Marcas de ômega 3 aprovados pela ANVISA em 2020

| | ,

Antes de 2018 os suplementos que ofereciam qualquer quantidade de ômega 3 precisavam ter um registro na ANVISA. Era um documento que avisava sobre o uso de uma determinada matéria prima utilizada na fabricação do ômega 3.

Mas depois da divulgação da RDC nº 240 de 26 de Julho de 2018, a autoridade regulatória dispensou suplementos que apresentam até 2000 mg de ômega 3 do registro.

Então o ômega 3 é um suplemento alimentar dispensado de registro sanitário próprio. Dessa forma, não existem marcas de ômega 3 recomendadas pela ANVISA. Mas isso não significa que não temos como verificar a qualidade e a segurança do suplemento.

Veja como avaliar a qualidade e a segurança do ômega 3 antes de comprar:

1° Descubra qual é a matéria prima do ômega 3 que irá comprar

A matéria prima de qualquer suplemento de ômega 3, é o óleo de peixe, porém ela recebe o nome de acordo com a indústria que a fabrica. As melhores matérias primas de ômega 3 são: a multinacional BASF e a DSM. 

Para saber qual é a matéria prima utilizada na fabricação do ômega 3 da marca que você está pesquisando é bem simples, pois essa informação deve estar no rótulo do produto.

Caso, não encontre lá, pesquise por “matéria prima do ômega 3 da marca x” ou pergunte diretamente para a marca através do seu canal de atendimento. Marcas confiáveis e de qualidade facilitam o acesso a esse tipo de informação.

Já quando a marca não conta ou fica enrolando para te informar qual é a matéria prima que ela utiliza, é um indicativo que não é confiável.

2° Peça os laudos técnicos para a marca e comprove o uso da matéria prima 

O óleo de peixe é um ingrediente que pode apresentar grande risco à saúde quando seu processo de fabricação não é bem feito. Por por isso, a presença dos laudos técnicos são importantes indicativos de que o produto passou por um processo de controle de qualidade.

Você tem todo o direito de mandar uma mensagem ou e-mail para a marca solicitando os laudos técnicos do suplemento. Não há problema algum nisso, pelo contrário, é uma ótima forma de saber se a marca do suplemento realmente trabalha com uma matéria-prima de qualidade. 

Isso porque  matérias primas de qualidade possuem documentos chamados de laudos técnicos que asseguram a pureza do produto a cada novo lote. Assim você pode confirmar se aquele suplemento realmente usa a mesma matéria prima a cada novo lote.  

A BASF, por exemplo, oferece mais de 10 laudos técnicos referentes a diferentes testes realizados em laboratórios específicos. Todos os teste feitos asseguram algum aspecto da qualidade ou segurança do ômega 3.

3° Confirme a presença do Selo IFOS:

Feito por meio de uma empresa que não tem nenhuma relação com a indústria que fabrica a matéria prima e nem com a marca do suplemento, o selo IFOS é uma autoridade mundial que comprova a qualidade e a segurança do suplemento de ômega 3.

Para receber a certificação IFOS o produto precisa receber as 5 estrelas que tangem os parâmetros de pureza, veracidade da concentração, e estabilidade da estrutura química do óleo.

É um selo bem difícil de se conseguir, o processo pelo qual o suplemento passa para obter o selo é complexo e envolve vários testes, o que é ótimo, porque só adquire a certificação se realmente ômega 3 for bom.

Geralmente, marcas que contém o selo IFOS, deixam o link da certificação bem visível no site. Porém, novamente se essa informação não tiver descrita lá, você pode solicitar através dos canais de atendimento da marca.

Clique aqui para conferir o SELO IFOS do Ômega 3 Vhita.

Marcas de ômega 3 aprovados pela ANVISA 2020

Resumindo o passo a passo para descobrir se o ômega 3 tem qualidade e segurança:

  1. Descubra o fabricante da matéria prima do suplemento
  2. Peça laudos técnicos para a marca do suplemento para confirmar que a matéria prima informada no rótulo realmente é usada na fabricação do suplemento
  3. Comprove a qualidade do produto pelo selo IFOS

Faça esse passo a passo com a ajuda do seu celular na hora de escolher o seu ômega 3, assim você garante a segurança e a qualidade do suplemento de ômega 3 para a sua saúde!

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um ômega 3 de altíssima qualidade?

Referência:

MINISTÉRIO DA SAÚDE. ANVISA. RDC Nº 240, DE 26 DE JULHO DE 2018. Publicada no DOU nº 144, de 27 de julho de 2018. Disponível neste LINK.

 
Anterior

Relação entre o colágeno e o câncer| O que já se sabe?

Melhor horário para consumir Vitamina C 1 g

Próximo

Deixe um comentário