Qual o preço da vitamina D?| 6 dicas para escolher a melhor

| | ,

O valor de um produto comparado aos seus concorrentes é um dos fatores que mais consideramos no momento da decisão da compra, não é verdade? Mas entenda que no caso de suplementos alimentares, o preço é importante, porém não deve ser o atributo fundamental para a decisão.

Suplementos com preços muito abaixo da média do mercado são, na maioria das vezes, de baixíssima qualidade e podem resultar em graves problemas de saúde se consumidos à longo prazo. 

O aumento pela demanda por suplementos de vitamina D fez com que muitas marcas passassem a incluir esse produto em seu portfólio. E, diante de tantas opções disponíveis, quando não sabemos o que avaliar no momento da compra, optamos pelo mais barato.

Entenda aqui qual é a média de preço da vitamina D e veja 6 dicas sobre o que você precisa avaliar para escolher o melhor suplemento de vitamina D para sua saúde:

Benefícios da vitamina D

Vitamina D preço

A média do valor para bons suplementos de vitamina D atualmente é de R$ 32,00 para 1 mês de rendimento, ou seja, para o consumo por 1 mês.

Desconfie de marcas com valores muito abaixo da média e use as dicas à seguir para avaliar a qualidade do produto e escolher o suplemento de vitamina D com melhor custo benefício para a sua saúde física e financeira!

1ª Dica: Vitamina D de origem animal ou vegetal?

A Vitamina D pode ser de origem vegetal (Vitamina D2), ou animal (Vitamina D3). Alguns especialistas apontam a vitamina D3 como sendo a de melhor absorção, porém isso não é um consenso ainda entre os pesquisadores e profissionais.

Alguns estudos apontam que independente da origem, os dois tipos de Vitamina D são igualmente absorvidos e metabolizados, portanto, a origem da vitamina D ainda não é tão relevante na hora de escolher o melhor suplemento.

2ª Dica: Verifique a composição do suplemento de Vitamina D

A melhor vitamina D deve conter em sua fórmula o menor número de ingredientes possível, com, por exemplo:

  • Colecalciferol (Vitamina D) com 2000 UI – Melhor dose para esse tipo de suplemento;
  • Óleo de soja (Necessário para melhor absorção).

O óleo de soja é fundamental para o organismo aproveitar a vitamina D, já que essa vitamina é melhor absorvida quando consumida junto à uma gordura. 

Mas atenção! Algumas marcas adicionam diversos outros ingredientes, conhecidos como aditivos alimentares. Como por exemplo: 

  • Regulador de acidez fosfato dicálcio
  • Desintegrante croscarmelose
  • Lubrificante estearato de magnésio vegetal
  • Antiumectante sílica

Nenhum deles são necessários no suplemento de vitamina D. 

3ª Dica: Escolha o suplemento com a melhor concentração de Vitamina D

Existem diversas concentrações para os suplementos de Vitamina D que variam entre 200 a 2000 UI por porção.

A concentração de 2000 UI corresponde a 0,08 g de vitamina D, sendo a máxima concentração permitida para os suplementos com base nas diretrizes internacionais de nutrição, atualizada pela última vez em 2006.

Para alguns nutrientes, como é o caso da vitamina D, as diretrizes precisam ser reavaliadas, pois os estudos mostram que a recomendação está ultrapassada e deveria ser maior do que o permitido para os suplementos. 

Por este motivo, atualmente, o melhor suplemento de vitamina D é aquele com a concentração máxima de 2000 UI, sendo o consumo da porção (número de cápsulas) melhor indicado por um profissional da saúde após avaliação da sua necessidade, em que geralmente a sugestão é de 2 porções ao dia (= 4000 UI). Porém cada caso é um caso.

Para a manutenção da saúde e prevenção da deficiência de vitamina D no sangue, 2000 UI ao dia pode ser suficiente.

4ª Dica: Versão em cápsulas da Vitamina D

A melhor vitamina D é aquela em cápsulas. Pois é a única que permite a adição do óleo de soja a vitamina, que é fundamental para a melhor absorção da vitamina D. 

