Home » Como saber se o ômega 3 é livre de metais pesados?

Como saber se o ômega 3 é livre de metais pesados?

livre de metais pesados
3 minutos de leitura

Os suplementos de ômega 3, de origem animal, são feitos a partir do óleo de peixe. Esse animal se contamina facilmente com metais pesados, como mercúrio e chumbo, devido à quantidade de lixo que é despejada nos oceanos. 

Os metais pesados são ingeridos através da água e se acumulam no corpo do animal, fazendo com os produtos derivados dos peixes afetados estejam contaminados. No entanto, fique tranquilo, nem todos os peixes estão contaminados, pois nem todos os locais sofrem de poluição por metais pesados. 

A melhor forma de evitar suplementos que podem conter mercúrio e outros metais pesados é procurar por produtos que tenham selos de qualidade e pureza. Um bom exemplo disso é a presença do selo IFOS, garantindo que o produto está livre de contaminações e é seguro para consumo.

Além do selo IFOS no ômega 3, também existem outros importantes órgãos de certificação, como o certificado Halal, FSSC 22000 e Pronova Pure.

Como saber se o ômega 3 é livre de mercúrio?

O mercúrio é um dos principais metais pesados que poluem os oceanos. Sua presença como poluente é comum pelo seu abundante uso industrial. Os rejeitos gerados em fábricas são muitas vezes descartados em locais impróprios sem o devido tratamento, causando a contaminação de rios, lagos e oceanos.

Da mesma forma que os outros metais pesados, os selo de qualidade e segurança também garantem que o ômega 3 é livre de mercúrio e seguro para o consumo. Procure no rótulo do produto os selos IFOS, Halal, FSSC 22000 ou Pronova Pure.

Quais são os selos de qualidade do ômega 3?

Os selos de qualidade são certificados obtidos a partir da análise do produto por organizações não vinculadas às marcas de suplementos. Essa análise comprova se a matéria prima é de qualidade, com objetivo de mostrar para o consumidor que se trata de um suplemento seguro.

O IFOS (International Fish Oil Standards Program) é o principal selo de qualidade. Conseguir esse selo é difícil, pois as empresas passam por diversos testes para comprovar as características necessárias do suplemento. Para conseguir o certificado, é preciso que a marca atinja cinco estrelas nas etapas de verificação.

Ele é um ótimo indicativo na hora de escolher um ômega 3 de qualidade para tomar, pois o produto que conquistar o selo, é realmente confiável. Outros selos de qualidade importantes são FSSC 22000, PRONOVA PURE e HALAL.

Na imagem abaixo, comparamos as principais marcas do mercado e quais apresentam certificados de qualidade.

Quais os riscos do consumo de metais pesados?

Nosso corpo não consegue excretar os metais pesados que ingerimos através da alimentação. Apesar de não provocarem sintomas iniciais, caso o consumo seja crônico, o acúmulo têm efeitos tóxicos para o organismo.

A intoxicação pode afetar as funções do cérebro e rins, além de estar associado ao maior risco de desenvolvimento de câncer. Para as gestantes, qualquer possível fonte desses contaminantes deve ser excluída da alimentação na garvidez. Seus desfechos são extremamente prejudiciais para o desenvolvimento do bebê.

Quer saber mais?

5/5 - (1 voto(s))

Nutricionista e Mestre em Ciências pela UNIFESP.

Experiência acadêmica em pesquisa científica. Atua como professora convidada em cursos de graduação e pós graduação na área da saúde.

Profissional com sólida formação em pesquisa e inovação. Atua na interseção entre o desenvolvimento de produtos com base em ciências e inovação para a saúde, e o marketing de conteúdo.

Marcações:

2 comentários em “Como saber se o ômega 3 é livre de metais pesados?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *