Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Pré e pós-consulta nutricional: o que é e como fazer?

Pré e pós-consulta nutricional: o que é e como fazer?

nutricionista pronta para consulta nutricional
7 minutos de leitura

O término da faculdade e o início de carreira é a concretização de um grande sonho, mas que, muitas vezes, vem acompanhado de medo e insegurança de dar o primeiro passo como profissional, principalmente quando pensamos em uma consulta nutricional. Entretanto, encarar seus receios e dar um start na vida profissional é a diferença.

Garantir uma agenda sempre cheia é uma tarefa que exige tempo, dedicação e investimento, porém que vale a pena. 

Para conseguir o tão sonhado êxito profissional é preciso ir além de despertar o interesse das pessoas pelo seu trabalho, mas construir e manter uma rede de pacientes fiéis, que poderão divulgar seu serviço para outras pessoas, aumentando ainda mais o número de consultas nutricionais e seu faturamento no final do mês. 

Por isso, é fundamental a adoção de estratégias inteligentes para atrair e fazer a retenção de pacientes, pois o processo de fidelização engloba um conjunto de ações a ser realizado com o objetivo de gerar satisfação e manter o retorno do paciente ao seu serviço.

A seguir, preparamos um material completo para ajudar a realizar sua consulta nutricional com excelência.

Por que é importante realizar uma pré-consulta nutricional? 

Conhecer seu paciente é a melhor forma de entender o que ele necessita naquele momento, quais são suas queixas, o tratamento correto e, especialmente, a abordagem apropriada para relatar o problema em questão. 

Por isso, a pré-consulta nutricional é fundamental, porque, muitas vezes, chegam a seu consultório pacientes não recorrentes, indicações e aqueles que estão frequentando o consultório pela primeira vez, mas a duração da consulta nutricional pode ser curta para realizar todos os processos necessários para a elaboração de um plano alimentar adequado. 

É nesse momento, principalmente no começo, quando falta experiência em atendimento e gestão de tempo, que desenvolver um formulário pré- consulta nutricional se mostra essencial. 

Pois um questionário prévio, associado à sensibilidade e tato, auxilia no recolhimento de informações do paciente que podem passar despercebidas durante a consulta nutricional.

Como desenvolver um formulário pré-consulta nutricional?

O objetivo do formulário pré-consulta é encurtar o tempo da anamnese nutricional durante o atendimento. Para elaborar o questionário, você pode utilizar ferramentas gratuitas para preenchimento de formulários, como Google Forms e Survey Monkeys, ou utilizar essa ferramentas que alguns softwares para nutricionistas oferecem. 

Na hora de elaborar o formulário e escolher quais perguntas irão compor o questionário, seja objetivo para que não fique algo muito extenso. 

Lembre-se que devem ser perguntas claras e objetivas para que o paciente não perca o foco e responda sem interesse. Geralmente, as perguntas incluem: 

  • Dados pessoais para cadastramento do paciente nos softwares. 
  • Qual seu objetivo? 
  • O que você acredita ser sua principal dificuldade em seguir um planejamento? 
  • Você utiliza algum medicamento diariamente? 
  • Você pratica atividade física? (frequência, modalidade)
  • Como está seu intestino? 
  • Tem alguma doença diagnosticada? 
  • Tem alguma alergia ou intolerância alimentar? 
  • Qual alimento você não gosta de comer de jeito nenhum? 
  • Qual alimento mais gosta de comer? 
  • Faz uso de algum suplemento
  • Como está seu sono? 
  • Consome bebidas alcoólicas? Com qual frequência? 
  • Realizou exames recentemente?

Não esqueça, as perguntas devem ser aquelas que o paciente consegue responder sozinho, que não exigem uma supervisão e auxílio do profissional que irá atendê-lo. 

Não coloque perguntas que você considera importantes de serem feitas durante sua consulta nutricional, pois elas geram conexão com o paciente e precisam de um cuidado maior quando estiver frente a frente com ele.

Você também pode revisar o formulário com o paciente, durante a consulta nutricional, para garantir que tenha sido preenchido corretamente. 

