Muitos médicos e nutricionistas recomendam o colágeno tipo 2 para a melhora e prevenção do desgaste das cartilagens e articulações. Porém com tantos produtos no mercado, é natural se questionar do produto recomendado buscando a melhor opção.

Mas há pontos importantes a serem avaliados que irão te ajudar a avaliar e questionar se aquele é o melhor colágeno tipo 2. 

Aqui você irá saber o que é o colágeno tipo 2, como ele atua nas cartilagens e articulações, seus benefícios e quais são os principais diferenciais entre os produtos de colágeno tipo 2.

O que é Colágeno tipo 2?

O colágeno tipo 2 é uma proteína produzida pelos condrócitos (células do tecido cartilaginoso), presente na matriz extracelular que compõe mais da metade da cartilagem hialina. A cartilagem de hialina é a estrutura que reveste os ossos nos locais de impacto, permitindo a correta execução dos movimentos articulares, além de evitar o contato direto entre os ossos. 

Dos colágenos existentes na cartilagem, o do tipo 2 é o mais abundante. Abrange cerca de 95% do peso total dos colágenos presentes nas cartilagens, enquanto os 5% faltantes, são dos colágenos do tipo 6, 9, 10 e 11.

Com o passar dos anos, nosso corpo perde naturalmente o ritmo da produção do colágeno, e a herança genética e fatores ambientais como: a prática intensa e frequente de atividade física de alto impacto e doenças como a obesidade, contribuem para a redução do colágeno tipo 2 presente nas articulações, desencadeando um quadro inflamatório bem conhecido por quem sofre com isso, definido como artrose.

Colágeno tipo 2 e artrose

A artrose é uma doença que ataca as regiões de articulações. Afetando além da cartilagem que recobre as extremidades ósseas, mas também ligamentos, membranas que alinham as articulações como a sinovial e também o líquido sinovial que tem como função a lubrificação das cartilagens. Afeta todas as faixas etárias,mas principalmente idosos.

Estudiosos da área, analisaram o uso do peptídeos bioativos de colágeno do tipo 2  para tratar a artrose, suplementando com colágeno tipo 2, e relatam uma rápida absorção pelo intestino e acúmulo nas cartilagens.

E esse resultado é relacionado ao principal efeito do colágeno tipo 2 dentro das células do nosso organismo, que aumenta a síntese de um componente celular chamado matriz celular, que desempenha importantes funções ao organismo, mas age principalmente evitando o desgaste de cartilagens.

Esses resultados já foram testados em pessoas de diferentes faixas etárias e também em animais para entender mais sobre a biológia envolvendo a capacidade do colágeno em melhorar a saúde.

Benefícios do colágeno tipo 2

Os principais benefícios do colágeno tipo 2 são prevenir e tratar o desgaste das articulações — que leva a artrose — de atletas, pessoas que praticam esportes em geral (sobretudo esportes de impacto ou com carga) e também para as pessoas obesas, cujo peso afeta pressiona as articulações, sobretudo as do joelho.

Um estudo comprovou que a ingerir 10g de peptídeos bioativos de colágeno tipo 2 ao dia por três meses, alivia as dores articulares. Já com um ano de suplementação, é possível regenerar a cartilagem em cerca de 82%.

Os principais benefícios do colágeno tipo 2 para a saúde são:

  1. Reduz o inchaço e a dor articular;
  2. Modula resposta imunológica;
  3. Evita a degradação do colágeno;
  4. Melhora a qualidade de vida;
  5. Reduz o processo inflamatório;
  6. Alta efetividade em baixas doses;
  7. Altamente seguro e bem tolerável;
  8. Garantia de qualidade e efetividade no processo de fabricação;
  9. Eficácia demonstrada em estudos científicos em humanos.

Diferenças entre os suplementos de colágeno tipo 2

A principal diferença entre os produtos de colágeno tipo 2 são: 

  1. Matéria prima: A máteria prima desse suplemento é patenteada, mas o processo de fabricação e desenvolvimento é o mesmo entre elas. Como por exemplo o caso da UC-II e B2Cool.
  2. Composição: A indústria aproveita para incluir em sua composição outros nutrientes importantes para a articulação, como vitaminas, minerais. Porém não são todos. Essas informações você encontra no rótulo, e veja como um diferencial aquele que também com peptídeos bioativos de colágeno tipo 1.
  3. Preço: desconfie de suplementos e medicamentos muito baratos, pois a materia prima origial do colágeno tipo 2 encarece o valor final do produto, que devem variar em uma faixa de R$150,00.
  4. Quantidade de proteínas por porção: Como os cientístas estipularam a dose ótima em porções de 10g, procure por suplementos que ofereçam essa quantidade e que dessas 10g, quase tudo seja de proteína em seu rotúlo
  5. Aditivos: Quanto menor a concentração de sódio e a ausência de outros aditivos como: estabilizantes, corantes e aromas artificiais melhor será para a sua saúde já que esses componentes a longo prazo são prejudiciais a saúde.

O que é UC-II e B2Cool?

O UC-II é uma patente para a fabricação e utilização do colágeno não desnaturado tipo 2. Porém, não é o único, a empresa Bioiberica possue a patente do colágeno B2Cool que também é o peptídeo de colágeno não desnaturado do tipo 2 com certificações de qualidade para garantir sua pureza e certificações contra compostos que promovem alergia.

O B2Cool conhecido como colágeno nativo, que significa que não sobre alterações na sua estrutura, que estimula a produção de colágeno tipo 2 pelo organismo promovendo seus benefícios.

UC-II ou B2Cool ?

A verdade é que para esses patentes de colágenos tipo 2, não existe nenhuma diferença, ambos possuem o mesmo processo de fabricação e características. A diferença só se observa no produto final, que pode contarcom aditivos que a longo prazo são prejudiciais a saúde.

B2Cool com Verisol – Colágeno tipo 2  com colágeno tipo 1

Essa combinação é ideal para oferecer todos os benefícios da suplementação com peptídeos bioativos de colágeno, já que irá agir além das cartilagens e articulações, melhorando também a aparência da pele, unhas e fortalecimento do cabelo. Nenhum estudo científico até hoje encontrou algum efeito colateral para o uso de colágeno, o que torna sua suplementação segura nas doses recomendadas.

Recomendações de colágeno tipo 2 para as articulações

De acordo com os cientistas, os efeitos positivos observados serviram de base para seguintes recomendações:

Dose: 10g ao dia

Tempo de suplementação: No mínimo 12 semanas, mas recomendado o uso contínuo para melhores resultados.

Qual horário suplementar: Pode ser suplementado em qualquer horário do dia já que não há estudos científicos avaliando qual o melhor horário. A única recomendação é evitar o consumo de colágeno com grandes refeições como almoço e jantar.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para as articulações e cartilagens?

Referências:

JIANG, Jian-Xin et al. Collagen peptides improve knee osteoarthritis in elderly women: A 6-month randomized, double-blind, placebo-controlled study. Agro Food Industry Hi Tech, v. 25, p. 19-23, 2014.

KUMAR S, et al. A double-blind, placebo-controlled, randomised, clinical study on the effectiveness of collagen peptide on osteoarthritis. J Sci Food Agric. 2015 Mar 15;95(4):702-7.

BELLO AF & OESSE S. Collagen hydrolysate for the treatment of osteoarthritis and other joint disorders: a review of the literature. Curr Med Res Opin. 2006 Nov;22(11):2221-32.

4- ZDZIEBLIK D, et al. Improvement of activity-related knee joint discomfort following supplementation of specific collagen peptides. Appl Physiol Nutr Metab. 2017 Jun;42(6):588-595.