Colágeno tipo 2: recomendações e média de preço

| | ,

Os preços de colágeno tipo 2 variam demais, mas você realmente sabe para que serve esse suplemento e como escolher o melhor? Está na dúvida? Então aprenda aqui!

PARA QUEM O USO DE COLÁGENO TIPO 2 É INDICADO?

O uso de colágeno tipo 2 é indicado para prevenção e tratamento alternativo de doenças relacionadas com as regiões das cartilagens e articulações. Por exemplo, osteoartrite, artrose, tendinite, luxações e problemas com ligamento. 

Pode ser recomendado tanto para tratamento quanto para a prevenção.

Pois todas as dores e doenças relacionadas com as cartilagens e articulações podem acontecer com o simples avançar da idade, mas, alguns grupos populacionais estão mais propensos a sofrer com essas condições.

O colágeno tipo 2 é recomendado principalmente para:

  • Idosos;
  • Obesos; 
  • Crianças praticantes de exercícios físicos;
  • Jovens e adultos praticantes/atletas: crossfit, futebol, futebol americano, ginástica artística, lutas e demais esportes de impacto.

Os benefícios relacionados ao colágeno tipo 2 são:

  1. Prevenção e tratamento do desgaste das articulações;
  2. Melhora de lesões envolvendo as articulações e cartilagens;
  3. Repõe as quantidades de colágeno tipo 2 naturais do organismo;
  4. Melhora as dores envolvidas com as articulações e cartilagens;
  5. Ajuda no desenvolvimento de maior resistência física;
  6. Auxilia no ganho de força muscular.

Além desses benefícios, o consumo regular de colágeno tipo 2 não provoca nenhum tipo de efeito colateral. Por essa razão é considerado uma suplementação segura para todas as idades.

MÉDIA DE PREÇO E DIFERENÇAS ENTRE AS MARCAS DE COLÁGENO TIPO 2

O preço do colágeno tipo 2 pode variar muito de uma marca para outra, podem custar entre 60 até 450 reais. Mas o que você precisa saber é que nem sempre o mais caro é o melhor nem o mais barato é o pior. 

Contudo, para escolher o melhor colágeno tipo 2 para a saúde das suas articulações você precisa saber de 3 pontos fundamentais:

1. ATUALMENTE EXISTEM DUAS MATÉRIAS PRIMAS DE CONFIANÇA: B2COOL E UC II

Esse é o primeiro e mais importante ponto, pois essas são as duas matérias primas mais reconhecidas e de confiança dos profissionais de saúde. 

A B2Cool, da multinacional Bioibérica possui reconhecimento mundial na manutenção da saúde das articulações e cartilagens através de um mecanismo de ação chamado tolerância oral. Esse tipo de mecanismo de ação consegue proteger o colágeno tipo 2 de se quebrar e perder a sua especificidade no organismo. 

Enquanto o UC II é a outra matéria prima mais recomendada, que diferente do B2Cool atua por outro tipo de mecanismo, porém com o mesmo objetivo e eficácia.

2.  NEM TODOS SÃO SUPLEMENTOS PROTEICOS

Muito comum até entre profissionais da saúde, acreditar que o colágeno tipo 2 é um suplemento proteico, já que o colágeno tipo 2 é uma proteína.

Mas na verdade a dose recomenda de colágeno tipo 2 é de apenas 0,04 g (40 mg). Enquanto a recomendação da ANVISA para caracterizar que é um suplemento proteico, por dose o suplemento deve apresentar pelo menos 8,4 g de proteínas.

Caso para você não seja interessante um suplemento de proteínas, basta usar o colágeno tipo 2 em comprimidos com 40 mg. Mas o colágeno tipo 2 em comprimidos é considerado um medicamento e necessita de registro no ministério da saúde. 

Agora se a recomendação é de suplementação, para se enquadrar nas normas da ANVISA é necessário que o total de proteínas por dose seja de pelo menos 8,4 g. Para isso o ideal é a união de peptídeos bioativos de colágeno tipo 1 mais colágeno tipo 2.

3. MEDIDAS DE SEGURANÇA: EMBALAGEM FOSCA E MENOR QUANTIDADE DE INGREDIENTES

É fundamental que o suplemento tenha uma embalagem fosca para evitar qualquer risco a integridade do suplemento. Além disso, o produto também deve ser livre de qualquer tipo de aditivo químico ou substâncias que não sejam colágenos. 

A composição ideal de um suplemento proteico de colágeno tipo 2 é com apenas dois ingredientes: Peptídeos bioativos de colágeno tipo 1 e colágeno tipo 2. 

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para as articulações e cartilagens?

Referências:

MCALINDON, T. E. et al. Change in knee osteoarthritis cartilage detected by delayed gadolinium enhanced magnetic resonance imaging following treatment with collagen hydrolysate: a pilot randomized controlled trial. Osteoarthritis and Cartilage, v. 19, n. 4, p. 399-405, 2011.

KUMAR S, et al. A double-blind, placebo-controlled, randomised, clinical study on the effectiveness of collagen peptide on osteoarthritis. J Sci Food Agric. 2015 Mar 15;95(4):702-7.

INSTRUÇÃO NORMATIVA – IN Nº 28, DE 26 DE JULHO DE 2018

 
Anterior

GUIA DA UNHA SAUDÁVEL: remédios naturais para unha fraca

Melhor anti-inflamatório natural: ômega 3

Próximo

Deixe um comentário