Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Para que serve magnésio quelato? Confira 10 benefícios do consumo!

Para que serve magnésio quelato? Confira 10 benefícios do consumo!

  • Suzana Leão 
mulher pensando se melatonina faz mal para o fígado
7 minutos de leitura

O magnésio quelato é um suplemento alimentar no qual há a junção do magnésio com um aminoácido ou composto orgânico.

Essa combinação é importante, pois o magnésio, quando ingerido isolado, pode provocar reações gastrointestinais, causando náuseas, vômitos, diarreia, gases e inchaço e dores abdominais.

Por isso, é muito importante combinar o magnésio a outra substância para prevenir esses efeitos indesejáveis.

Neste caso, o magnésio quelato tem uma qualidade superior, pois, além de combater esses sintomas, também tem ação potencializada.

Ficou interessado(a) em saber para que serve magnésio quelato? Então, continue lendo até o final para conhecer os seus benefícios!

Para que serve magnésio quelato?

Conheça a seguir os benefícios do magnésio quelato para a nossa saúde:

1 – Auxilia na formação e manutenção dos ossos

Além de melhorar a absorção e ação do cálcio no organismo, o magnésio estimula a produção do hormônio paratireoidiano (PTH), fundamental para regular os níveis de cálcio no sangue.

Essa função favorece a saúde óssea, pois o cálcio é um nutriente essencial para a estruturação e fortalecimento dos ossos.

Por conta disso, o magnésio é um dos principais responsáveis por promover o desenvolvimento ósseo adequado de crianças e adolescentes. Bem como prevenir osteoporose em adultos e idosos.

2 – Ajuda no ganho de massa muscular

O magnésio participa das reações bioquímicas envolvidas na contração muscular, o que promove uma resposta muscular eficiente durante o exercício físico e favorece o ganho de massa magra.

Além disso, o mineral é essencial para a recuperação muscular pós-treino. Com isso, ele contribui para a redução da fadiga muscular e a reparação dos tecidos danificados durante o exercício.

Da mesma forma, o magnésio tem potencial de melhorar o desempenho físico, permitindo que os treinos sejam executados com mais intensidade e eficácia, o que também favorece o aumento da massa muscular. 

3 – Mantém os níveis de açúcar no sangue em equilíbrio

O magnésio atua em diversas fases do metabolismo da glicose. Primeiro, ele exerce funções importantes na produção de insulina, hormônio que regula o açúcar no sangue, permitindo que ele entre nas células.

Depois, o magnésio melhora a sensibilidade das células à insulina, permitindo que elas respondam de forma adequada aos seus efeitos. O que, por sua vez, evita que o açúcar fique circulando na corrente sanguínea.

Essas funções são fundamentais para evitar picos de glicose no sangue e prevenir pré-diabetes ou diabetes.

4 – Melhora a qualidade do sono

Por ser parte necessária na produção de melatonina, hormônio responsável por induzir o sono e regular os ciclos de sono e vigília, o magnésio ajuda a melhorar a qualidade do sono.

Por isso, a suplementação de magnésio pode oferecer benefícios para quem sofre de insônia ou tem dificuldade em manter um padrão de sono adequado.

Isso se torna ainda mais importante à medida que envelhecemos, pois a demanda por magnésio aumenta. O que torna desafiador obter a quantidade ideal apenas através da alimentação.

omega 3 para o sono

5 – Deixa o sistema imune mais forte

O magnésio é essencial para a ativação de células imunes, como os linfócitos T e células natural killer, que são responsáveis por combater patógenos invasores e proteger o corpo contra infecções.

Além disso, o magnésio está envolvido na produção de anticorpos, mais um motivo pelo qual ele ajuda a deixar o sistema imunológico mais eficaz na defesa contra doenças.

6 – Pode ajudar na prevenção de enxaquecas

O magnésio influencia na regulação dos receptores cerebrais chamados de NMDA, que estão associadas a episódios de enxaqueca.

Isso ocorre porque esses receptores desregulados levam a hiperatividade e superestimulação cerebral, desencadeando a dor característica da doença.

