Mesmo para quem possui um organismo saudável, livre de doenças, fazer uso de suplementos requer recomendação de um especialista capacitado no assunto. 

Nesse ramo, o suplemento alimentar BCAA é amplamente conhecido, mas ainda levanta uma série de dúvidas e questionamentos. Mas fique tranquilo que vamos tirar todas as dúvidas de maneira simples, porém, com base nos artigos científicos sobre esse assunto.

Aqui você encontrará sobre o uso do BCAA para diabéticos, pessoas com hipotireoidismo e também irá saber da relação desse suplemento com a gravidez. 

Sobre o suplemento BCAA

BCAA é a sigla em inglês para Branched-chain Amino Acids, que traduzido ao pé da letra significa, aminoácidos de cadeia ramificada. Trata-se de um suplemento alimentar formado por três aminoácidos essenciais:

  • Isoleucina;
  • Leucina;
  • Valina. 

Esses aminoácidos são chamados de “essenciais” porque nosso corpo não é capaz de produzir. Portanto é “essencial” o consumo deles através da alimentação ou suplementação.

Bula do suplemento BCAA

Quando falamos em bula, é importante deixar claro que por se tratar de um suplemento alimentar e não de um medicamento, o BCAA não possui bula. No entanto, se houvesse uma, ela seria simples e funcional, mostrando a quantidade de aminoácidos presentes por dose.

Além de valores máximos diários recomendados para o consumo, indicações de uso e se existe contraindicação ou não desse suplemento.

Qual a finalidade do suplemento BCAA?

Esse é um ponto muito discutido por diferentes profissionais da saúde, assim como por pessoas que fazem uso do suplemento. 

Mas a principal finalidade do suplemento BCAA de acordo com os pesquisadores é que esses aminoácidos irão servir para o nosso corpo como um combustível para a produção de mais proteínas. Além de participar de importantes vias de comunicação entre as diferentes células do organismo. 

Agora no parâmetro prático, quem faz uso do suplemento, através de orientação profissional, relata maior concentração e menor sensação de cansaço. 

Outro relato interessante é que muitos nutricionistas usam o suplemento de BCAA como uma estratégia para reduzir a ingestão de carboidratos e auxiliar no emagrecimento. Porém para fazer o uso com essa finalidade, é necessário uma análise mais aprofundada da ingestão alimentar para aplicar o suplemento de forma correta.

Portanto se você gostou da ideia, busque um nutricionista para traçar junto a ele a melhor estratégia para o seu caso.

Quem tem diabetes pode tomar BCCA?

Por ser uma doença grave que requer atenção e controle, são totalmente compreensíveis as dúvidas que envolvem o diabetes e a utilização do suplemento alimentar BCAA. 

Afinal, diabético pode ou não pode fazer uso desse suplemento?

O uso do BCAA para pacientes diabéticos ainda é controverso e gera uma série de dúvidas e questionamentos. Pois os estudos ainda são poucos claros com relação aos efeitos desse suplemento para diabéticos.

Por essa razão, diabéticos não devem fazer o uso do BCAA sem avaliação de um profissional qualificado, médico ou nutricionista.

Quem tem hipertireoidismo pode tomar BCAA?

Outra condição de saúde amplamente conhecida é o hipertireoidismo. Essa condição resulta em uma desregulação hormonal, que pode levar ao ganho de peso além de outros efeitos. 

Estudos em animais mostraram que o BCAA é relacionado a menores alterações de humor e também previne a queda do metabolismo. Ou seja, o BCAA pode ajudar a diminuir a flutuação do humor, comum em pessoas com hipotiroidismo e também ajudar a regular o metabolismo e evitar o ganho excessivo de peso. 

Enquanto para o uso de BCAA associado a exercícios para pessoas com hipertireoidismo, parece que a leucina, um dos três aminoácidos presentes no BCAA, foi capaz de melhorar o desempenho durante a realização do exercício nessas pessoas. 

O BCAA além de ser um suplemento totalmente seguro para quem apresenta hipertireoidismo também pode conseguir benefícios importantes. Mas, repetindo, quando o consumo é feito com adequada orientação nutricional.

Grávida pode tomar BCAA? 

E por fim, temos o questionamento sobre o uso do suplemento alimentar BCAA durante a gravidez, mas sim, pode ser utilizado por grávidas.

O BCAA está diretamente envolvido na produção e na qualidade do leite materno.  Pois esse suplemento atua tanto na produção de outros aminoácidos importantes para o desenvolvimento do feto, quanto para o desenvolvimento das glândulas mamárias da mãe, que são responsáveis pela produção do leite.

No entanto, é fundamental buscar um profissional capacitado para ajustes de doses para esse público. Pois embora o suplemento alimentar BCAA seja seguro, sua utilização depende diretamente dos objetivos e estado de saúde de quem for utilizá-lo. 

Por fim, os estudos científicos nos trazem informações importantes de que o BCAA pode ser consumido a príncipio com segurança por pessoas com hipotiroidismo e também por gestantes. Mas o uso do suplemento para diabéticos ainda não é um consenso.

Então não se esqueça, antes de iniciar qualquer suplementação, é importante consultar um profissional além de buscar informações relevantes com referências confiáveis.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de BCAA de altíssima qualidade?

Referências:

BLOOMGARDEN, Zachary. Diabetes and branched‐chain amino acids: What is the link? 糖尿病与支链氨基酸: 有什么关联吗?. Journal of diabetes, v. 10, n. 5, p. 350-352, 2018.

BARANYI, Andreas et al. Branched-chain amino acids as new biomarkers of major depression-a novel neurobiology of mood disorder. PloS one, v. 11, n. 8, p. e0160542, 2016.4.

Fidale TM, Antunes HKM, Roever L, et al. Leucine Supplementation Improves Effort Tolerance of Rats With Hyperthyroidism. Front Physiol. 2018;9:1632. Published 2018 Nov 20. doi:10.3389/fphys.2018.01632.

LEI, Jian et al. Nutritional and regulatory role of branched-chain amino acids in lactation. Front Biosci, v. 17, n. 725, p. 722, 2012.