Frutas com Vitamina D? Veja aqui

| | , ,

A vitamina D é um micronutriente solúvel em gordura e essencial para a realização de diversas funções biológicas no metabolismo humano.

Apesar de existirem diversos outros tipos de vitaminas, a vitamina D ganhou certo destaque no mercado e cenário mundial por ter um papel importante na saúde dos ossos e dos músculos.

A maioria dos estudos científicos sobre a vitamina D, apontam sua deficiência em diversos grupos populacionais. Portanto, a falta da vitamina D no metabolismo tem se tornado cada vez mais frequente para muitas pessoas

Diante disso, a busca por alternativas para suprir a deficiência da vitamina D também cresceu. Veja agora o que você precisa saber sobre a presença da vitamina D em frutas, bem como qual é a melhor forma de repor o nutriente para a sua saúde.

Qual fruta tem vitamina D?

Uma dúvida recorrente e muitas vezes respondida de forma equivocada, é se conseguimos encontrar a vitamina D em frutas. A resposta é NÃO.

A vitamina D se faz presente em diferentes formas (animal e vegetal), sendo ela proveniente de animais como peixes gorduroso de águas profundas e geladas, vegetais como leveduras, fungos e cogumelos (Shitake), e, em alguns países, em alimentos fortificados como leite e ovos.

Quais as frutas e verduras que têm vitamina D?

Da mesma forma que as frutas não possuem vitamina D, as verduras e legumes também NÃO possuem.

Fora os alimentos de origem animal, somente alguns de origem vegetal contém a vitamina D em sua composição. São eles: leveduras, fungos e cogumelos (Shitake).

O que devo comer para aumentar a vitamina D?

Se não conseguimos obter a vitamina D pelas frutas e verduras, o que posso comer para adquiri-la?

Os alimentos naturalmente ricos em vitamina D incluem peixes gordurosos de águas profundas, ovos de galinhas fortificados, produtos lácteos (porém apenas os fortificados), salmão, cavala, sardinha, óleo de fígado de bacalhau, leveduras, fungos e cogumelos (Shitake). Veja:

Alimentos fontes de Vitamina D

AlimentoPorçãoQuantidade de Vit D por porção
Salmão selvagem100 g600 - 1000 UI de D3
Salmão de criação100 g100 - 250 UI D3
Sardinha em conserva100 g300 UI de D3
Cavala em conserva100 g250 UI de D3
Atum em conserva100 g230 UI de D3
Óleo de fígado de bacalhau5 mL400 - 1000 UI de D3
Gema de ovo1 unidade20 UI de D3
Cogumelos frescos100 g100 UI de D2
Cogumelos secos ao sol100 g1600 UI de D2

Os alimentos fortificados com vitamina D fazem parte de uma política pública de fortificação de alimentos em países como os Estados Unidos e Canadá. 

Nesses países, a vitamina D é adicionada na ração de vacas e galinhas, para que o leite e os ovos tenham alguma quantidade micronutriente.

No caso do Brasil, até o momento, infelizmente não temos nenhuma política pública que determine a fortificação dos alimentos comuns ao consumo diário com vitamina D.

Quais sucos que contêm vitamina D?

Um suco é o líquido extraído de frutos, e  como as frutas não contêm vitamina D, podemos então deduzir que eles também não têm essa vitamina, correto? Sim e não.

De fato, o suco originário da fruta não tem a vitamina D em sua composição original, porém, é possível inserir a vitamina D de forma indireta através dos suplementos de vitamina D.

Por exemplo: é possível fazer uma vitamina de banana incluindo leite, banana, açúcar, aveia e juntamente a esses ingredientes, cortar uma cápsula gelatinosa de um bom suplemento de vitamina D.

Outro exemplo é os dos shakes: é possível preparar um shake de proteína de morango com cereja, incluindo shake em pó solúvel sabor morango, leite semidesnatado, cerejas frescas sem caroço e cortar uma cápsula de vitamina D gelatinosa no momento do preparo.

Fontes de vitamina D

A vitamina D pode ser encontrada de forma relativamente fácil em alimentos de origem vegetal e animal, em suplementos alimentares e produzida pelo próprio corpo em reação ao estímulo gerado pela exposição ao sol.

A exposição aos raios ultravioletas B (UVB) provenientes do sol, é a principal forma que nós, seres humanos, podemos obter a vitamina D. Isso acontece porque temos presente na pele uma molécula semelhante às moléculas de colesterol, que é uma precursora da vitamina D ativada pelas energias dos raios UVB.

Somente 20% da vitamina D presente em nosso organismo vem da ingestão de alimentos, a maioria, ou seja 80% dela é produzida pelo nosso próprio corpo.

Entretanto, devido ao crescimento da carência da vitamina D em diversos grupos populacionais, a maioria dos profissionais da saúde  – incluindo a Sociedade de Endocrinologia –  incentivam o consumo estratégico de suplementos de vitamina D.

Quer saber mais?

Referências:

MEYERS, Linda D.; OTTEN, Jennifer J.; HELLWING, Jeniffer Pirzi. Dietary reference intakes : the essential guide to nutrient requirements, 2006. Disponível em <https://www.nal.usda.gov/sites/default/files/fnic_uploads/DRIEssentialGuideNutReq.pdf>

VHITA, blog. O que você precisa saber sobre Vitamina D | Dra. Priscila Gontijo. Disponível em <https://blog.vhita.com.br/vitamina-d/>

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. Núcleo de estudo e pesquisas em alimentos (NEPA), UNICAMP, 2011. Disponível em <https://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/03/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf>

 
Anterior

Dicas de saúde para ter maior qualidade de vida

Alimentos com Vitamina D? Drª. Priscila Gontijo explica

Próximo

Deixe um comentário