Home » Dicas de saúde para gestantes: 3 passos essenciais

Dicas de saúde para gestantes: 3 passos essenciais

Dicas de saúde para gestante. Mulher grávida fazendo exercício físico
3 minutos de leitura

A gravidez é capaz de promover grandes transformações na vida da gestante e de sua família. Os nove meses de gestação impõem mudanças ao corpo feminino que preparam a mulher para o parto e a maternidade, além de moldar a saúde do bebê. 

O período que representa a janela de oportunidades para que profissionais da saúde realizem intervenções que beneficiam a saúde das futuras gerações, antes do parto, engloba os 90 dias de pré-concepção e os 280 dias da gestação em si. Eles são o estágio crucial dos “primeiros mil dias” da criança.

Neste artigo, listamos 3 dicas para a promoção da saúde da mulher e do bebê que podem prevenir malformações fetais e oferecer mais qualidade de vida para gestantes e seus filhos!

Dica 1: cuidados pré-concepcionais da paciente gestante

A promoção da saúde na fase que antecede a concepção contribui para todo o processo de gravidez. Isso acontece porque muitos fatores que influenciam negativamente a gestação podem ser detectados, e até eliminados, antes mesmo da mulher engravidar.

Nesta fase, a adoção de um estilo de vida saudável e alguns cuidados na alimentação feminina podem gerar benefícios adicionais além da nutrição do organismo materno e do desenvolvimento e crescimento do feto, que incluem, por exemplo, o bom desenvolvimento neurocognitivo do bebê. 

Na pré-concepção, uma dieta balanceada e rica em ferro, vitamina B12, vitamina D, folato e iodo pode auxiliar o pleno desenvolvimento e crescimento posterior do feto.

Dica 2: prática de atividades físicas durante a gestação

A pauta, que um dia já foi tabu, hoje, é respaldada por diversas pesquisas pelo mundo. Em 2019, instituições canadenses publicaram a diretriz canadense para atividade física durante a gravidez, um documento com as vantagens dos exercícios durante a gestação e orientações para que as pacientes gestantes saiam do sedentarismo com segurança.

Em geral, mulheres em período de gestação podem investir em exercícios leves como caminhadas, pilates, bicicleta ergométrica, alongamento e hidroginástica. 

Além de auxiliar na manutenção do peso, essas atividades não prejudicam as articulações e promovem benefícios cardiovasculares para a mãe e o bebê, aumentando a chance de sucesso do parto normal.

Dica 3: a importância do pré-natal 

O pré-natal continua sendo a melhor forma de cuidar da saúde da gestante e do bebê. A avaliação das condições de saúde da mãe por meio de exames físicos, laboratoriais e de imagem deve começar assim que detectada a gravidez, para que seja possível acompanhar o desenvolvimento do feto. 

Por isso, ressaltar a importância do pré-natal à gestante é fundamental para minimizar riscos e proporcionar os cuidados necessários para uma gestação saudável e segura. Pacientes gestantes com fatores de risco precisam do acompanhamento de equipes que contem com obstetras, psicólogos e nutricionistas.

Aliar cuidados integrados, da pré-concepção à gestação da mulher, proporciona os fatores necessários para garantir saúde e qualidade de vida à sua paciente e a geração de bebês saudáveis!

Quer saber mais?

Referências:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NUTROLOGIA –  ASBRAN. Além da nutrição. O impacto da nutrição materna na saúde das futuras gerações. São Paulo: ASBRAN, ago. 2019.

MOTTOLA, MF et al. 2019 Canadian guideline for physical activity throughout pregnancy. Br J Sports Med. v. 52, n. 21, p. 1339-1346, 2018 Disponível em: https://bjsm.bmj.com/content/52/21/1339.long.

BRASIL. Importância do pré-natal. Brasília: Ministério da Saúde, jan 2016. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/importancia-do-pre-natal/

Avalie este post

Graduanda em Nutrição pela Universidade de São Paulo (USP).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *