Principais tratamentos e melhor colágeno para artrose

| | ,

Quer saber qual o melhor colágeno para artrose? Veja a reposta dessa e de outras perguntas sobre essa doença agora!

Como se desenvolve a artrose?

A artrose, é uma doença que está relacionada à lesão da cartilagem articular. A região articular do corpo é responsável por ligar os ossos e permitir os movimentos.

Essa doença ocorre devido ao desgaste nas articulações, que pode ocorrer naturalmente, pois com o passar dos anos, a produção de colágeno diminui. Mas outros fatores também podem levar ao desgaste das articulações, como a prática intensa de exercícios físicos de impacto e o sobrepeso. O seu principal sintoma da artrose é a dor nas regiões das articulações. 

A principal função das articulações é evitar o atrito de um osso contra o outro. Além de amortecer o impacto produzido pelo movimento ou pelo esforço. 

Portanto, as articulações servem como um facilitador do movimento, evitando “movimentos robotizados”, fornecendo lubrificação para que possamos realizar os movimentos de forma natural.

Quais os tratamentos disponíveis para artrose?

Em 2002, pesquisadores e médicos das principais universidades do país publicaram um consenso, ainda utilizado, com os principais tratamentos. Segundo o consenso brasileiro, existem três tipos de tratamento para osteoartrite/artrose:

  • Tratamento não farmacológico
  • Tratamento farmacológico
  • Intervenção cirúrgica

A indicação do tipo de tratamento vai depender do estágio da doença em que a pessoa se encontra. E, uma opção não exclui a outra, cada caso é um caso. Veja resumidamente como funciona cada um dos tratamentos recomendados para a artrose:

TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO

O tratamento não farmacológico envolve várias condutas. Como alguns programas educativos, exercícios terapêuticos e, mais recentemente, a utilização de alguns nutrientes para auxiliar, também, na diminuição das dores da região.

Esse tipo de tratamento é o principal cuidado para prevenir o desenvolvimento da doença e das dores. Os programas educativos apresentam esclarecimentos sobre a doença, práticas de atividades esportivas com orientação de profissionais habilitados.

Além de orientações quanto à postura adequada e movimentos que a longo prazo não resultem em nenhum tipo de desconforto e dor no trabalho doméstico e no ambiente profissional. Pois são os movimentos do dia a dia que podem acelerar o processo de desgaste das articulações.

Exercícios de fortalecimento do músculo da coxa, chamados de quadríceps, são recomendados para evitar dores no joelho. Mas também exercícios para condicionamento físico e flexibilidade podem auxiliar na melhora das dores. 

Alguns equipamentos podem ajudar também, como palmilhas especiais e elásticos específicos. Entretanto, novamente, para utilização correta desses equipamentos, o ideal é a recomendação de um fisioterapeuta.

COLÁGENO TIPO 2 PARA TRATAMENTO DA ARTROSE

Um dos tratamentos que não envolve o uso de medicamentos que está ganhando destaque, é o uso de colágeno tipo 2.

Esse destaque se deve principalmente pelas recentes pesquisas envolvendo a suplementação com colágeno na melhora da dor articular de pacientes com artrose.

O colágeno tipo 2 é um dos principais componentes da região das articulações. Já se sabe que quando tomamos o colágeno tipo 2, eles direcionam a produção de proteínas para a região das cartilagens e articulações. 

Estudos em células encontraram esses resultados sem demonstrar efeitos prejudiciais a saúde (citotoxicidade). O que mostrou que o colágeno vai atuar nas células das cartilagens e articulações (condrócitos principalmente).

Um tipo de tratamento comum que qual vamos abordar nos próximos tópicos é a utilização de alguns medicamentos como a glucosamina e condroitina.

Alguns testes demonstraram que o consumo de suplementos de colágeno tipo 2 podem ser uma alternativa eficaz para o tratamento de problemas osteoarticulares, principalmente para a artrose dos joelhos. 

Além de ter sido associado com efeito analgésico e anti-inflamatório, diminuindo as dores. Portanto, o colágeno tipo 2 é uma recomendação segura para prevenção e tratamento da artrose.

Para obter seus benefícios, é recomendado que o suplemento possua 40mg de colágeno tipo 2 e 10 g de colágeno tipo 1, adicionado em sua composição. 

Apenas fique atento e olhe se o suplemento não contém aditivos químicos, como açúcar, pois podem ser prejudiciais a sua saúde.

TRATAMENTO FARMACOLÓGICO

Ainda de acordo com o consenso, o tratamento com medicamentos não é suficiente para o controle ideal da artrose.

Alguns analgésicos e anti-inflamatórios são recomendados em quadros de dor intensa, como o paracetamol e dipirona para quadros de dores mais acentuadas. 

E também são recomendadas outras substâncias com ação prolongada na melhora da dor. Como o sulfato de glucosamina e diacereína, como mencionado anteriormente no tópico do colágeno tipo 2.

Mas ainda há a utilização de medicamentos através de injeções. Porém são recomendadas apenas em situações inflamatórias mais graves, como na osteoartrite do joelho, de graus II e III.

Lembrando que antes de começar qualquer tipo de tratamento, recomendamos que você busque orientação médica. O uso de medicamentos sem acompanhamento profissional pode ser um risco a saúde.

TRATAMENTO CIRÚRGICO

O último recurso recomendado é o cirúrgico, para casos mais graves da doença.

Para pessoas que têm suas atividades do dia a dia comprometidas e a qualidade de vida prejudicada devido à gravidade da doença, a cirurgia pode ser recomendada.

O QUE FAZER PARA TRATAR A ARTROSE?

A melhor opção é sempre focar em cuidar da saúde das articulações para prevenir ou amenizar seu desgaste. E assim, reduzir os sintomas, como dores nas articulações. 

Portanto, a realização de exercícios e uma alimentação equilibrada, com quantidade adequadas de proteínas, seja por meio de alimentos ou suplementos alimentares, como o colágeno tipo 2, são fundamentais para prevenção e até mesmo para o tratamento das dores.

Mas, o fundamental é o acompanhamento com médico, nutricionista, fisioterapeuta e educador físico para auxiliar na prevenção e tratamento da artrite e promover mais qualidade de vida.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para as articulações e cartilagens?

Referências:

COIMBRA, Ibsen Bellini et al. Consenso brasileiro para o tratamento da osteoartrite (artrose). Rev Bras Reumatol, v. 42, n. 6, p. 371-4, 2002.

BELLO, Alfonso E.; OESSER, Steffen. Collagen hydrolysate for the treatment of osteoarthritis and other joint disorders: a review of the literature. Current medical research and opinion, v. 22, n. 11, p. 2221-2232, 2006.

VILAR, José M. et al. Serum collagen Type II cleavage epitope and serum hyaluronic acid as biomarkers for treatment monitoring of dogs with hip osteoarthritis. PloS one, v. 11, n. 2, p. e0149472, 2016.

PORFÍRIO, Elisângela; FANARO, Gustavo Bernardes. Suplementação com colágeno como terapia complementar na prevenção e tratamento de osteoporose e osteoartrite: uma revisão sistemática. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 1, p.

CROWLEY, David C. et al. Safety and efficacy of undenatured type II collagen in the treatment of osteoarthritis of the knee: a clinical trial. International journal of medical sciences, v. 6, n. 6, p. 312, 2009.153-164, 2016.

 
Anterior

Qual o melhor colágeno para a flacidez da pele?

Colágeno tipo 2 para que serve? Apenas o que é comprovado

Próximo

Deixe um comentário