nos linfócitos T, o ômega 3 reduz a ativação de células T inespecíficas, T CD4 + e T Th17, além de  estimular a diferenciação de T reg. 

Já para os linfócitos B, há indícios de que o ômega 3 aumenta sua ativação, porém isso não é consenso. Mas o fato é que o ômega 3 influência na produção de IgM pelos linfócitos B.

3º) Substâncias derivadas do ômega 3 atuam como sinalizadores para a imunidade.  

O ômega 3 dá origem aos mediadores lipídicos, substâncias que também regulam o sistema imune. Esses mediadores são divididos em grupos, chamados de leucotrienos, tromboxanos, maresinas, protectinas e resolvinas. 

Mas não se apegue aos nomes. Só é importante saber que eles existem mesmo e atuam em vários sistemas através da imunidade, por exemplo, os tromboxanos ajudam a regular a pressão arterial, uma das vias pela qual o ômega 3 faz bem para o coração. 

4º) O ômega 3 diminui a produção de substâncias inflamatórias do ômega 6. 

O ômega 6 é uma gordura quem tem sua importância no nosso metabolismo também, mas ele é facilmente encontrado no óleo de cozinha, alimentos de origem animal e processados, que são comuns a nossa cultura alimentar. 

Dessa forma, naturalmente as pessoas consomem o ômega 6 em excesso. Isso é um problema para nosso organismo. Porque nosso corpo fica em um estado de inflamação constante, propício ao desenvolvimento de várias doenças metabólicas.

O ômega 3 compete pelas mesmas enzimas do ômega 6, portanto o consumo de ômega 3 é bom para reduzir a concentração de ômega 6 no metabolismo.

Quanto mais ômega 3 tomar, melhor será minha imunidade? 

Para manter a imunidade forte e saudável é recomendado o consumo de 1200 mg a 4000 mg de ômega 3 ao dia. Embora o ômega 3 seja extremamente importante para a imunidade, não se deve ultrapassar o consumo de 4000 mg ao dia sem acompanhamento médico. 

O ômega 3 é um nutriente que precisamos consumir diariamente através de alimentos ou suplementos. Mas, dificilmente conseguimos saber certinho o quanto estamos ingerindo de ômega 3 através de um alimento. Por isso, os suplementos são mais efetivos.

Através de um bom suplemento de ômega 3, é possível garantir o consumo regular em quantidades adequadas do nutriente à saúde. 


Quer saber mais? 

Que tal um desconto especial para experimentar um ômega 3 de altíssima qualidade?

 Referências: 

Gutiérrez, S., Svahn, S. L., & Johansson, M. E. (2019). Effects of Omega-3 Fatty Acids on Immune Cells. International journal of molecular sciences, 20(20), 5028. Disponível em: https://doi.org/10.3390/ijms20205028. Acesso em 17 de nov. 2020.

 
Anterior

Benefícios do ômega 3 para a ansiedade

Importância da rotina de skincare para a saúde da sua pele

Próximo

Deixe um comentário