Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Coenzima Q10 como tomar? Conheça as doses e modo de uso

Coenzima Q10 como tomar? Conheça as doses e modo de uso

mulher olhando para rótulo de embalagem de suplemento
6 minutos de leitura

A coenzima Q10 é um suplemento comumente encontrado em forma de cápsulas. Podendo ser ingerida em qualquer horário, em uma dose de 100 a 200 mg por dia, de preferência junto ou logo após as refeições principais.

Isso porque, a coenzima Q10 necessita da presença de gordura para ser melhor absorvida. Desse modo, o ideal é evitar tomar o suplemento sozinho ou em jejum.

Além disso, apesar da recomendação geral as doses podem mudar conforme a condição a ser tratada e as características individuais da pessoa. Devendo um médico ou nutricionista ser consultado para que a suplementação seja feita da forma correta.

Qual o melhor horário para tomar coenzima Q10?

O melhor horário para tomar coenzima Q10 é até 30 minutos após as principais refeições ou antes do treino.

Como ela depende de gordura para ser melhor absorvida, o ideal é sempre consumir o suplemento junto das refeições ou acompanhado de alimentos gordurosos, como abacate, coco e oleaginosas (nozes, amendoim, amêndoa, castanha de caju e castanha do Pará).

Pode tomar coenzima Q10 antes de dormir?

Apesar de alguns estudos demonstrarem que a coenzima Q10 favorece a uma boa qualidade de sono e oxigenação cerebral, tomar o suplemento à noite pode variar de pessoa para pessoa.

Isso porque, devemos lembrar que a COQ10 estimula o metabolismo energético, podendo causar insônia em alguns casos.

Sendo assim, o ideal é fazer uma autoanálise e verificar se o uso do suplemento à noite está lhe gerando dificuldade de adormecer. Caso não esteja, não há problema em tomar coenzima Q10 antes de dormir.

Para quem a Coenzima Q10 é indicada?

A coenzima Q10 pode ser indicada para idosos, pacientes que fazem tratamento com uso de estatinas, indivíduos que praticam exercícios físicos intensos, pessoas com fibromialgia e pacientes com doenças cardiovasculares e/ou degenerativas.

Além disso, o suplemento de COQ10 também pode ser utilizado por pessoas que desejam melhorar a ação antioxidante do corpo.

Conheça o suplemento de coenzima Q10 da Vhita!

coenzima q10

Qual a dosagem diária de Coenzima Q10?

De modo geral, a dose diária de coenzima Q10 é de 100 a 200 mg por dia. Mas, essa dosagem pode variar conforme as particularidades da pessoa e a condição a ser tratada.

Por isso, é muito importante buscar a orientação de um médico ou nutricionista antes de fazer o uso para evitar dosagens inadequadas. Até porque, o consumo exagerado de coenzima Q10 pode gerar efeitos colaterais.

Quem tem ansiedade pode tomar Coenzima Q10?

Sim! Quem tem ansiedade pode tomar coenzima Q10. Aliás, alguns estudos têm demonstrado que níveis baixos de COQ 10 podem ser um dos principais fatores para a ansiedade e depressão.

Uma vez que este nutriente é encontrado em abundância na região cerebral. Por isso, algumas pesquisas sugerem que fazer a reposição de coenzima Q10 parece ser bastante relevante para o tratamento dessas doenças.

Quem tem gordura no fígado pode tomar Coenzima Q10?

No geral, a coenzima Q10 pode ser uma grande aliada para reduzir a gordura no fígado. No entanto, as pessoas que apresentam essa condição devem fazer o uso do suplemento apenas com orientação médica.

Quem tem problema de circulação pode tomar Coenzima Q10?

Sim! Quem tem problema de circulação pode tomar coenzima Q10. Inclusive, o nutriente pode melhorar a função dos vasos e artérias, facilitando a circulação de sangue pelos tecidos.

6 curiosidades sobre a coenzima Q10

Vamos agora às principais curiosidades sobre coenzima Q10.

