Existem doenças causadas pela falta de vitamina C? Veja aqui

| | ,

Existem doenças causadas pela falta de vitamina C? A carência desse nutriente pode causar problemas à saúde humana? Neste artigo você pode tirar essa e outras dúvidas relacionadas a vitamina C.

Vitamina C

A vitamina C é uma vitamina hidrossolúvel (que se dissolve em água), e é um nutriente essencial, ou seja, o ser humano não consegue produzi-lo sozinho, precisa ingerir essa vitamina por meio de alimentos ou suplementação para obter seus benefícios. A vitamina C pode ser encontrada, principalmente, em frutas, como a acerola e a laranja. Esse nutriente realiza várias funções dentro do organismo, confira algumas:

Para que serve a vitamina C

A vitamina C exerce várias funções para o organismo e atua em diferentes áreas e órgãos do corpo, por exemplo:

  • Atua na produção de colágeno para pele;
  • Contribui para a aparência da pele;
  • Confere mais elasticidade à pele;
  • Auxilia no sistema imunológico, prevenindo resfriados;  
  • Auxilia no sistema nervoso, prevenindo doenças como mal de Parkinson;
  • Confere mais brilho e vitalidade ao cabelo;
  • Contribui para tratamentos de câncer. 

Falta de vitamina C

A deficiência grave surge se o nível da vitamina ficar abaixo de 0,2 mg no sangue, e essa carência pode causar alguns malefícios no organismo, assim como a carência de qualquer vitamina, pois são nutrientes necessários para a saúde humana.

deficiência de vitamina C no organismo pode causar anemia, dificuldade nos processos de cicatrização, queda de cabelos e baixa imunidade, ou seja, o individuo fica mais exposto a adquirir vírus, e em casos mais graves, pode causar hemorragia. 

Um estudo, realizado pela pesquisadora Anitra Carr, com pacientes doentes, analisou os efeitos da vitamina C pessoas enfermas, os pacientes que demonstraram baixos níveis de vitamina C ficaram mais propensos a desenvolverem choque séptico, que é um estágio avançado de uma infecção e compromete vários órgãos do corpo, podendo causar a morte.  

Além disso, o estudo mostrou que a vitamina C diminui a duração de gripes e resfriados, e também ajuda a melhorar o humor de pessoas doentes, facilitando, assim, o tratamento. 

Doenças causadas pela falta de vitamina C

Além dos efeitos nocivos que a deficiência de vitamina C pode causar, como foi citado acima, a carência dela foi responsável pelo escorbuto, uma doença que matou muita gente no século XVII. Essa doença tinha como principal sintoma a sangramento nas gengivas, podia causar hemorragias e até a morte.

Mas não precisa se preocupar muito com essa doença mais, o escorbuto é muito raro de ser contraído, pois após o surto no século XVII várias medidas foram tomadas para que a população não tivesse mais deficiência grave de vitamina C.

Contudo, ainda assim é preciso ficar atento quanto à ingestão de vitamina C, seja por meio de alimentação ou suplementação, pois mesmo que o escorbuto não seja um problema na sociedade atualmente, a vitamina tem funções essenciais para o funcionamento do corpo humano. 

E o excesso de vitamina C?

Atingir o excesso de vitamina C no organismo é pouco provável, seria necessário ingerir mais de 10 g de vitamina C ao dia por meio de alimentos ou 2 g por meio de suplementos.

Mas caso aconteça, alguns sintomas e complicações podem ocorrer, a pesquisadora Jordana Tres Santos afirmou em seu estudo que pacientes que ingeriram mais do que dose recomendada de vitamina C diária sofreram com infecções intestinais, dores de cabeça e náusea. 

O excesso de vitamina C também está relacionado ao aparecimento de cálculos renais, as famosas pedras no rim, que causam muita dor abdominal. Então, o conselho é não tomar mais do que a dose recomendada por especialistas para obter os benefícios e não ter complicações. 

Qual a dose recomendada de vitamina C?

A dose de vitamina C recomendada varia, dependendo de sexo, idade e hábitos de vida, mas no geral, a recomendação mínima é de 75 mg, por dia, para mulheres, 90 mg para homens e 50 mg para crianças. Para indivíduos fumantes esse valor aumenta em 30 mg. 

A dose de suplementação recomendada da vitamina C é de 1 g por dia, não devendo ultrapassar 2 g. Dessa forma é possível obter os benefícios da vitamina C, sem nenhum risco ou efeito colateral. 

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar a melhor vitamina C do mercado?

Referências:

CARR, Anitra C. et al. Hypovitaminosis C and vitamin C deficiency in critically ill patients despite recommended enteral and parenteral intakes. Critical Care, v. 21, n. 1, p. 300, 2017.

HEMILÄ, Harri. Vitamin C and infections. Nutrients, v. 9, n. 4, p. 339, 2017.

MANELA-AZULAY, Mônica et al. Vitamin C. Anais brasileiros de dermatologia, v. 78, n. 3, p. 265-272, 2003.

CHAVES, KEITLEN LARA LEANDRO; MAIA, Fernanda Alves; ALMEIDA, Maria Tereza Carvalho. Efeitos da deficiência e do excesso de vitaminas no organismo. Anais do VIII Fórum FEPEG, p. 24-27, 2014.

 

 

 
Anterior

Whey protein isolado melhores marcas 2020

BCAA engorda? Saiba mais sobre esse suplemento aqui.

Próximo

Deixe um comentário