Home » Ômega 3 e vitamina D pode tomar junto?

Ômega 3 e vitamina D pode tomar junto?

5 minutos de leitura

Ômega 3 e vitamina D podem ser tomados juntos? 

Os nutrientes do momento: a gordura do bem e a vitamina do Sol… Será que ômega 3 e vitamina d pode tomar junto?

Se você já acompanha a gente aqui no blog, já deve saber dos benefícios do ômega 3 para a saúde cerebral e para a saúde do coração, e dos benefícios da vitamina D para a saúde dos ossos e a relação dessa vitamina com a fadiga e tantas doenças que hoje são estudadas.

Mas aí vem a grande questão: eu quero obter os benefícios dos dois nutrientes, então será que ômega 3 e vitamina D podem ser tomados juntos?

Vamos descobrir? 

Afinal, ômega 3 e vitamina D pode tomar junto?

A resposta para a grande questão é sim. O consumo de ômega 3 junto com a vitamina D não prejudica a absorção nem o metabolismo um do outro no nosso corpo, ou seja, não há problema nenhum em tomar os dois de forma combinada.

O que a ciência diz: estudos com ômega 3 e vitamina D

Diante de tantas evidências de diversos benefícios oferecidos por ambos os nutrientes, os cientistas cada vez mais estão interessados em estudar os efeitos não apenas dos nutrientes de forma isolada, mas também a combinação de nutrientes.

Para o texto de hoje separamos alguns destes estudos aqui para vocês!

Na prevenção de depressão

Curiosamente, está em andamento um estudo em grande escala chamado VITAL-DEP (The VITamin D and OmegA-3 TriaL-Depression Endpoint Prevention) para determinar os efeitos da suplementação com vitamina D e ômega 3 por 5 anos sobre o humor e a prevenção da depressão tardia em adultos de meia-idade e idosos. 

O protocolo desse estudo foi publicado em março de 2018, então em 2023 os pesquisadores devem publicar os resultados deste estudo interessantíssimo.

Na artrite reumatoide

Em 2017 foi publicado um estudo com 727 pacientes com artrite reumatoide, de 10 hospitais na Suécia. 

Os autores identificaram que a maior ingestão de vitamina D e de ômega-3 durante o ano anterior ao tratamento da artrite reumatoide com medicamento padrão pode estar associada a melhores resultados de tratamento em pacientes com a doença em estágio inicial.

Esses resultados são animadores e a partir dele poderão surgir estudos para investigar os efeitos da suplementação desses dois nutrientes como tratamento coadjuvante para artrite reumatoide.

No diabetes gestacional

Um estudo publicado em 2017 investigou os efeitos da co-suplementação de ômega 3 + vitamina D em 120 mulheres gestantes com diabetes gestacional e demonstraram que a suplementação durante 6 semanas foi capaz de diminuir inflamação e estresse oxidativo.

Mas, atenção, esses resultados são de um único estudo, e portanto mais estudos são necessários.

No primeiro ano de diabetes melito tipo 1 

Um estudo conduzido por pesquisadores italianos e publicado em 2019 investigou os efeitos da co-suplementação de ômega 3 e vitamina D no primeiro ano de descoberta do diabetes melito tipo 1 (DM1), em crianças, e avaliaram a ingestão dietética.

Os autores concluem que a combinação desses 2 nutrientes apresenta benefícios para as crianças DM1 no início da doença e merecem uma investigação mais aprofundada. 

Na função renal de pacientes com diabetes tipo 2

Um estudo de longo prazo, acompanhou por 5 anos os resultados de suplementação de ômega 3 e vitamina D sobre a função renal em pacientes com diabetes melito tipo 2. 

Os resultados desse estudo não apoiam o uso de vitamina D ou suplementação de ômega 3 para preservar a função renal em pacientes com diabetes tipo 2. 

Apesar deste estudo não ter evidenciado efeitos nesta população, mais estudos são necessários para verificar se a suplementação de forma isolada ou combinada pode prevenir danos renais em diferentes populações.

Combinação ômega 3 e vitamina D: um futuro promissor?

Bom, pelos estudos aqui citados podemos perceber que as investigações da combinação de ômega 3 com vitamina D é super recente e mais estudos são necessários.

Embora alguns estudos não tenham evidenciado benefícios, as aplicações da suplementação para estudo são inesgotáveis e provavelmente os cientistas continuem a investigar a combinação não só de ômega 3 e vitamina D, mas também de outros nutrientes, em diferentes populações, com diferentes doenças, enfim…

Deixe aqui nos comentários se você gostou desse conteúdo, deixe suas dúvidas e se inscreva na nossa newsletter aqui do lado para receber notificação sempre que um conteúdo novo for postado.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um ômega 3 de altíssima qualidade?

 

Referências

Cadario F, Pozzi E, Rizzollo S, et al. Vitamin D and ω-3 Supplementations in Mediterranean Diet During the 1st Year of Overt Type 1 Diabetes: A Cohort Study. Nutrients. 2019;11(9):2158. Published 2019 Sep 9. doi:10.3390/nu11092158

de Boer IH, Zelnick LR, Ruzinski J, et al. Effect of Vitamin D and Omega-3 Fatty Acid Supplementation on Kidney Function in Patients With Type 2 Diabetes: A Randomized Clinical Trial [published correction appears in JAMA. 2020 Jul 7;324(1):103]. JAMA. 2019;322(19):1899-1909. doi:10.1001/jama.2019.17380

Lourdudoss C, Wolk A, Nise L, Alfredsson L, Vollenhoven RV. Are dietary vitamin D, omega-3 fatty acids and folate associated with treatment results in patients with early rheumatoid arthritis? Data from a Swedish population-based prospective study. BMJ Open. 2017;7(6):e016154. Published 2017 Jun 10. doi:10.1136/bmjopen-2017-016154

Okereke OI, Reynolds CF 3rd, Mischoulon D, et al. The VITamin D and OmegA-3 TriaL-Depression Endpoint Prevention (VITAL-DEP): Rationale and design of a large-scale ancillary study evaluating vitamin D and marine omega-3 fatty acid supplements for prevention of late-life depression. Contemp Clin Trials. 2018;68:133-145. doi:10.1016/j.cct.2018.02.017

Razavi M, Jamilian M, Samimi M, et al. The effects of vitamin D and omega-3 fatty acids co-supplementation on biomarkers of inflammation, oxidative stress and pregnancy outcomes in patients with gestational diabetes. Nutr Metab (Lond). 2017;14:80. Published 2017 Dec 28. doi:10.1186/s12986-017-0236-9

Nutricionista e Mestre em Ciências pela UNIFESP.

Experiência acadêmica em pesquisa científica. Atua como professora convidada em cursos de graduação e pós graduação na área da saúde.

Profissional com sólida formação em pesquisa e inovação. Atua na interseção entre o desenvolvimento de produtos com base em ciências e inovação para a saúde, e o marketing de conteúdo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *