Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Conheça as diferentes formas de consumir o ômega 3 e qual a melhor

Conheça as diferentes formas de consumir o ômega 3 e qual a melhor

ômega 3 é bom para ansiedade
6 minutos de leitura

O ômega 3 é um nutriente essencial para a saúde em todas as fases da nossa vida. Entretanto, não é tão fácil consumir a quantidade ideal deste nutriente através da alimentação.

Motivo pelo qual seu suplemento se tornou um dos mais necessários no cenário atual.

Diante disso, o mercado vem trazendo diferentes formas de consumir o ômega 3 para atender às necessidades variadas dos consumidores.

Mas, qual a melhor para você? A seguir, vamos te ajudar a entender as diferenças entre cada formato do suplemento e suas vantagens e desvantagens, para que você possa escolher a opção ideal para seu caso. Confira!

Diferentes formas de consumir o ômega 3

Atualmente, é possível encontrar suplementos de ômega 3 de três maneiras: cápsulas, gomas e líquidos.

Entenda a seguir quais as diferenças entre elas e suas principais indicações:

Cápsula

O ômega 3 em cápsulas é a forma mais tradicional e popular da suplementação. Ele oferece praticidade, economia e alta concentração do nutriente.

Além disso, as cápsulas são fáceis de transportar, o que as torna uma opção prática para quem tem uma rotina corrida. Visto que elas podem ser consumidas em qualquer lugar, bastando ter água por perto.

Bem como, esse tipo de ômega 3 costuma ter um preço mais acessível do que as outras formas de suplementação.

Portanto, ele é ideal para quem não tem dificuldade em consumir cápsulas e busca uma opção econômica, prática e fácil de levar.

Vantagens

o que é EPA e DHA

Desvantagens

  • Pode gerar desconforto de engolir para algumas pessoas, especialmente se as cápsulas forem grandes;
  • Há relatos de refluxo após a ingestão;
  • O odor e o sabor das cápsulas podem não ser bem aceitos.

Goma

O ômega 3 em gomas é uma alternativa saborosa e prática para quem busca uma forma mais agradável de consumir esse suplemento.

Ele é indicado para crianças, idosos e adultos que têm dificuldade em engolir cápsulas. Uma vez que as gomas oferecem uma experiência mais palatável, sem a necessidade de água, basta mastigá-las!

Além disso, esse tipo de ômega 3 tem menos chances de provocar desconforto gástrico, efeito este que algumas pessoas experimentam quando ingerem o suplemento em cápsulas.

Vantagens

  • Sabor e odor mais agradáveis;
  • Menores riscos de desconforto gástrico;
  • Textura macia e fácil de mastigar;
  • Maior aceitabilidade em todas as idades, especialmente crianças e idosos;

Desvantagens

  • Pode ter maior adição de açúcares e/ou aditivos artificiais;
  • A concentração de ômega 3 costuma ser menor em comparação aos outros formatos;
  • Algumas pessoas podem não gostar da textura e/ou do sabor.

Líquido

O ômega 3 líquido é uma excelente alternativa para quem tem dificuldade em engolir cápsulas ou prefere evitar o sabor e/ou a textura das gomas.

Ele é indicado para pessoas de todas as idades, sendo uma ótima opção sobretudo para quem precisa ajustar a dose do nutriente.

Isso acontece porque o ômega 3 líquido permite alterar a dose, sem gerar muitos contratempos no consumo.

O que é diferente dos outros formatos, que, quanto maior a dose, maior é o tamanho da cápsula ou da goma.

Em contrapartida, o sabor do ômega 3 líquido pode não agradar a todos. Além disso, ele costuma ser mais caro que os outros.

Vantagens

  • Facilidade de uso e de ajuste da dose;
  • Sabor pode ser variado.

Desvantagens

  • Preço menos acessível;
  • Algumas pessoas podem achar o sabor desagradável;
  • Mais suscetível a oxidação;
  • Precisa manter refrigerado após aberto, dificultando de transportar.

Qual dessas formas é a melhor?

Não existe a melhor maneira entre essas diferentes formas de consumir o ômega 3.

Visto que cada formato pode ser mais adequado para as necessidades individuais de cada pessoa.

Então, se você estiver com dúvidas na hora de escolher, consulte um médico ou nutricionista para lhe orientar a respeito da melhor forma para seu caso.

omega-3-faz-mal-ao-figado

Como saber se o ômega 3 é de qualidade?

Independentemente das diferentes formas de consumir o ômega 3, você deve se atentar a alguns detalhes para certificar se o produto é seguro.

Logo abaixo, deixaremos os cuidados que você deve ter antes de adquirir o seu suplemento. Confira:

1 – Origem da matéria-prima

A qualidade e segurança do ômega 3 começa na origem da matéria-prima. Com isso, o ideal é escolher um suplemento que seja derivado preferencialmente de peixes selvagens de águas frias e profundas, livres de contaminação.

Além de promover a sustentabilidade da pesca, isso garante a qualidade nutricional, pois peixes criados em ambientes naturais costumam acumular mais ômega 3 e outros nutrientes essenciais, como vitamina E e zinco.

2 – Certificado IFOS

Para certificar a pureza e a segurança do ômega 3, procure o selo IFOS na embalagem. Esse certificado assegura que o suplemento está livre de metais pesados e outros contaminantes.

3 – Embalagem adequada

Escolha um ômega 3 que seja embalado em recipiente opaco ou escuro, pois essas embalagens protegem o suplemento da oxidação causada pela exposição à luz. Consequentemente, a sua qualidade e eficácia são preservadas.

Além disso, opte por um suplemento que possua a adição de vitamina E, porque a ação antioxidante deste nutriente ajuda a manter a estabilidade do ômega 3 e evita a sua deterioração.

4 – Recomendação de profissionais de saúde

Médicos e nutricionistas estão familiarizados com as necessidades individuais de cada paciente e as exigências regulamentares de segurança, qualidade e pureza a respeito do ômega 3.

Então, se esses profissionais recomendam o suplemento de uma determinada marca, isso indica que ele é seguro e adequado para consumo.

Sendo assim, investigue se o ômega 3 costuma ser recomendado por médicos e nutricionistas, ou até mesmo busque a opinião do profissional que o acompanha.

5 – Avaliação de outros consumidores

Por fim, considere também a experiência de outros consumidores ao escolher um suplemento de ômega 3.

Neste caso, busque por aqueles que tenham avaliações positivas e recomendações confiáveis em sites de compras e redes sociais.

Assim como, prefira comprar em sites oficiais das marcas ou de lojas regulamentadas, evitando cair em golpes ou adquirir um suplemento falso.

Quer saber mais?

o que é EPA e DHA

Referências

RODRIGUEZ, D. et al. Update on Omega-3 Polyunsaturated Fatty Acids on Cardiovascular Health. Nutrients, v. 14, n. 5146, p. 1-15, 2022.

VAZ, D. S. S. et al. A IMPORTÂNCIA DO ÔMEGA 3 PARA A SAÚDE HUMANA: UM ESTUDO DE REVISÃO. Revista UNINGÁ, v. 20, n. 2, p. 48-54, 2014.ZHANG, X. et al. Omega-3 Polyunsaturated Fatty Acids Intake and Blood Pressure: A Dose-Response Meta-Analysis of Randomized Controlled Trials. Journal of the American Heart Association, v. 11, p. 1-29, 2022.

Avalie este post

Nutricionista pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e pós graduada em Comportamento Alimentar pelo Instituto de Pesquisas, Ensino e Gestão em Saúde (IPGS).

Experiência acadêmica em pesquisa científica e produção de conteúdos com embasamento científico. Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dez =


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.