1. A Coenzima Q10 fortalece o sistema imunológico

Por ter um alto poder antioxidante, a coenzima Q10 é capaz de proteger as células contra a ação dos radicais livres. Com isso, ela fortalece o sistema imunológico, e também previne a formação de células cancerígenas.

2. A Coenzima Q10 também está presente nos alimentos

Além de poder ser obtida por meio dos suplementos, a coenzima Q10 também pode ser ingerida através da alimentação.

No geral, os alimentos ricos em COQ10 são os peixes gordurosos (salmão, atum e sardinha), amendoim, sementes (linhaça, chia e gergelim), espinafre, brócolis, cogumelos, carnes e frango.

3. A Coenzima Q10 previne o envelhecimento precoce da pele

Devido às suas atividades antioxidantes, a coenzima Q10 retarda o envelhecimento precoce, pois protege as células cutâneas dos radicais livres.

Por essa razão, este nutriente tem sido incluído até mesmo em diversos produtos dermocosméticos.

4. A Coenzima Q10 pode auxiliar na perda de peso

Apesar de não ter ação direta no emagrecimento, a coenzima Q10 pode ser uma grande aliada na perda de peso, pois aumenta a disposição e energia. Permitindo, então, que os exercícios sejam executados com melhor eficácia.

Além disso, a COQ10 também está envolvida no metabolismo da glicose e das gorduras. Sendo muito importante para que eles ocorram de forma adequada.

Em outras palavras, isso significa que se a coenzima Q10 estiver em déficit no organismo, o emagrecimento pode ficar mais difícil.

5. O corpo produz Coenzima Q10 naturalmente

O nosso organismo produz coenzima Q10 por conta própria e a armazena nas mitocôndrias, mas essa produção tende a ser reduzida à medida que envelhecemos.

Além disso, o uso de alguns medicamentos e o estilo de vida pode favorecer ainda mais a redução da síntese natural de COQ10.

Por isso, o suplemento tem se tornado bastante necessário, pois cada vez mais pessoas têm demonstrado deficiência desta substância.

6. A Coenzima Q10 pode ajudar na prevenção do Alzheimer e Parkinson

A coenzima Q10 está presente em abundância no cérebro, onde as suas funções são fornecer energia para as células cerebrais e as protegerem dos danos oxidativos.

Infelizmente, o nosso cérebro é muito vulnerável à ação dos radicais livres. Por isso, manter uma ingestão regular de nutrientes antioxidantes se faz necessário para controlar os danos gerados por essa oxidação excessiva.

Por outro lado, níveis baixos de COQ10 podem ser uma das principais razões para o desenvolvimento de doenças neurológicas degenerativas, como Alzheimer, Parkinson e demência.

Logo, o suplemento pode ser um grande aliado para melhorar as funções cognitivas (memória, concentração, foco e raciocínio). Bem como para a prevenção e regressão dessas doenças.

Gostou deste artigo e quer saber mais? Então continue com a gente e veja como identificar uma Coenzima Q10 confiável.

Quer saber mais?

coenzima q10

Referências

JACOBS, M. A. P.; ACCURSIO, W. Coenzima Q10: Aplicações clínicas. BWS JOURNAL. v. 3, p. 1-7, 2020.

MARISCAL, F. M. G. et al. Coenzyme Q10 Supplementation for the Reduction of Oxidative Stress: Clinical Implications in the Treatment of Chronic Diseases. International Journal of Molecular Sciences. v. 71, n. 7870, p. 1-19, 2020.

PALLOTTI, F. et al. The Roles of Coenzyme Q in Disease: Direct and Indirect Involvement in Cellular Functions. International Journal of Molecular Sciences. v. 23, n. 128, p. 1-18, 2022.

4.2/5 - (8 voto(s))

Nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP).

Experiência acadêmica em pesquisa científica, trabalhando com projeto sobre tratamento de epilepsia com dieta cetogênica. Atuação em educação alimentar, desenvolvendo curso de capacitação para professores da rede pública sobre nutrição.

Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.