Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Homeostase: o que é e como funciona o equilíbrio do corpo

Homeostase: o que é e como funciona o equilíbrio do corpo

Mulher fazendo yoga no por do sol em homeostase
7 minutos de leitura

A homeostase é uma condição do organismo humano, onde todas as funções corporais encontram-se em equilíbrio, independente da interferência do meio externo.

Dessa forma, ela envolve a capacidade do corpo de manter-se saudável e livre de doenças, com todas as suas funções desempenhadas de forma “normal” e sem complicações.

Ela ocorre através de mecanismos que evitam a ocorrência de efeitos indesejáveis que atrapalhem o funcionamento do organismo.

Sendo assim, se você acordou hoje, sentiu-se bem e seu organismo encontra-se estável, sem nenhuma desordem, você está em homeostase.

Quais são os mecanismos da homeostase?

Os mecanismos que possibilitam a homeostase são todos os processos, ações ou componentes que fazem com que o corpo funcione de maneira eficiente e sem intercorrências.

Dentre eles podemos citar:

  • Temperatura corporal;
  • pH sanguíneo (nível de acidez do sangue);
  • Pressão arterial;
  • Batimentos cardíacos;
  • Dosagem de vitaminas e minerais;
  • Quantidade de líquido no corpo.

Como pode-se ver, todas essas situações interferem positivamente para que o metabolismo e a fisiologia corporal funcionem de maneira completa e interligada.

Neste caso, quando essas características estão normalizadas, a homeostase é atingida com sucesso. Entretanto, são necessárias “ações negativas” para que a homeostase seja atingida, por meio de consequências naturais.

Por exemplo, quando nos alimentamos, uma quantidade de glicose é absorvida pela corrente sanguínea, e como resultado a insulina precisa ser liberada e produzida para que efeitos indesejáveis não ocorram, como o Diabetes tipo 2.

Neste caso, a “ação negativa” natural é a insulina baixar os níveis de glicose do sangue, por sua vez, é o componente que permite que a homeostase ocorra.

Sendo assim, a homeostase é adquirida através de mecanismos e ações voluntárias das células do organismo, que permitem que correções sejam feitas, a fim de evitar um estado de ineficiência corporal.

Em resumo, a homeostase acontece porque o corpo humano é uma máquina completa, que consegue reparar todos os “defeitos” e manter os acertos do sistema corporal.

Mão humana tocando em uma planta

Tipos de homeostase 

Existem 3 tipos de homeostase, contudo vamos dar enfoque na homeostase humana e biológica, que estão diretamente relacionadas à saúde.

1. Homeostase ecológica

É a troca que acontece entre os seres vivos de um ecossistema, como animais, plantas e os seres humanos, através de meios naturais que possibilitam o equilíbrio da vida.

Sendo assim, o equilíbrio homeostático ecológico é definido como a relação natural entre as espécies, assim como a dependência entre os seres que a compõem.

2. Homeostase biológica

A homeostase biológica compreende o equilíbrio do ambiente interno do organismo humano e de animais, através de limites considerados normais. Por ambiente interno estamos nos referindo aos componentes sanguíneos como plasma, linfa e os demais fluidos corporais que conhecemos.

Sendo assim, o equilíbrio entre estes componentes é fundamental para o funcionamento do corpo de qualquer ser vivo.

Pois, diante de qualquer variação ocorrida por conta da interação com o meio externo, o organismo precisa rapidamente regular os potenciais desequilíbrios formados por essa interação.

Os mecanismos conformistas e os reguladores são necessários para que a homeostase volte a acontecer.

  • Mecanismos reguladores: gastam energia para manter o meio interno em perfeita sincronia e livre de desordens.
  • Mecanismos conformistas: preferem não gastar energia para manter o equilíbrio do meio interno.

Como exemplo dessas interações temos os animais endotérmicos, que conseguem manter a temperatura corporal apenas com o equilíbrio do meio interno. No entanto, os animais ectotérmicos necessitam de fonte de energia externa (o sol ou fogo) para elevar e manter a temperatura corporal constante.

Essas duas situações apresentam como a homeostase biológica é complexa e individual de cada espécie.

3. Homeostase humana

A homeostase humana é toda a cadeia de interação entre os processos fisiológicos que ocorrem no corpo humano, de maneira coordenada entre si.

