Tempo de leitura: 4 minutos

Você sabia que muitos médicos e nutricionistas recomendam o colágeno tipo 2 para o tratamento da artrose?

Aqui você vai ver o que é o colágeno tipo 2, como ele atua nas cartilagens e articulações, seus benefícios e quais são os principais diferenciais entre os produtos desse suplemento.

Nosso corpo possui colágeno tipo 2?

O colágeno tipo 2 é uma proteína produzida pelas células do tecido cartilaginoso, e compõe mais da metade da cartilagem hialina do nosso organismo. A cartilagem  hialina é a estrutura que reveste os ossos nos locais de impacto, permitindo a execução correta dos movimentos articulares, além de evitar o contato direto entre os ossos. 

Com o passar dos anos, a produção de colágeno pelo nosso corpo começa a cair. Isso pode ocorrer não só pela idade, mas também devido à herança genética e fatores ambientais.

Por exemplo, a prática intensa e frequente de atividade física de alto impacto e doenças como a obesidade contribuem para a redução do colágeno tipo 2 presente nas articulações. O que pode resultar no desenvolvimento da artrose. 

Colágeno tipo 2 e artrose

A artrose é uma doença que ataca as regiões de articulações. Afetando não apenas a cartilagem, mas também a região dos ligamentos, que são membranas que alinham as articulações e também o líquido sinovial, responsável pela lubrificação da região. Pode afetar pessoas de todas as idades, mas principalmente idosos.

O uso da suplementação de colágeno do tipo 2 para tratar a artrose, é eficiente devido o processo de absorção ficar mais rápido e se acumular com mais facilidade nas cartilagens (1).

Esse processo de absorção e acúmulo da região das cartilagens, é relacionado ao principal efeito do colágeno tipo 2 dentro das células do nosso organismo, ele aumenta a produção de um componente das células, chamado matriz celular, que age principalmente, evitando o desgaste de cartilagens.

Benefícios do colágeno tipo 2

Os principais benefícios do colágeno tipo 2 são prevenir e tratar o desgaste das articulações — que leva à artrose — de atletas, pessoas que praticam esportes em geral (sobretudo esportes de impacto ou com carga) e também de pessoas obesas, cujo peso pressiona as articulações, sobretudo as do joelho.

Um grupo de pesquisadores indianos após suplementar com 10 g ao dia por 3 meses comprovou que o colágeno tipo 2 ajudou a aliviar as dores articulares. E após um ano de suplementação, viram que foi possível regenerar a cartilagem em cerca de 82 % (2).

Confira os principais benefícios do colágeno tipo 2 para a saúde (3- 5):

  1. Diminuição do inchaço e da dor articular;
  2. Atuação no sistema de defesa;
  3. Prevenção da perda de colágeno;
  4. Melhora na qualidade de vida;
  5. Redução do processo inflamatório;
  6. Tem alta efetividade, mesmo com pequenas doses;
  7. Não tem efeitos colaterais e tem uma boa aceitação;
  8. Tem eficácia comprovada em estudos científicos para melhora das cartilagens e articulações.

Diferenças entre os suplementos de colágeno tipo 2

Veja as principais diferenças entre os produtos de colágeno tipo 2, para te ajudar na hora de escolher qual comprar.  

  1. Matéria-prima: as mais comuns são a matéria- prima B2Cool e UC-II. Porém não existe diferença entre elas em relação aos resultados.
  2. Composição: um bom suplemento de colágeno tipo 2 também é fonte de proteínas. Mas não são todos os fabricantes de suplementos que fazem isso. Essas informações você encontra no rótulo, na parte das informações nutricionais. Prefira os que tenham colágeno tipo 2 + colágeno tipo 1.
  3. Preço: desconfie de suplementos e medicamentos muito baratos, pois a matéria-prima original do colágeno tipo 2 não é barata. O valor final do produto, deve variar em torno de uma faixa de R$150,00.
  4. Quantidade de proteínas por porção: a dose ideal de colágeno é de 10 g por porção. Então procure por suplementos que ofereçam essa quantidade por dose. 
  5. Aditivos: quanto menor a concentração de sódio e a ausência de outros aditivos, como: corantes e aromas artificiais, melhor. Pois esses aditivos, a longo prazo, fazem mal para sua saúde. 

O que é UC-II e B2Cool?

O UC-II é uma das matérias-primas para o colágeno tipo 2, porém não é a única. Além dele, outra matéria- prima confiável é a B2Cool da Bioiberica. A B2Cool possui certificações de qualidade que garantem sua pureza e também confirmam ser um suplemento livre de compostos que causam alergias.

O B2Cool, conhecido como colágeno nativo, no seu processo de fabricação, não sofre alterações na sua estrutura. Então, estimula a produção de colágeno tipo 2 pelo organismo e promove benefícios para as articulações e cartilagens.

Entre essas matérias-primas de colágenos tipo 2 não existe nenhuma diferença, ambas têm o mesmo processo de fabricação e características. A diferença só pode ser observada no produto final, que pode ter ou não aditivos, que a longo prazo são prejudiciais à saúde.


B2Cool com Verisol – Colágeno tipo 2 com colágeno tipo 1

Essa combinação é ideal para oferecer todos os benefícios da suplementação com peptídeos bioativos de colágeno tipo 1 (que pode ser o Verisol ou Peptan). Pois além de agir nas cartilagens e articulações, vai melhorar também a aparência da pele, unhas, e também vai fortalecer o cabelo.

Nenhum estudo científico até hoje encontrou algum efeito colateral resultante do uso de colágeno, o que significa que a suplementação é segura nas doses recomendadas.

Recomendações de colágeno tipo 2 para as articulações

As recomendações mais adequadas para o consumo de colágeno são:

Dose: 40 mg de colágeno tipo 2 B2Cool 

Tempo de suplementação: no mínimo 12 semanas, mas recomenda-se o uso contínuo para melhores resultados.

Qual horário suplementar: não há nenhuma recomendação de um melhor horário para ingerir o suplemento. O colágeno pode ser tomado a qualquer momento do dia. A única recomendação é evitar o consumo de colágeno com grandes refeições, como almoço e jantar para melhor absorção.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para as articulações e cartilagens?

Referências:

1- ZDZIEBLIK D, et al. Improvement of activity-related knee joint discomfort following supplementation of specific collagen peptides. Appl Physiol Nutr Metab. 2017 Jun;42(6):588-595.

2- KUMAR S, et al. A double-blind, placebo-controlled, randomised, clinical study on the effectiveness of collagen peptide on osteoarthritis. J Sci Food Agric. 2015 Mar 15;95(4):702-7

4- JIANG, Jian-Xin et al. Collagen peptides improve knee osteoarthritis in elderly women: A 6-month randomized, double-blind, placebo-controlled study. Agro Food Industry Hi Tech, v. 25, p. 19-23, 2014..

5- BELLO AF & OESSE S. Collagen hydrolysate for the treatment of osteoarthritis and other joint disorders: a review of the literature. Curr Med Res Opin. 2006 Nov;22(11):2221-32.