E com as informações contidas, você poderá: 

  • Avaliar possíveis sinais e sintomas. 
  • Entender o objetivo da consulta. 
  • Identificar alergias e/ou intolerâncias.  
  • Preparar-se para adequar o plano a doenças preexistentes. 
  • Ficar ciente do uso de medicamentos para estudar possíveis interações alimento-medicamento a serem evitadas. 

Com isso, podemos ver que o questionário também será importante para que você não seja pego de surpresa com alguma doença preexistente da qual você ainda não possui tanto conhecimento no momento da consulta nutricional. 

Porque, além de otimizar seu atendimento, gera mais segurança e entendimento do caso do paciente que irá acompanhar, e isso melhora seu relacionamento logo no início, revelando seu cuidado e atenção com seus pacientes durante suas consultas nutricionais.

nutricionista realizando uma consulta nutricional

Pós-consulta nutricional: por que é importante?

Você pode até oferecer um serviço de qualidade, contar com um consultório bonito e bem equipado e trazer o que há de mais moderno para a sua consulta nutricional, porém, se não envolver o paciente no tratamento, sempre existirá o risco de que ele não volte ou, pior, acabe partindo para a concorrência.

Uma falha comum de muitos nutricionistas e outros profissionais da saúde é acreditar que uma boa consulta nutricional se resume apenas nos minutos que o paciente está em reunião presencial ou online com você . Assim, fica esquecida uma parte que também é fundamental: o pós-consulta nutricional. 

Afinal, mesmo depois que a pessoa sai do consultório ou clínica, existem ainda diversas outras ações que podem ser implantadas e que são essenciais para encantar e fidelizar o paciente.

Como realizar um bom pós-consulta nutricional?

A frase-chave do pós-consulta nutricional é: fidelizar os pacientes. Isto é, fazer com que eles se lembrem positivamente do nutricionista, mesmo após o atendimento. 

Dessa forma, quando precisarem novamente de uma opinião, não irão procurar outro profissional, e, sim, retornar ao mesmo, pois a experiência que tiveram foi incrível!

1. Crie canais de atendimento para o pós-consulta nutricional 

Deixe aberto aos pacientes meios para que eles possam se comunicar com você. Desta forma, caso eles tenham dúvidas sobre o tratamento, sabem que podem entrar em contato com sua instituição a qualquer momento para esclarecê-las. 

É muito comum que os pacientes tenham dúvidas após a consulta nutricional. Portanto, ter canais, como WhatsApp, por exemplo, fará que eles se sintam amparados, mais seguros e com maior confiança em sua prática clínica.

2. Desenvolva estratégias de marketing digital 

Atualmente, grande parte das pessoas está conectada, logo, estar acessível online é fundamental tanto para atrair novos pacientes para uma consulta nutricional quanto para fidelizar os já existentes. 

O marketing digital, nada mais é do que uma estratégia que consiste em um conjunto de atividades on-line, que tem como objetivo fechar novos negócios, melhorar o relacionamento com os pacientes e fortalecer a sua identidade no mercado.

Um dos principais pilares do marketing digital é a produção de conteúdo de qualidade, para que ele atenda as expectativas do seu público alvo. 

Um post bem elaborado pode gerar mais likes, comentários, compartilhamentos e visualizações do que toda uma semana de postagens mal feitas, logo invista nas suas postagens e observe o feedback de seus seguidores. 

Por isso, o marketing digital é muito importante para um nutricionista que quer encher sua agenda com consultas nutricionais.

3. Faça pesquisa de satisfação

Ouvir é uma forma de fazer com que eles se sintam mais envolvidos com seu negócio. A pesquisa de satisfação é, portanto, uma forma de entender como tem sido a experiência dos pacientes com a sua clínica. 

A partir dessas respostas, você terá informações para realizar melhorias, seja na sua consulta nutricional, processos ou em infraestrutura.

Gostaria de compartilhar mais alguma dica com outros profissionais? Deixe nos comentários, para todos terem acesso! E se você tiver alguma dúvida, conte-nos para que o possamos auxiliar nessa jornada.

Quer saber mais?

5/5 - (1 voto(s))

Nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP).

Experiência acadêmica em pesquisa científica, trabalhando com projeto sobre tratamento de epilepsia com dieta cetogênica. Atuação em educação alimentar, desenvolvendo curso de capacitação para professores da rede pública sobre nutrição.

Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.