Como saber se o ômega 3 é livre de metais pesados?

| | ,

Como como comprar um ômega 3 livre de metais pesados e seguro para seu consumo? Vamos te dar algumas dicas para você escolher o melhor produto, sem o risco de complicações.

Como saber se o ômega 3 é livre de metais pesados?

Como os suplementos de ômega 3, de origem animal, são feitos a partir do óleo de peixe, alguns podem estar contaminados com metais pesados, como o mercúrio, pois os animais podem ingeri-los, devido à quantidade de lixo que é despejada nos oceanos.

Mas fique tranquilo, nem todos estão contaminados, e você pode procurar por produtos com garantias de segurança.

A melhor forma de evitar suplementos que podem conter metais pesados é procurar por produtos que tenham selos de qualidade e pureza. Um bom exemplo disso é o selo IFOS, ele te dá garantia de que o produto é puro e está livre de contaminações. 

Dessa forma, você e sua saúde não correm riscos tomando o suplemento. 

Selo IFOS

O IFOS (International Fish Oil Standards Program) é uma conceituada instituição internacional que avalia a qualidade do óleo de peixe por meio de critérios rigorosos de análise. 

Conseguir esse selo é difícil, pois as empresas passam por diversos testes para comprovar a qualidade, pureza e segurança do suplemento e para conseguir o certificado, é preciso que a marca atinja cinco estrelas nas etapas de verificação.

Ele é um ótimo indicativo na hora de escolher um ômega 3 para tomar, pois o produto que conquistar o selo, é realmente confiável. 

Um bom exemplo de marca que garantiu esse selo é a Vhita. Clique aqui para saber mais sobre ela!

Outros fatores que garantem a qualidade do ômega 3

Existem outros fatores que podem comprovar a qualidade de um suplemento, preparamos uma pequena lista de aspectos que você deve analisar antes de comprar ômega 3.

Concentração de DHA e EPA

Fique atento à composição do suplemento, pois nem tudo dentro de uma cápsula de ômega 3 é, de fato, ômega 3. Como assim? Dentro das cápsulas são adicionados outros tipos de gorduras, que são óleo de peixe, mas não esse que você procura. 

Por isso, quando for comprar fique atento e escolha os produtos com a maior quantidade de DHA e EPA, que são os principais tipos de ômega 3. Bons suplementos de ômega 3 costumam ter concentração de 60% em suas cápsulas. 

Quantidade de DHA e EPA por dose

Outro fator importante é a quantidade de cápsulas que você precisa tomar por dia.

A recomendação diária é de 1200 mg de ômega 3 (DHA e EPA). Mas a capacidade máxima, determinada pela ANVISA, que pode conter em uma cápsula é de 1000 mg, ou seja, não é possível atingir a quantidade indicada com apenas uma. 

A dose ideal, então, é de duas cápsulas por dia, procure por produtos com essa recomendação de dose. Para que você não precise tomar várias cápsulas diariamente. 

Ômega 3: TG ou EE?

Você encontra o suplemento de ômega 3 em dois formatos diferentes: triglicerídeos reesterificados (TG) ou etil éster (EE). Mas calma, o que você precisa saber sobre esses nomes complicados é que são duas formas de apresentação do ômega 3.

Quando você for comprar, apenas saiba que o formato TG promove uma melhor absorção do ômega 3 no nosso corpo. Então dê preferência para produtos com essa apresentação.

Vitamina E

A vitamina E é um antioxidante natural, utilizada para garantir a qualidade do produto e evitar sua oxidação. Sua presença conserva o produto e sua qualidade por mais tempo.

Embalagem 

Quando for comprar, uma dica é optar por suplementos que contenham embalagens opacas, pois protegem o produto da luminosidade e umidade, fazendo com que ele dure mais tempo, garantindo suas propriedades. Então, evite embalagens transparantes.

E aí, gostou das dicas? Se ainda tiver alguma dúvida, pode mandar para a gente, estamos à disposição!

Quer saber mais?

 
Anterior

Suplementos para a pele | Veja aqui quais são os principais

Qual o preço médio do colágeno Verisol | Veja aqui

Próximo

Deixe um comentário