Devido a característica lipossolúvel da vitamina D ela se mistura apenas em gordura, e atualmente o padrão de qualidade é a adição de óleo de soja.

5ª Dica: Observe a presença de selos e certificados de qualidade internacional

Laudos técnicos afirmando que o suplemento é de qualidade, livre de contaminante e com a concentração de 2000 UI é o mínimo esperado do melhor suplemento de vitamina D. 

Além disso, existem dois certificados internacionais que dão um diferencial para a vitamina D, que é são os certificados de Kosher e Halal. 

O Kosher irá garantir que esse é um alimento permitido na cultura judaica ortodoxa e o Halal na cultura islâmica.

6ª Dica: Prefira uma Vitamina D sem aditivos artificiais e zero calorias

Quanto menos ingredientes melhor será a qualidade do produto e os benefícios que ele irá promover para a saúde. Então prefira produtos sem aditivos como corantes, aromatizantes, estabilizantes, adoçantes e saborizantes artificiais, substâncias que deixam o produto “gostoso”, mas, à longo prazo, podem desencadear problemas à saúde.

Outro ponto que vale destacar é que apesar de bons suplementos conterem óleo de soja em sua composição, não significa que irá ter calorias. Isso porque a quantidade de óleo de soja adicionada por dose é mínima, totalizando zero calorias. 

Dessa forma, confira a informação nutricional do suplemento e prefira um suplemento livre de aditivos e calorias.

Resumo: Como escolher uma boa vitamina D ?

Na hora de comprar vitamina D é importante levar essas 6 dicas em consideração. Não analise apenas o preço, veja a composição (vitamina D + óleo de soja com 2000 UI), apresentação (deve ser em cápsulas), apresentar selos e laudos técnicos de qualidade e ser um suplemento de zero calorias.

Ou seja, um boa opção de suplemento de vitamina D é o produto que apresenta: 

  • Vitamina D de origem animal;
  • Concentração de 2000 UI; 
  • Versão em cápsulas;
  • Até 3 ingredientes;
  • Sem aditivos artificiais 
  • Zero calorias

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar a melhor vitamina D do mercado?

 
Anterior

A melhor vitamina D | 6 diferenciais da Vitamina D Vhita

Como tomar vitamina D 10000 UI ou 2000 UI? Qual a diferença?

Próximo

31 comentários em “Qual o preço da vitamina D?| 6 dicas para escolher a melhor”

  1. Ótimas informações !! Tenho 52 anos e moro em apartamento,, por conta da quarentena não estou saindo pra tomar Sol,, estou percebendo mudança na cor da minha pele,, por favor qual Laboratório é mais confiável ? Desde já agradeço pela atenção.

    Responder
  2. Eu comprei vitaminaD da fontD de 200UI e por engando eu dei meu filho 7 anos eu dava 1 gota por dia e por engando dei 40 confundi com outra remédio faz mal ou não fiquei com muito medo que devo fazer

    Responder
  3. Eu to com a vit.baixa, tenho q tomar. Mas como tenho consulta no médico vou esperar ele ne receitar. Vcs vendem? E vendem tb a vit D3 7.000ui +vit A 700 ui + vit k2 Mk7 100 mcg?

    Responder
    • Mara, tudo bem por aí?

      Legal você consultar um médico mesmo, pois em casos de doenças pré existentes, o profissional da saúde, com base em exames, consegue te receitar a dosagem exata de vitamina que você deve consumir. Nossa vitamina D3 possui em uma cápsula 2000 UI (o que é considerado dosagem ideal para se tomar para uma pessoa que não possui doenças pré existentes), mas caso seu médico recomende o consumo de 7000 UI, é só aumentar o consumo de cápsulas do produto.

      Entra aqui na página da nossa vitamina D3 e dá uma conferida a tabela nutricional dela: https://www.vhita.com.br/products/vitamina-d-3-capsulas

      Responder
    • José, tudo bem por aí?

      Qual o seu objetivo no consumo desses suplementos? Ganho de Forças? Hipertrofia? O consumo desse suplemento varia dependendo do seu objetivo, da sua dieta, da sua rotina, da atividade física que você pratica, do consumo de outros suplementos. O ideal é procurar um nutricionista para fazer uma avaliação física e te indicar suplementos que te fato seu organismo vai precisar, dependendo do seu objetivo. Esperamos ter ajudado 🙂

      Responder
  4. Sou vegana e no país onde vivo não tem muito sol, devo tomar vitamina D? Visto que, D2 pode ser vegana vinda dos cogumelos mas a D3 já não ser. Poderei saber a sua opinião? Há outra opção para D3 que desconheça?

    Responder
    • Vanda, tudo bem por aí?

      Você pode sim tomar a vitamina D2 ao invés da D3 por conta da origem! A vitamina D2 é conhecida como ergocalciferol, portanto, é importante olhar as informações de ingrediente da vitamina para ter certeza que está consumindo a vitamina de origem correta, tá bem? 🙂

      Responder
  5. Tenho 80 anos, edtoy bem de saude, uma ostroporose tratando, mas meu ultimo ecame de vit D, esta em 11, isdo mesmo 11,comk sou atendida pelo SUS, e esta tudo parado como suplementar? .15000ui por semana é bom? Me ajudaí

    Responder
    • Oii Teresa, tudo bem? Neste caso recomendo aguardar o retorno de um profissional, pois ele é quem irá indicar a melhor concentração para você =)

      Responder
  6. tentei comprar a vitamina d3 e não consegui. sempre dava erro na finalização, cartao de credito ou boleto.

    Responder
  7. A senhora mora onde? Se quiser ligue no centro médico Tonin em Balneário Camboriú, Eu fiz aplicação de 600.000 ui ontem é hoje já estou me sentindo melhor, é incrível!!!
    O meu exame de vitamina D, deu 17, a médica se assustou e achou muito baixo, imagina o da senhora em 11!!!
    Se a senhora não morar próximo, se informe na internet qual medico na sua região, usa o protocolo Coimbra!
    Espero que de tudo certo pra senhora!!!😉😉😉

    Responder
    • Vanessa, tudo bem por aí?

      O protocolo Coimbra é basicamente, altas dosagens de vitamina D como forma de tratamento para cura de doenças autoimunitárias como esclerose múltipla, lúpus, fibromialgia, artrite reumatoide, vitiligo, psoríase, etc. Esse protocolo precisa ser seguido com orientação médica, pois altas dosagens de vitamina D quando não existe carência da vitamina no organismo, ao longo prazo pode trazer diversos problemas de saúde, pois aumentam o nível de cálcio no corpo e danificam ossos, tecidos e rim. Inclusive, médicos que seguem esse protocolo tem liberação de prática desse metodologias pelo próprio Dr. Cícero Coimbra.
      O protocolo de Coimbra, não é o único protocolo que pode ser seguido Vanessa. Na verdade, dependendo dos sintomas da pessoa, ele pode não ser o protocolo mais adequado, ainda mais sem orientação médica. Vale lembrar que, todos os post do nosso blog não formulados pela Dr. Priscila formada em nutrição e mestre em ciências, que baseou-se em estudo recentes do SBEM ( Recomendações da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia). Esperamos ter esclarecido sua dúvida.

      Responder
  8. Boa tarde!!
    A vitamina D3 em capsulas é melhor aborvida antes ou depois das refeiçoes e o melhor seria no café da manhã ou no almoço??

    Responder
  9. Tenho 64 anos, não sou diabética né hipertensa, tenho osteoprose , e calcificação em coluna é parte da AORTA. Calcio no dangue de 12 Adianta tomar vitamina D3 1000/ dia sem magnésio quelado, e sem VITAMINA K2 ?

    Responder
    • Jane, tudo bem por ai?

      Seu caso precisa ser avaliado por um médico, já que possui algumas variáveis. A recomendação de 2000 ui de vitamina D é uma dosagem segura para qualquer ser humano, mas no seu caso um exame clínico pode ajudar o médico a te recomendar uma dosagem mais adequada para você:)

      Responder

Deixe um comentário