Com o passar dos anos é natural que ocorra o desgaste nas articulações. Porém o que não é natural, e nem deve acontecer, é sentir dores que atrapalhem a rotina. 

Esse desgaste natural, quando envolve dores, passa a se tornar um quadro clínico chamado de Osteoartrose (Ou apenas Artrose). A osteoartrose, pode ser definida como dores na região das articulações.  O desgaste natural começa a partir dos 30 anos de idade, porém as dores, normalmente, se desenvolvem nos idosos.

Mas também pode ocorrer em pessoas mais novas, pois a partir dos 30 anos já ocorre a perda de colágeno presente nas articulações. E o colágeno é o principal componente das articulações, portanto sua perda, pode gerar atritos que resultam em dores.

Os motivos que levam a osteoartrose são diversos. Sendo o  sedentarismo, exercícios de alto impacto, postura inadequada, má alimentação e herança genética são os maiores exemplos. 

Além da osteartrose, é comum que se desenvolva também a Osteoatrite (Ou apenas Artrite), que é relacionada a inflamação na região das articulações. Normalmente são doenças que aparecem juntas, por uma ter relação direta com a outra.

Agora, existem tratamentos simples, efetivos e que não demandam rios de dinheiro para aliviar as dores nas articulações. 

Nesse texto você encontrará as 3 principais dicas para aliviar as dores nas articulações sem gastar muito e com melhora das dores garantida. 

1° Dica: Suplementação de Colágeno tipo 2

O colágeno tipo 2 é encontrado naturalmente na região das articulações. Sabe-se que 80% da composição de uma articulação é composta por essa proteína. E uma estratégia simples e bem efetiva é a suplementação com colágeno tipo 2. 

E essa recomendação vem de artigos científicos que comprovam a eficácia desse tipo de suplemento, tanto para regeneração das cartilagens quanto na melhora das dores. 

E para esses benefícios não basta consumir alimentos ricos em colágeno. Já que o colágeno presente nos alimentos após ser ingerido, é metabolizado pelo organismo em compostos diferentes ao colágeno.E por esse motivo, perde sua função inicial, e não ajuda na reposição do colágeno naturalmente presente no organismo. 

Diferente da alimentação, a suplementação com o colágeno tipo 2 age especificamente nas articulações. Pois esse tipo de suplemento possui uma estrutura ideal para não ser quebrada pelo organismo. Por essa razão, quando ingerimos o suplemento, através de mecanismos fisiológicos de afinidade, ele irá se acumular em regiões de maior necessidade, no caso, as articulações.

A recomendação de consumo e horário de colágeno tipo 2:

Melhor horário:

  • Consumir o colágeno tipo 2 longe de refeições principais, como em lanches intermediários.  

Dose recomendada do suplemento de colágeno tipo 2:

  • A dose recomendada de colágeno tipo 2 é de pelo menos 20mg ao dia.

Porém por se tratar de um suplemento e não um medicamento, esse suplemento é acompanhado também de colágeno tipo 1, para oferecer a dose mínima de proteína para enquadrar no critério da ANVISA.

O que é um ponto positivo para o suplemento, pois assim ajuda também a equilibrar a quantidade de proteínas oferecidas durante o dia. 

Um bom suplemento de colágeno tipo 2 possui uma média de 10g de proteínas, em que pelo menos 20mg deve ser de colágeno tipo 2.

2° Dica: Alongamento matinal 

Uma rotina de alongamento também é positiva. Diversos estudos científicos afirmam que a prática do alongamento associado a exercícios leves, ajuda principalmente na flexibilidade das articulações. E dessa forma, a amplitude de movimentos torna os movimentos menos doloridos com o passar do tempo.

Porém busque uma orientação especializada de um profissional educador físico para saber qual a melhor forma de realizar esses exercícios. 

3° Dica: Beber água 

Todos sabem da importante de uma alimentação equilibrada, porém poucos dão a real importância para o consumo adequado de água durante o dia. Mas é tão importante quanto, principalmente para quem sofre com problemas articulares, já que as articulações são compostas com uma média de 70% de água. 

DICA para se manter hidratado:

Uma regra de bolso bem simples para te ajudar a saber se o seu consumo de água diário está adequado é multiplicar seu peso por 30. Sendo 30 o valor em ml de água que o nosso corpo precisa por Kg para se manter bem hidratado.

Por exemplo:

Uma pessoa de 60kg deve fazer a seguinte conta: 60×30= 1800ml ao dia para uma boa hidratação.

Mas esse valor é o mínimo necessário diariamente, pois fatores como a prática de exercícios, temperatura e composição corporal também influenciam diretamente nesse valor por exemplo. Sendo necessário quantidades ainda maiores nessas situações. Contudo, essa dica já te ajudará bastante a se manter bem hidratado.

Ajudando a aliviar as dores nas articulações e ainda garantindo todos os benefícios de uma boa hidratação. 

Unir essas 3 dicas irá te trazer resultados ainda melhores do que imagina. Mas não deixe de procurar um médico especializado para entender seu caso e avaliar a necessidade de outros tratamentos. 

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para as articulações e cartilagens?

 

REFERÊNCIAS:

PORFÍRIO, Elisângela; FANARO, Gustavo Bernardes. Suplementação com colágeno como terapia complementar na prevenção e tratamento de osteoporose e osteoartrite: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 1, p.

DA SILVA, Jacqueline Amorin Anchieta Borges; TARANTO, Isabel Cristina; PIASECKI, Fernanda. Ginástica laboral: alongamento x flexionamento. SaBios-Revista de Saúde e Biologia, v. 1, n. 2, 2006.

HERNANDEZ, Arnaldo José et al. Cartilagem articular e osteoartrose. Acta Ortopédica Brasileira, v. 8, n. 2, p. 100-104, 2000.