A região das articulações é o local do nosso corpo que permite o contato entre os ossos. Sendo 3 os diferentes tipos:

  1. As sinartroses que são fortes e imóveis, presente no crânio por exemplo.
  2. Anfiartrose que possuem cartilagem e permitem pequenos movimentos.
  3. Diartrose que são as articulações sinoviais, e presente na maioria das articulações. Esse tipo de articulação é unida por ligamentos e revestidas por uma membrana, chamada sinovial.

Desse último tipo de articulação, as diartroses, que se relaciona o desenvolvimento da artrose. A artrose, também conhecida como Osteoartrite é uma doença que age nas articulações desgastando a região das cartilagens principalmente.

Mas também podem danificar todos os componentes da articulação, como as membranas sinoviais.

Esse tipo de desgaste articular é comum com o avanço da idade, para praticantes de atividades físicas intensas, atletas e para pessoas com sobrepeso/obesidade.

Portanto vamos dar 3 dicas de como prevenir o desgaste das articulações e também mostrar como o colágeno pode ser um forte aliado, tanto para a prevenção quanto para o tratamento.

DICA 1

Colágeno tipo 2 para prevenir artrose

O colágeno tipo 2 é uma proteína encontrada endogenamente, ou seja nosso organismo é capaz de produzir.

Entretanto, sabe-se que a partir dos 25 anos de idade, nosso corpo perdendo naturalmente a sua capacidade de produzir colágeno.

Segundo estudos, cerca de 1% do colágeno total do nosso organismo é perdido por ano a partir dos 25 anos de idade. E isso não é diferente para o colágeno tipo 2.

Destaca-se o colágeno tipo 2, porque esse colágeno específico, é o mais encontrado na região das articulações, sendo ele parte estrutural das membranas sinoviais citadas anteriormente.

Ou seja, a partir dos 25 anos perdemos o colágeno tipo 2 presente na região das articulações que podem colaborar para que no futuro, desenvolva-se a artrose.

Diversos estudos mostram que a suplementação de colágeno tipo 2 ajuda o nosso organismo a produzir mais colágeno tipo 2.

Diferente do colágeno hidrolisado que não possui ação específica no organismo, a proteína não desnaturada de colágeno tipo 2 consegue ser reconstituída e captada pela região de maior afinidade em nosso corpo.

E sabendo que grande parte da membrana é constituída de colágeno tipo 2, iniciaram estudos testando a suplementação de colágeno tipo 2 para o tratamento da artrose.

E diversos foram os estudos que encontraram os efeitos protetores na região das articulações. O uso de 40mg de proteína não desnaturada de colágeno tipo 2 associada a peptídeos bioativo de colágeno ajuda tanto a tratar quando a prevenir a artrose.  

Vale ressaltar que como qualquer suplemento, os benefícios observados pelo colágeno tipo 2 aparecem ao longo do tempo. Por tal razão, a suplementação é diária e por período mínimo de 3 meses, sendo que o ideal na verdade, é iniciar seu consumo e não interromper mais.

Não oferece nenhum efeito colateral ou risco à saúde.

DICA 2

Acompanhamento do peso

Caso você esteja em um momento de ganho de peso, suas articulações tendem a ficar sobrecarregadas. Portanto, procure acompanhamento profissional para reavaliar a sua dieta e evitar dores articulares.

Mas caso o acompanhamento profissional não seja possível em um primeiro momento, siga as seguintes dicas: se discipline a ingerir mais água, alimentos com mais fibras como os integrais e procure sempre ter uma alimentação a base de produtos naturais como frutas hortaliças e cereais.

DICA 3

Encontre um momento para tomar sol todos os dias

Os raios ultravioletas do sol são o estimulo necessário para a síntese de vitamina D pelo nosso organismo. A sua deficiência é associada a fraqueza dos ossos e também das articulações.

Portanto encontre uma maneira de passar pelo menos 15min se expondo ao sol nos horários considerados adequados (até as 10h ou após as 16h).

Uma prática simples que te ajudará a prevenir a artrose e trará também outros benefícios. Como por exemplo: menor risco de depressão, melhora da qualidade do sono e até mesmo um menor risco de desenvolver doenças cardiometabólicas como diabetes e hipertensão arterial.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para as articulações e cartilagens?

 

Referências:

GARFINKEL, Rachel J.; DILISIO, Matthew F.; AGRAWAL, Devendra K. Vitamin D and its effects on articular cartilage and osteoarthritis. Orthopaedic journal of sports medicine, v. 5, n. 6, p. 2325967117711376, 2017.

BRUYÈRE, Olivier et al. Effect of collagen hydrolysate in articular pain: A 6-month randomized, double-blind, placebo controlled study. Complementary therapies in medicine, v. 20, n. 3, p. 124-130, 2012.

KUMAR, Suresh et al. A double‐blind, placebo‐controlled, randomised, clinical study on the effectiveness of collagen peptide on osteoarthritis. Journal of the Science of Food and Agriculture, v. 95, n. 4, p. 702-707, 2015.

BELLO, Alfonso E.; OESSER, Steffen. Collagen hydrolysate for the treatment of osteoarthritis and other joint disorders: a review of the literature. Current medical research and opinion, v. 22, n. 11, p. 2221-2232, 2006.