Além disso, o magnésio estimula a liberação de óxido nítrico, uma substância vasodilatadora que melhora o fluxo sanguíneo cerebral e pode aliviar as dores causadas pela enxaqueca.

7 – Reduz os riscos de doenças cardíacas

O magnésio combate o acúmulo de placas de gordura nas artérias e regula a pressão arterial.

Bem como, ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, estimula a vasodilatação e previne a rigidez das artérias.

Tudo isso contribui para a prevenção de obstruções nas artérias, reduzindo os riscos de doenças cardíacas e suas complicações, como infarto, arritmias e insuficiência cardíaca.

8 – Melhora cãibras musculares

As cãibras musculares ocorrem devido a contrações repentinas e involuntárias dos músculos.

Um dos principais motivos para isso acontecer é a deficiência de nutrientes, especialmente de magnésio.

Por exercer funções importantes no processo de contração muscular, o magnésio ajuda a prevenir e aliviar cãibras musculares. Uma vez que ele favorece que os músculos funcionem de forma adequada.

9 – Preserva as funções cerebrais

Além disso, níveis adequados de magnésio no corpo estão relacionados a uma melhor saúde mental, pois promove estabilidade emocional e bem-estar. Assim, ele ajuda no combate à depressão, ansiedade e estresse.

Devido a sua ação anti-inflamatória, o magnésio protege o cérebro contra a inflamação crônica, associada a degenerações neurológicas precoces.

Isso acontece porque o magnésio está diretamente ligado à produção de neurotransmissores que promovem a sensação de felicidade e motivação, como a serotonina e dopamina.

10 – Alivia cólicas menstruais e TPM

Os efeitos relaxantes do magnésio podem trazer alívio para as cólicas menstruais e os sintomas da TPM.

Neste caso, ele pode ajudar a relaxar os músculos uterinos, reduzindo a intensidade e a duração das cólicas durante o período menstrual.

Além disso, por estimular a produção de serotonina, o magnésio pode contribuir para a sensação de bem-estar nessa fase.

Conclusão

O magnésio quelato exerce diversas funções no nosso organismo, sendo um mineral essencial para o equilíbrio corporal.

Atualmente, o suplemento tem sido bastante recomendado por médicos e nutricionistas, devido ao aumento de casos de deficiência (o que pode ocorrer por causa da ingestão insuficiente por meio da alimentação).

Por isso, recomenda-se consultar seu médico ou nutricionista para que seja feita uma avaliação individualizada.

Lembre-se que todo e qualquer suplemento deve ser utilizado somente com orientação médica ou nutricional.

Conheça o Magnésio Quelato Duo da Vhita, um dos suplementos mais completos do mercado, constituído com dois compostos orgânicos para garantir uma absorção mais do que potencializada!

Quer saber mais?

vitamina d e magnésio

Referências

BARBAGALLO, M.; VERONESE, N.; DOMINGUEZ, L. J. Magnesium in Aging, Health and Diseases. Nutrients. v. 13, n. 463, p. 1-20, 2021.

CASE, D. R. et al. Synthesis and Chemical and Biological Evaluation of a Glycine Tripeptide Chelate of Magnesium. Molecules. v. 26, n. 2419, p. 1-14, 2021.

FIORENTINI, D. et al. Magnesium: Biochemistry, Nutrition, Detection, and Social Impact of Diseases Linked to Its Deficiency. Nutrients. v. 13, n. 1136, p. 1-44, 2021.

UBERTI, F. et al. Study of Magnesium Formulations on Intestinal Cells to Influence Myometrium Cell Relaxation. Nutrients. v. 12, n. 573, p. 1-22, 2020.

5/5 - (1 voto(s))

Nutricionista pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e pós graduada em Comportamento Alimentar pelo Instituto de Pesquisas, Ensino e Gestão em Saúde (IPGS).

Experiência acadêmica em pesquisa científica e produção de conteúdos com embasamento científico. Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 7 =


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.