Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Existem marcas de ômega 3 aprovadas pela ANVISA?

Existem marcas de ômega 3 aprovadas pela ANVISA?

ômega 3 DHA
4 minutos de leitura

Até o ano de 2018, todos os suplementos que ofereciam qualquer quantidade de ômega 3 precisavam ter um registro na  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para serem liberados para comercialização e consumo.

No entanto, em julho de 2018 a ANVISA publicou uma nova norma regulatória (RDC nº 240 de 26 de Julho de 2018) que dispensa os suplementos que apresentam até 2000 mg por dose de registro de ômega 3.

Então o ômega 3 é um suplemento alimentar dispensado de registro sanitário próprio. Dessa forma, não existem marcas de ômega 3 recomendadas pela ANVISA. 

Existem outras formas de verificar a qualidade e a segurança do suplemento. Um bom suplemento de ômega 3 apresenta comprovações da qualidade da sua matéria-prima e certificados internacionais de segurança, como o selo IFOS. 

3 dicas para verificar a qualidade e segurança do suplemento de ômega 3

1° Descubra qual é a matéria-prima do ômega 3 que irá comprar

A matéria-prima de qualquer suplemento de ômega 3 é o óleo de peixe. Seu nome comercial pode variar conforme a indústria que a fabrica. As melhores matérias-primas de ômega 3 são: a multinacional BASF e a DSM. 

Para saber qual é a matéria-prima utilizada na fabricação do ômega 3 da marca que você está pesquisando, é bem simples. Essa informação deve estar no rótulo do produto.

Caso não encontre lá, pesquise por “matéria-prima do ômega 3 da marca x” ou pergunte diretamente para a marca através do seu canal de atendimento. Marcas confiáveis e de qualidade facilitam o acesso a esse tipo de informação.

2° Peça os laudos técnicos para a marca e comprove o uso da matéria-prima

O óleo de peixe é um ingrediente que pode apresentar grande risco à saúde quando seu processo de fabricação não é bem feito. Por isso, a presença dos laudos técnicos são importantes indicativos de que o produto passou por um processo de controle de qualidade.

Você tem todo o direito de mandar uma mensagem ou e-mail para a marca solicitando os laudos técnicos do suplemento. Não há problema algum, pelo contrário, é uma ótima forma de saber se a marca do suplemento realmente trabalha com uma substância de qualidade. 

Matérias-primas de qualidade possuem documentos chamados de laudos técnicos que asseguram a pureza do produto a cada novo lote. Assim você pode confirmar se aquele suplemento realmente usa a mesma matéria-prima a cada novo lote.  

A BASF, por exemplo, oferece mais de 10 laudos técnicos referentes a diferentes testes realizados em laboratórios específicos. Todos os testes feitos asseguram algum aspecto da qualidade ou segurança do ômega 3.

3° Confirme a presença do Selo IFOS

Feito por meio de uma empresa que não tem nenhuma relação com a indústria que fabrica a matéria-prima e nem com a marca do suplemento, o selo IFOS é uma autoridade mundial que comprova a qualidade e a segurança do suplemento de ômega 3.

Para receber a certificação IFOS o produto precisa receber as 5 estrelas que tangem os parâmetros: pureza, veracidade da concentração e estabilidade da estrutura química do óleo.

É um selo difícil de se conseguir. O processo pelo qual o suplemento passa para obter o selo é complexo e envolve vários testes. Dessa forma o ômega 3 com IFOS têm qualidade e segurança comprovada.

Marcas de ômega 3 aprovadas pela ANVISA que contém o selo IFOS deixam o link da certificação bem visível no site. Porém, novamente, se essa informação não estiver descrita lá, você pode solicitar através dos canais de atendimento da marca.

Confira o SELO IFOS do Ômega 3 Vhita.

Faça esse passo a passo na hora de escolher o seu ômega 3! Assim você garante a segurança e a qualidade do suplemento e todos os benefícios para a sua saúde.

Quer saber mais?

 

Referência:

MINISTÉRIO DA SAÚDE. ANVISA. RDC Nº 240, DE 26 DE JULHO DE 2018. Publicada no DOU nº 144, de 27 de julho de 2018.

3.7/5 - (12 voto(s))
Priscila Gontijo Correa

Nutricionista e Mestre em Ciências pela UNIFESP.

Experiência acadêmica em pesquisa científica. Atua como professora convidada em cursos de graduação e pós graduação na área da saúde.

Profissional com sólida formação em pesquisa e inovação. Atua na interseção entre o desenvolvimento de produtos com base em ciências e inovação para a saúde, e o marketing de conteúdo.

Marcações:

8 comentários em “Existem marcas de ômega 3 aprovadas pela ANVISA?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 1 =


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.