Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Peptídeos de colágeno e colágeno hidrolisado | Entenda os diferentes tipos

Peptídeos de colágeno e colágeno hidrolisado | Entenda os diferentes tipos

Peptídeos de colágeno.
4 minutos de leitura

O colágeno é uma proteína fibrosa de extrema importância encontrada em abundância tanto em animais quanto em humanos. 

Mas o que muitos não sabem é que o colágeno é uma família de proteínas, composta por diversos tipos diferentes, cada um com características e funções específicas em nosso organismo. 

Essa diversidade de tipos de colágeno é o que torna essa proteína tão versátil e essencial para a nossa saúde e bem-estar.

Separamos neste artigo alguns tipos de colágeno, e como eles podem ser usados. 

Quais são os tipos de colágeno?

Explicamos sobre os principais tipos de colágeno abaixo, confira:

Colágeno Tipo I 

É o tipo mais comum de colágeno, encontrado em cartilagens fibrosas, ossos, pele, e tendões.

Por passar por um processo de hidrólise onde é quebrado em pedaços menores — para que seja absorvido com mais facilidade —, aí recebe o nome de colágeno hidrolisado.

Colágeno Tipo II 

Abundante principalmente em cartilagens e articulações, está presente, também, nos olhos.

Apesar de ser difícil de ser encontrado, há alguns suplementos que contêm a fórmula capaz de aumentar a produção de colágeno no organismo humano. 

Ele alivia dores nas articulações, que são associadas à perda de cartilagem. 

https://www.youtube.com/watch?time_continue=2&v=9iafQ9_ynNw

Peptídeos bioativos de colágeno 

Por fim, temos os peptídeos bioativos de colágeno. Eles são altamente hidrolisados, ou seja, suas moléculas são quebradas em partículas ainda menores e com uma capacidade de absorção maior.

Não é considerado um tipo de colágeno, mas sim uma forma de apresentação e, por isso, pode ser tanto do tipo I quanto do tipo II. 

Os peptídeos bioativos de colágeno são bastante conhecidos e utilizados entre os praticantes de atividades físicas, por ter fácil disponibilidade no organismo.

Principais diferenças entre o colágeno hidrolisado e os peptídeos de colágeno 

Embora os dois tipos de colágeno sofram o processo de hidrólise, os peptídeos bioativos são quebrados em pedaços ainda menores.

 E por isso, vão ter uma absorção melhor e mais rápida no organismo.

O colágeno hidrolisado é mais indicado para pessoas que sofrem com problemas como a perda de massa óssea, já que a proteína é capaz de aumentar essa massa e reduzir os riscos de fratura.

Também pode ser indicado para quem tem problemas como artrite e artrose. 

Já os peptídeos bioativos de colágeno são indicados para quem busca combater o envelhecimento da pele, restabelecer a hidratação e a elasticidade e estimular a produção de colágeno. 

Suplementação de colágeno para atletas 

É comum para quem pratica atividades físicas sofrer com dores e desconfortos em articulações como joelho, mãos, ombros e quadril, por conta do impacto causado pelo exercício. 

O uso da suplementação dos peptídeos bioativos de colágeno irá fornecer aminoácidos ao organismo, para que a proteína seja formada no corpo, como na pele e cartilagem articular, melhorando esses sintomas desconfortáveis. 

Agora que você conhece mais sobre a diferença entre o colágeno hidrolisado e os peptídeos bioativos de colágeno, é hora de pensar em iniciar uma suplementação dessa proteína para receber os benefícios que ela tem a oferecer.

É importante lembrar, porém, que embora o produto seja natural, ainda assim aconselhamos você a buscar ajuda de um nutricionista para que o seu caso seja mais bem avaliado e você possa ingerir o colágeno na dose adequada.

Quer saber mais?

Referências:

MOREIRA, Juliana Aparecida Ramiro; GIUSTI, H. H. K. D.; UNIARARAS, Hermínio Ometto. A fisioterapia dermato-funcional no tratamento de estrias: Revisão de literatura. Revista Científica da UNIARARAS, v. 1, n. 2, 2013.

PÉREZ-SÁNCHEZ, Almudena et al. Nutraceuticals for skin care: A comprehensive review of human clinical studies. Nutrients, v. 10, n. 4, p. 403, 2018.

PROKSCH, E. et al. Oral intake of specific bioactive collagen peptides reduces skin wrinkles and increases dermal matrix synthesis. Skin pharmacology and physiology, v. 27, n. 3, p. 113-119, 2014.

5/5 - (1 voto(s))
Priscila Gontijo Correa

Nutricionista e Mestre em Ciências pela UNIFESP.

Experiência acadêmica em pesquisa científica. Atua como professora convidada em cursos de graduação e pós graduação na área da saúde.

Profissional com sólida formação em pesquisa e inovação. Atua na interseção entre o desenvolvimento de produtos com base em ciências e inovação para a saúde, e o marketing de conteúdo.

20 comentários em “Peptídeos de colágeno e colágeno hidrolisado | Entenda os diferentes tipos”

  1. Olá!
    Peço indicação para tratamento de permeabilidade intestinal.
    Seria o Colágeno com peptideos ou colageno hidrolisado?
    Desde já muito obrigado!

    1. Olá Marcio, tudo bem?

      Os peptídeos bioativos são sempre a melhor opção de colágeno. Seu formato faz com que não precisem passar pelo processo de digestão para serem absorvidos, facilitando o trabalho do intestino. Isso também permite que mantenham a sua função original e benefícios.

      Gostaríamos de reforçar que o colágeno é um proteína importante para as células que revestem o nosso intestino, as mesmo que estão relacionadas com a permeabilidade intestinal. Porém, o uso da suplementação de colágeno deve ser preventivo ou adjuvante (acompanhando o tratamento tradicional da doença).

      Espero ter ajudado, bjs! 😘

    1. Neuza, tudo bem?

      Boa! O VERISOL é um nutriente natural com composição única de peptídeos bioativos de colágeno tipo 1, protegido por patente pela empresa alemã Gelita. É o colágeno mais avançado em termos de benefícios para a pele, tem a capacidade de direcionar a produção natural dos componentes da pele pelo próprio corpo. É o único que possui estudos que comprovam sua eficácia e os resultados podem ser observados a partir de 8 semanas de suplementação. O desenvolvimento do Verisol foi especialmente pensado na melhor manutenção e qualidade da pele, atrasando o envelhecimento, suavizando a formação e profundidade de rugas e ajudando no aumento da elastina e firmeza da pele. De quebra ele ainda ajuda no volume e na queda de cabelo, no fortalecimento das unhas e no aspecto da celulite no corpo. 🥰

    1. Olá Adriana, tudo bem?

      Pode sim consumir colágenos em conjunto! Entretanto atente-se a qualidade de suas composições e se a empresa oferece selos e certificações de qualidade. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.