Se alguma doença ou desordem, como deficiência de cálcio ou desidratação estiver ocorrendo, este quadro afeta diretamente o bom funcionamento do organismo e desequilibra a homeostase.

A homeostase humana impede que eventos maléficos aconteçam no organismo, como aparecimento de doenças ou distúrbios metabólicos. 

Como manter a homeostase corporal?

A homeostase corporal é uma condição involuntária do organismo, sempre que ele detecta algum desequilíbrio. 

No entanto, sabemos que a interferência externa contribui diretamente para que a homeostase deixe de ser eficiente e comprometa nossa saúde.

Alguns fatores interferem negativamente sobre a ocorrência da homeostase como:

  • Alimentação;
  • Estilo de vida;
  • Uso de álcool, cigarro ou drogas;
  • Baixa ingestão de água;
  • Poucas horas de sono

Todos esses exemplos modificam e interferem na homeostase do corpo, principalmente a alimentação.

Nesse sentido, devemos tomar cuidado e colocar em prática algumas atitudes que vão manter o equilíbrio entre cada sistema do corpo.

Mulher acordando feliz após uma boa noite de sono
  • Alimentação

Adotar uma alimentação equilibrada em macro e micronutrientes, vitaminas e minerais possibilita que nenhuma deficiência ocorra nas células do organismo. 

Para isso, devemos consumir frutas, verduras, legumes, além de carboidratos, proteínas e pouca quantidade de gordura. Afinal, todos esses nutrientes são necessários para que o metabolismo aconteça de maneira natural e sem esforços.

  • Estilo de vida 

Ter tempo para descansar e relaxar, assim como evitar agressões na mente e nos órgãos externos possibilita a homeostase.

Pois o desequilíbrio entre os hormônios da felicidade, do estresse e do bem estar é uma condição que acontece na maioria das vezes, quando adotamos um estilo de vida inadequado.

  • Tabagismo, alcoolismo e consumo de drogas 

Essas práticas são as mais agressivas para diminuir a homeostase corporal, pois promovem mudanças significativas no funcionamento do organismo.

  • Hidratação

A hidratação é importantíssima para a homeostase, já que a água está presente em todas as etapas do metabolismo e em mais de 70% do corpo.

Logo, devemos manter uma hidratação suficiente para evitar problemas decorrentes de alterações hídricas corpóreas.

  • Ciclo de sono 

A falta de sono prejudica a homeostase corporal, já que diversas alterações ocorrem devido a uma noite mal dormida.

Dentre elas, a maior produção de hormônio do estresse e menor produção de melatonina, hormônio essencial para induzir o sono involuntário.

A homeostase é o equilíbrio entre os organismos e o respectivo funcionamento das suas células ou meio interno que os envolvem.

Nosso corpo atinge a homeostase naturalmente, entretanto, podemos interferir nesta ocorrência através do estilo de vida e sobretudo, a partir da alimentação inadequada.

Quer saber mais?

Referências:

Goldstein DS. Como acontece a homeostase? Perspectivas fisiológicas integrativas, biológicas de sistemas e evolutivas. Am J Physiol Regul Integr Comp Physiol. 1º de abril de 2019;316(4):R301-R317. 

Salas Salvadó J, Maraver Eizaguirre F, Rodríguez-Mañas L, Saenz de Pipaón M, Vitoria Miñana I, Moreno Aznar L. Importancia del consumo de agua en la salud y la prevención de la enfermedad: situación actual. Nutr Hosp. 2020 Oct 21;37(5):1072-1086. 

Nose H, Kamijo YI, Masuki S. Interactions between body fluid homeostasis and thermoregulation in humans. Handb Clin Neurol. 2018;156:417-429. 

López-Gambero AJ, Martínez F, Salazar K, Cifuentes M, Nualart F. Brain Glucose-Sensing Mechanism and Energy Homeostasis. Mol Neurobiol. 2019 Feb;56(2):769-796.

Avalie este post

Nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP).

Experiência acadêmica em pesquisa científica, trabalhando com projeto sobre tratamento de epilepsia com dieta cetogênica. Atuação em educação alimentar, desenvolvendo curso de capacitação para professores da rede pública sobre nutrição.

Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.