Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Melatonina 10mg: conheça o medicamento 

Melatonina 10mg: conheça o medicamento 

benefícios do magnésio
8 minutos de leitura

A melatonina 10mg é um medicamento desenvolvido para repor as quantidades de melatonina, o hormônio do sono.

É útil para situações que os níveis de melatonina estão abaixo do desejado e pode ter benefícios que vão além de dormir bem. 

Em suplementos alimentares, pode ser usado uma dosagem de até 0,21 mg de melatonina.

Os mais encontrados no mercado estão em apresentação na forma de gotas ou comprimidos, que são tomados via oral, mas outros formatos também são possíveis. 

Ainda assim, as doses de melatonina que são necessárias podem variar para mais ou menos.

Em algumas situações, e apenas por prescrição médica, uma quantidade superior a de 0,21mg pode ser indicada para o tratamento de alguma doença.

O que diferencia um suplemento e um medicamento à base de melatonina é a quantidade do hormônio. Sendo assim, a melatonina de 10mg já é considerada um remédio. 

A melatonina 10mg é usada apenas para repor a dosagem do hormônio que está menor que o recomendado.

Isto pode acontecer por maus hábitos ou por outras doenças que reduzem a quantidade de melatonina no corpo. Entenda mais sobre o assunto e os cuidados, antes de tomar.  

O que é a melatonina 10mg?

A melatonina 10mg é uma medicação à base de melatonina que contém uma dosagem equivalente a 10 miligramas de melatonina pura.

É a dose mais utilizada do medicamento de melatonina justamente por ser segura e não produzir muitos efeitos colaterais.  

Como a dosagem permitida pela ANVISA é de até 0,21mg, a melatonina 10mg já pode ser classificada como um remédio.

Em algumas situações, o suplemento em quantias mais baixas já é o suficiente. 

Qual a função da melatonina no organismo? 

A melatonina é o hormônio do sono, produzido naturalmente pelo organismo.

Isto porque, é uma substância necessária, já que desempenha diversas funções, sendo a principal a regulação do ciclo circadiano. 

Durante o sono, diversos processos acontecem para que o organismo seja reestabelecido e equilibrado.

Portanto, o descanso adequado é fundamental para que tudo continue funcionando da maneira mais saudável possível. 

Para conseguir pegar no sono, a melatonina é fundamental. Porém, a sua liberação tem relação direta com a quantidade de luz no ambiente. 

O uso de telas (tablets, celulares, TV) antes de dormir, ou ainda, para dormir, prejudica a liberação normal de melatonina. Isto acontece devido à luz emitida. 

A diminuição da melatonina pode gerar problemas para dormir, além de afetar a saúde em geral e piorar algumas patologias.

Sendo assim, a suplementação de melatonina, em uma dosagem segura e eficaz, é indicada. 

Para que serve a melatonina 10mg? 

A melatonina de 10 mg é uma suplementação que oferece 10 miligramas de melatonina pura, sendo útil para repor a substância em situações necessárias. 

Veja as situações em que a melatonina de 10mg pode ajudar: 

  • Indutor do sono, dorme mais fácil;
  • Ajuda a dormir mais e melhor; 
  • Tratamento da insônia isolada ou causada por outras doenças;
  • Saúde mental; 
  • Saúde cardiovascular;
  • Fortalece o sistema imunológico contra quadros virais;
  • Melhora da resistência a insulina;
  • Poderoso antioxidante; 
  • Anti-inflamatório natural;
  • Coadjuvante no tratamento de doenças, como: ansiedade, depressão, diabetes, pressão alta, covid-19, TDAH e autismo.  

A melatonina 10mg, em geral, é eficiente para estes casos, mas, a individualidade sempre deve ser respeitada.

Portanto, ajustes podem ser necessários e em alguns casos, dosagens menores podem resolver o problema. 

Não se automedique, nem dê remédios para seus filhos, sem a avaliação prévia e o acompanhamento profissional. 

mulher jovem dormindo bem

Dosagem da melatonina: 10mg 

A dosagem de melatonina recomendada varia entre 0,1mg a 50mg. Porém, a melatonina de 10mg é uma dose comum de ser indicada.

É normal que a prescrição dos médicos no início do tratamento comece com uma dosagem mais baixa, algo entre 1 a 5 mg por noite.

Por outro lado, dosagens mais elevadas de melatonina, acima de 10 mg por noite, podem predispor ao aparecimento de efeitos colaterais.

Sendo assim, as doses que mais aparecem nas pesquisas científicas como eficazes é a melatonina de 10mg. Isto é, é a dosagem mais utilizada em estudos clínicos. 

Faz mal tomar melatonina 10mg? 

Uma revisão científica realizada no Brasil mostra que a melatonina, dentro desta dosagem, possui baixa toxicidade. Quanto aos efeitos adversos, ou indesejados, foram notados poucos. 

Tão importante quanto aprender como tomar melatonina de 10mg, é interessante saber como preservar a liberação natural do hormônio.

Isto é possível com algumas dicas básicas de higiene do sono, como evitar luzes antes de dormir.  Assim, menores doses são requeridas. 

Além disso, é importante lembrar que tomar medicamentos por conta própria pode ser prejudicial para sua saúde.

Isto porque, no caso da melatonina, o consumo de uma quantia pode gerar altos níveis no corpo, o que não é positivo para a saúde. 

Outro ponto importante antes de tomar melatonina, é entender se realmente é o que vai resolver o seu problema e se você realmente precisa dela. 

Melatonina 10mg: contraindicações e efeitos colaterais 

Se a dosagem de melatonina não for respeitada, efeitos colaterais, como: enxaqueca, ansiedade, irritabilidade, dificuldade de concentração; sonolência durante o dia e cansaço podem surgir. 

Em crianças, a melatonina em excesso pode gerar crises convulsivas. Por este motivo, é importante não dar suplementos para esta faixa etária sem que seja feita uma avaliação médica e ajuste da dose. 

Até porque, em alguns quadros e doenças pediátricas pode ser necessário quantidades do suplemento diferentes da melatonina de 10mg. 

Como comprar melatonina 10mg? 

Atualmente, os suplementos de melatonina podem ser encontrados para comprar no Brasil, já que a substância foi liberada pela ANVISA – Agênia Nacional de Vigilância Sanitária. Contudo, o suplemento de melatonina deverá ser dentro da quantidade permitida.  

Anteriormente, apenas a melatonina manipulada com prescrição médica era permitida e outra prática comum era buscar por melatonina importada. 

No entanto, por conta de sua relevância como suplemento e medicação para a saúde, hoje a melatonina 10mg é facilmente encontrada para comprar.

Porém, dependendo da quantidade, é possível comprar apenas com a prescrição médica na farmácia. 

Quer saber mais? 

Referências

BUENO, Ana Paula Rosinski et al. Aspectos regulatórios e evidências do uso de melatonina em distúrbio do sono e insônia: uma revisão integrativa. Arquivos de Neuro-Psiquiatria, v. 79, p. 732-742, 2021.

DA SILVA, Carlos Alberto et al. Padrão eletrocardiográfico e de pressão arterial em ratos recuperados de desnutrição tratados com melatonina. Journal of the Health Sciences Institute, v. 35, n. 3, p. 210-4, 2017. 

DE OLIVEIRA, Naomi Shede Rangel; DOS SANTOS, Maria Eduarda Anulino; DE OLIVEIRA MELO, Nathalia Caroline. Regulação circadiana do sono através da suplementação de melatonina e impacto no manejo clínico do excesso ponderal. RECIMA21-Revista Científica Multidisciplinar, v. 3, n. 1, p. e311022-e311022, 2022.

FATEMEH, Gholami et al. Effect of melatonin supplementation on sleep quality: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. Journal of neurology, v. 269, n. 1, p. 205-216, 2022.

GALANO, Annia; TAN, Dun Xian; REITER, Russel J. Melatonin as a natural ally against oxidative stress: a physicochemical examination. Journal of pineal research, v. 51, n. 1, p. 1-16, 2011.

GARFINKEL, D. et al. Improvement of sleep quality in elderly people by controlled-release melatonin. The Lancet, v. 346, n. 8974, p. 541-544, 1995.

KLEMM, W. R. Why does REM sleep occur? A wake-up hypothesis. Frontiers in systems neuroscience, v. 5, p. 73, 2011.

PROCHNOW, C.; BORGES, L. G.; SUEN, V. M. M.; DELFINO, H. B. P. Os efeitos anti-inflamatórios da melatonina na obesidade: uma revisão da literatura. RBONE – Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v. 16, n. 101, p. 409-418, 17 nov. 2022.

SILVA, Arisson Raiol et al. A Automedicação e o Uso da Melatonina: Revisão Integrativa da Literatura. Brazilian Journal of Health Review, v. 4, n. 5, p. 21460-21483, 2021.

VIANA, Soraya Maria do Nascimento Rebouças. Efeitos da administração de melatonina sobre a qualidade do sono, sonolência diurna, humor e capacidade funcional em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica submetidos a um programa de reabilitação pulmonar. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) – Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2021.

Avalie este post

Nutricionista pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e pós graduada em Comportamento Alimentar pelo Instituto de Pesquisas, Ensino e Gestão em Saúde (IPGS).

Experiência acadêmica em pesquisa científica e produção de conteúdos com embasamento científico. Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.