Veja a seguir como os diversos suplementos proteicos podem auxiliar no tratamento da sarcopenia em idosos, e o que já se sabe de acordo com a literatura científica atual.

Suplementos para a sarcopenia 

É muito difícil encontrar idosos com adequado consumo de proteínas diariamente. Por esse motivo, a suplementação para idosos é uma recomendação comum e amplamente utilizada por profissionais da área da saúde.

Essa dificuldade em consumir a proteína normalmente acontece por motivos distintos. Podendo ser: a perda de apetite, alterações hormonais, aumento da inflamação com a idade, dificuldade na mastigação e questões sócio econômicas.

Quais são os suplementos para sarcopenia 

De acordo com a comunidade científica, existem diversos suplementos proteicos capazes de promover respostas positivas na sarcopenia.

Sendo os principais: a creatina, HMB, whey protein e mais recentemente o colágeno (da matéria prima Bodybalance).

Colágeno para sarcopenia 

Apesar de pouca evidência atualmente, pesquisadores alemães encontraram resultados positivos para o tratamento da sarcopenia com a suplementação de colágeno.

Ao suplementar homens e mulheres sarcopênicos com 15g de peptídeo bioativo de colágeno (bodybalance), viram  uma melhora da composição corporal.

Esse resultado envolve o aumento de força, ganho de massa muscular e perda de gordura corporal. Contudo, foi necessário a suplementação diária e contínua por 3 meses de colágeno para obter o  resultado.

O colágeno da matéria prima bodybalance parece ser uma boa alternativa de fonte proteica, com baixo custo e boa aceitação. Além de não oferecer nenhum tipo risco a saúde, o que reforça a recomendação e consumo do colágeno.     

 

Creatina para sarcopenia

A creatina é um suplemento amplamente utilizado, de crianças atletas até idosos. Isso porque através de mecanismos bioquímicos em nossas células, a creatina é transformada em fosfocreatina e utilizada como reserva de energia. Principalmente em células do músculo esquelético.

Ela auxilia o ganho de massa magra por permitir  maior captação de água pelo tecido muscular. Além de também auxiliar o ganho de força, redução do cansaço e melhorar o desempenho na prática de exercícios físicos.

HMB para sarcopenia

O HMB (beta-hidroxi-beta-metilbutirato) é um suplemento proteico, produto da metabolização da leucina (aminoácido essencial) produzido pelo músculo. Para esse suplemento, existem diversos artigos na literatura que mostram efeitos positivos para do uso em adultos sarcopênicos.

Já existem vários estudos avaliando suplementos de HMB na sarcopenia.  Um estudo publicado recentemente, fez uma revisão dos efeitos desse suplemento para a população de idosos sarcopênicos.

E nessa revisão, confirmam que o HMB é capaz de atenuar o avanço da sarcopenia. Pois aumenta a massa magra e força, e quando associado ao exercício físico, promove resultados ainda mais consistentes.

Porém, para a obesidade sarcopênica, um tipo de sarcopenia,  ainda faltam estudos relacionando os efeitos do HMB. Por esse motivo, não podemos afirmar que para os obesos sarcopênicos, os resultados irão ser igualmente positivos.

Whey protein para sarcopenia 

O whey protein, é um dos suplementos mais estudados com relação ao ganho de massa muscular. E como muitos idosos possuem quantidade de proteínas limitadas pela alimentação, o whey protein é um dos principais suplementos utilizados.

Por se tratar de um suplemento confiável em promover benefícios comprovados pela ciência,  é amplamente recomendado por profissionais da saúde. O alerta, nesse caso, é que o grande consumo de proteínas diário pode causar efeitos prejudiciais à saúde. 

Por esse motivo é recomendado a avaliação de um profissional nutricionista habilitado para adequar as doses a necessidade diária, individualmente.

Qual suplemento devo utilizar para tratar sarcopenia?

Todos os suplementos apresentados possuem respaldo científico para utilizar com segurança e auxiliar no processo de ganho de massa muscular. Por isso, o fundamental é buscar qual é a melhor opção para cada caso.

Não deixe de avaliar a qualidade do produto, matéria prima, preço e busque recomendações confiáveis de profissionais de saúde.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para os músculos?

 

Referências:

BALESTRINO, Maurizio; ADRIANO, Enrico. Beyond sports: Efficacy and safety of creatine supplementation in pathological or paraphysiological conditions of brain and muscle. Medicinal research reviews, 2019.

DA SILVA, Emerson Gimenes Bernardo; BRACHT, Ana Maria Kelmer. Creatina, função energética, metabolismo e suplementação no esporte. Journal of Physical Education, v. 12, n. 1, p. 27-33, 2001.

VUKOVICH, Matthew D.; STUBBS, Nancy B.; BOHLKEN, Ruth M. Body composition in 70-year-old adults responds to dietary β-hydroxy-β-methylbutyrate similarly to that of young adults. The Journal of nutrition, v. 131, n. 7, p. 2049-2052, 2001.

ROSSI, Andrea P. et al. The potential of β-Hydroxy-β-Methylbutyrate as a new strategy for the Management of Sarcopenia and Sarcopenic Obesity. Drugs & aging, v. 34, n. 11, p. 833-840, 2017.

LANCHA JR, Antonio Herbert et al. Dietary protein supplementation in the elderly for limiting muscle mass loss. Amino Acids, v. 49, n. 1, p. 33-47, 2017.

MORTON, Robert W. et al. A systematic review, meta-analysis and meta-regression of the effect of protein supplementation on resistance training-induced gains in muscle mass and strength in healthy adults. Br J Sports Med, v. 52, n. 6, p. 376-384, 2018.

ZDZIEBLIK, Denise et al. Collagen peptide supplementation in combination with resistance training improves body composition and increases muscle strength in elderly sarcopenic men: a randomised controlled trial. British Journal of Nutrition, v. 114, n. 8, p. 1237-1245, 2015.