O colágeno é um verdadeiro aliado para manter as articulações do corpo saudáveis e, claro, livre das dores! Por isso mesmo, é fundamental conhecer – e escolher – o melhor colágeno para articulações. Vamos lá?

A importância do colágeno para as articulações

Com o passar dos anos, o nosso corpo perde – gradualmente – a quantidade (e qualidade) de colágeno presente no tecido corporal. Com isso, há um desgaste natural das articulações, prejudicando, portanto, o bom funcionamento de algumas partes do nosso corpo como: joelhos, cotovelos, tendões, ombros, punhos, tornozelos, entre outras.

Quando isso acontece, a elasticidade (e a hidratação) dessas áreas fica comprometida, gerando inúmeros desconfortos físicos como dores – e até mesmo a limitação dos movimentos. Tudo isso, claro, acaba afetando a própria saúde, bem como a qualidade de vida.

Daí a importância de contar com a reposição do suplemento de colágeno. Saiba que há uma versão especialmente indicada para aumentar a sua produção no organismo e, com isso, obter mais alívio e uma vida mais ativa.

Mas, afinal, qual é o melhor colágeno para articulações?

O melhor colágeno para articulações é aquele cuja função principal é proteger as cartilagens e articulações do corpo. Estamos falando, portanto, do colágeno tipo 2.

O uso desse suplemento é altamente eficaz para ajudar o corpo a repor o colágeno perdido, bem como evitar o surgimento dos sintomas mais comuns (dores nas articulações – especialmente nos casos de osteoartrite e osteoartrose – quadros no qual o colágeno 2 é especialmente indicado.

Como isso acontece? A ação desse suplemento evita a destruição das cartilagens pelo sistema imune, reduzindo as dores e a inflamação. Tal eficácia, inclusive, é comprovada em um importante estudo (1) aponta a ação benéfica do colágeno 2 para a redução das dores e inflamações nas articulações.

Portanto, não é à toa o colágeno tipo 2 ser considerado – e recomendado – como o melhor colágeno para articulações.

O que é o suplemento de colágeno tipo 2?

O colágeno tipo 2 é uma proteína semelhante a que está presente, naturalmente, no nosso organismo. É feita em laboratório, a partir das fibras de colágeno e cartilagem de origem animal como, por exemplo, frango e bovinos.

Só para você ter uma ideia, existem 28 tipos de colágeno produzidos, naturalmente, pelo nosso corpo. Entretanto, três deles são transformados e disponibilizados na versão hidrolisada – a qual se destaca por ter uma maior (e mais rápida) absorção. Confira!

  • Colágeno hidrolisado inespecífico
  • Colágeno hidrolisado do tipo 1 – Peptídeo bioativo do tipo 1 (como o  Collagen)
  • Colágeno hidrolisado do tipo 2 – Peptídeo bioativo do tipo 2 (como o AgilPlus)

Com já foi dito anteriormente, seu consumo é importantíssimo para manter a saúde da cartilagem, bem como a dos ligamentos, tendões e das articulações. Afinal, o colágeno tipo 2 tem uma ação específica nestas áreas do corpo, sendo um suplemento especial para evitar danos (degeneração) nas cartilagens e possíveis lesões e inflamações – as quais podem causar muita dor.

No entanto, ao incorporar na rotina alimentar o suplemento de colágeno tipo 2, é possível, sim, acabar com tal incômodo.

Adeus dores!

A ótima notícia para quem busca alívio nas articulações é que entre os efeitos positivos do consumo regular de colágeno tipo 2, é possível livrar-se (de vez!) das dores. Afinal, o consumo do colágeno tipo 2 como suplemento nutricional pode melhorar, de forma significativa, os incômodos das dores nas articulações.

Inclusive, nos casos específicos de osteoartrite (causada pela degeneração e inflamação da articulação), uma importante pesquisa (3) revela resultados satisfatórios com o uso desse suplemento para reverter este quadro – o qual costuma se manifestar, especialmente, na fase do envelhecimento.

Tais efeitos também foram confirmados nos casos de osteoartrose – a qual também compromete os movimentos do corpo, provocando dor e desconforto articular. Nesta avaliação (2), por exemplo, a conclusão também relaciona os benefícios dessa suplementação para o tratamento da artrose.

Seguindo com as (ótimas) descobertas científicas sobre o melhor colágeno para as articulações, também foi possível observar nesta análise (4) – relacionada às dores das articulações do joelho – a eficácia do colágeno tipo 2.

Quer mais bons motivos para incluir esse complemento alimentar no seu dia a dia?

Além de contar com as vantagens no tratamento e alívio das dores, este suplemento também é recomendado para a prevenção dos problemas nas articulações. Isso vale, inclusive, para quem treina com regularidade e pratica exercícios de alto impacto.

E tem mais: o colágeno é uma proteína (porção 10g), recomendada para uso diário, sem oferecer o risco de ganho de peso.

Entretanto, para manter a boa forma, é importante estar alerta em relação aos produtos como maltodextrina, entre outros açúcares adicionados em algumas marcas do suplemento – os quais podem estimular o ganho extra de calorias.

Dica dada, aproveite, então, e veja agora os ganhos desta suplementação especial:
 

Confira os benefícios do colágeno tipo 2

Quem deseja manter a saúde das articulações em dia, encontra ótimas razões para investir no colágeno tipo 2. Confira!

  • Atua na prevenção e tratamento da artrite e osteoartrite
  • Previne lesões nas articulações
  • Auxilia na reposição do colágeno para tratar lesões de cartilagem
  • Atua na recuperação dos movimentos
  • Favorece a reconstrução das cartilagens
  • Contribui para o fortalecimento dos ossos, promovendo maior resistência física  
  • Proporciona mais força muscular
  • Reduz as dores nas articulações

Quem pode tomar o colágeno tipo 2?

De modo geral, o suplemento pode ser tomado por pessoas, de todas as idades – desde praticantes de exercícios físicos mais intensos até para quem sofre com algum tipo de problemas ortopédicos (ou doenças) articulares.

Vale lembrar, no entanto, que o suplemento de colágeno tipo 2 é de origem animal. Por esse motivo, não é indicado para quem segue uma dieta vegana.

E como a ideia é acertar na dose – e obter os resultados esperados – é importante contar com a orientação de um médico ou nutricionista e, assim definir a melhor maneira de você realizar esta suplementação especialíssima com o melhor colágeno para articulações.

Quer experimentar um Colágeno tipo 2 de qualidade? 

Referências:

1-BRUYÈRE O, et al. Effect of collagen hydrolysate in articular pain: a 6-month randomized, double-blind, placebo controlled study. Complement Ther Med. 2012 Jun;20(3):124-30.  Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22500661>. Acesso em Fev. 2019.

2- KUMAR S, et al. A double-blind, placebo-controlled, randomised, clinical study on the effectiveness of collagen peptide on osteoarthritis. J Sci Food Agric. 2015 Mar 15;95(4):702-7. Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24852756>. Acesso em Fev. 2019.

3-BELLO AF & OESSE S. Collagen hydrolysate for the treatment of osteoarthritis and other joint disorders: a review of the literature. Curr Med Res Opin. 2006 Nov;22(11):2221-32. Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17076983>. Acesso em Fev. 2019.

4- ZDZIEBLIK D, et al. Improvement of activity-related knee joint discomfort following supplementation of specific collagen peptides. Appl Physiol Nutr Metab. 2017 Jun;42(6):588-595. Disponível em <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28177710>. Acesso em Fev. 2019.