Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Magnésio com Vitamina B6 | Por que suplementar junto?

Magnésio com Vitamina B6 | Por que suplementar junto?

magnesio com vitamina b6
5 minutos de leitura

Já notou que alguns suplementos possui magnésio com vitamina B6 em sua fórmula? 

É comum a combinação de diferentes nutrientes nas fórmulas dos suplementos, principalmente quando a ação de um beneficia a ação do outro. Como é o caso desses dois.

A vitamina B6 auxilia na absorção do magnésio pelas células do corpo, principal local de ação do mineral. Portanto, essa é a melhor opção de suplemento, pois garante maiores benefícios ao contribuir com a função do magnésio.

Porém, além dessa ação que potencializa a absorção, os nutrientes de forma separada também tem muitas ações importantes para a saúde humana.

Benefícios do suplemento de magnésio com Vitamina B6

Cerca de 98% do magnésio do corpo humano está dentro das células. Por isso, um bom suplemento deve favorecer a boa absorção do nutriente no intestino, mas também pelas células.

Além de conseguir alcançar a corrente sanguínea, também é necessário chegar ao seu local de ação final para exercer os benefícios do magnésio. É nesse momento que entra a Vitamina B6.

A vitamina permite que o magnésio seja transportado do sangue para o espaço intracelular. Sem a vitamina B6 esse processo não ocorre, então podemos dizer que sua ação é essencial.

Onde encontrar magnésio com vitamina B6?

Você pode verificar se o seu suplemento de magnésio possui vitamina B6 no rótulo. A informação deve vir discriminada na lista de ingredientes e a quantidade de cada nutriente é informada na tabela nutricional.

Esse comparativo entre as cinco principais marcas de suplemento de magnésio também mostrou quais utilizam ou não a junção entre os nutrientes para potencializar a absorção.

MARCAVITAMINA B6
MAGNÉSIO QUELATO DUO (VHITA)
magnésio b6

Sim
MAGNÉSIO (NUTRIFY)
Não
BIO MAGNÉSIO (PURAVIDA)
Não
GOLD STANDARD MAGNESIUM (DOCTOR’S FIRST)
Não
MAGNÉSIO (SUNDOWN)
Não
Fonte: Informações retiradas dos sites oficiais das marcas Vhita, Nutrify, Puravida, Doctor’s First e Sundown. Acesso em: 27/10/2022.

Essa é uma das características essenciais na hora de escolher qual o melhor magnésio, então procure marcas que ofereçam essa combinação.

O que é vitamina B6?

A Vitamina B6 pode ser encontrada em três formas: piridoxina, piridoxal e piridoxamina. A piridoxina é a mais estável e principal encontrada nos alimentos, por isso é o nome mais reconhecido.

Essa vitamina é uma das 8 que compõem o complexo B. Uma vitamina hidrossolúvel, ou solúvel em água, e que não é produzida pelo organismo, por isso precisa ser consumida através da alimentação.

alimentos fontes de vitamina B6

Funções da vitamina B6

Além de auxiliar na absorção de magnésio, a vitamina B6 também tem outras funções importantes para a saúde humana. 

Por isso, os suplementos de magnésio com vitamina B6 também são benefícios por contribuírem com a ingestão da quantidade diária recomendada do nutriente. 

Consequentemente, contribuindo com a boa função da vitamina no organismo, em papéis como:

  • Regulação de funções do cérebro e sangue.
  • Participação no metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídeos;
  • Formação de hormônios sexuais.

Fontes de vitamina B6

A vitamina B6 está presente em diversos alimentos comuns na rotina alimentar brasileira, de origem animal e vegetal. Então, condições como inadequações e deficiências são raras de acontecer em pessoas com uma alimentação diversificada.

As principais fontes de vitamina B6 são:

ALIMENTOQUANTIDADE DE VITAMINA B6 EM 100g
Pistache1,70 mg
Fígado de frango0,75 mg
Coração de frango0,59 mg
Feijão carioca0,67 mg
Aveia0,62 mg
Feijão preto0,60 mg
Grão de bico0,56 mg
Leite de vaca0,52 mg
Maça verde0,50 mg
Alho0,45 mg
Castanha do Brasil0,44 mg
Castanha de caju0,42 mg
Catalonha0,36 mg
Banana maçã0,17 mg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TBCA).

Um cuidado importante com as fontes alimentares de vitamina B6 é no processamento. Muito do nutriente é perdido durante o aquecimento, esterilização, moagem e ao serem enlatados.

Então, mesmo com o consumo diário, se mantenha atento aos processo que afetam a quantidade ideal do nutriente no alimento.

Quer saber mais?

Referências

Gropper S, Smith J, Groff J. Nutrição avançada e metabolismo humano. São Paulo: Cengage Learning; 2012.

Barbagallo M, Veronese N, Dominguez LJ. Magnesium in Aging, Health and Diseases. Nutrients. 2021 Jan 30;13(2):463.

Fiorentini D, Cappadone C, Farruggia G, Prata C. Magnesium: Biochemistry, Nutrition, Detection, and Social Impact of Diseases Linked to Its Deficiency. Nutrients. 2021 Mar 30;13(4):1136.

4/5 - (2 voto(s))

Nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP).

Experiência acadêmica em pesquisa científica, trabalhando com projeto sobre tratamento de epilepsia com dieta cetogênica. Atuação em educação alimentar, desenvolvendo curso de capacitação para professores da rede pública sobre nutrição.

Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × cinco =


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.