Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Vitamina C com zinco: para que serve?

Vitamina C com zinco: para que serve?

vitamina K2
6 minutos de leitura

A vitamina C com zinco é um suplemento nutricional que pode ser utilizado para aumentar a imunidade, tornando o corpo mais resistente a doenças infecciosas.

Esses dois nutrientes são essenciais para a manutenção do sistema imunológico. Isso porque, a vitamina C tem um alto poder antioxidante e é crucial para a produção de leucócitos.

Já o zinco, por sua vez, modula a atividade das células de defesa, melhorando a função imune e protegendo o organismo de agentes patógenos.

Por isso, a junção da vitamina C com zinco possui alta capacidade para fortalecer o sistema imunológico em todas as etapas.

Para que serve a vitamina C com zinco?

A vitamina C é um nutriente que desempenha ação antioxidante no organismo. Dessa forma, ela neutraliza os radicais livres e combate o estresse oxidativo que eles provocam. Atualmente, diversos estudos demonstram que a oxidação excessiva leva à degeneração de células saudáveis.

O que pode resultar na queda na imunidade e no desenvolvimento de diversas doenças, como Alzheimer, AVC (Acidente Vascular Cerebral), Parkinson, infarto, perda de massa muscular, câncer e catarata.

Logo, a vitamina C é uma grande aliada na prevenção dessas enfermidades. Uma vez que ela protege as células da ação dos radicais livres e combate a oxidação excessiva.

Por outro lado, o zinco também é um mineral com função crucial no sistema imunológico. Isso porque, as células de defesa possuem altas taxas de proliferação, e o zinco é importante para a tradução, transporte e replicação do DNA.

Ou seja, ele é fundamental para a devida função imune. Dado que a sua deficiência dificulta o bom funcionamento do sistema imunológico.

Além disso, o zinco é um mineral necessário para a produção de colágeno e síntese de hormônios, como testosterona, insulina e GH.

Quem deve tomar vitamina C com zinco?

O suplemento de vitamina C com zinco pode ser indicado para pessoas com baixa imunidade e que estão sofrendo com quadros constantes de doenças infecciosas, como gripes e resfriados.

Além disso, a suplementação também pode ser uma grande aliada no tratamento de anemia falciforme, AIDS, doenças renais e doenças gastrointestinais crônicas.

Por outro lado, a vitamina C com zinco também pode ser excelente para pós-cirúrgicos, a fim de favorecer uma boa cicatrização.

Vale ressaltar que o uso do suplemento deve ser feito apenas mediante recomendação médica e/ou nutricional para evitar doses exageradas.

Como tomar vitamina C com zinco?

A vitamina C com zinco pode ser encontrada em forma de cápsulas, em uma dosagem única por cápsula ou dosagens divididas.

Na hora de escolher o suplemento, é muito importante verificar a dosagem, pois a recomendação mínima diária para vitamina C é de 75 mg por dia para adultos. Enquanto que a de zinco é de 8 mg por dia para adultos.

No entanto, doses maiores podem ser utilizadas, de acordo com o objetivo. Por isso, é muito importante consultar um médico ou nutricionista para tomar o suplemento da forma adequada.

Além disso, é fundamental avaliar no rótulo a forma em que esses nutrientes estão no suplemento. Uma vez que o zinco tem uma melhor absorção quando está quelado, já a vitamina C deve estar protegida por uma camada externa.

Qual é o melhor horário para tomar vitamina C com zinco?

O melhor horário para tomar vitamina C com zinco é pela manhã em jejum ou uma hora antes ou depois das refeições. Isso se dá porque alguns alimentos podem diminuir a absorção desses nutrientes.

Por quanto tempo deve tomar vitamina C com zinco para ter resultado?

Os resultados da vitamina C com zinco ocorrem de forma gradativa e contínua, podendo surgir a partir da 8ª semana de uso.

Em muitos casos, o uso do suplemento não deve ser interrompido. Uma vez que ele pode ser utilizado como um complemento da dieta para prevenir deficiências.

Efeitos colaterais da vitamina C com zinco

Os efeitos colaterais da vitamina C com zinco podem surgir quando o uso do suplemento está inadequado. Os principais sintomas são náuseas, diarreia, vômitos, dor de cabeça e dores abdominais.

É obrigatório suplementar vitamina C com zinco juntos?

Não é obrigatório suplementar vitamina C com zinco juntos, até porque cada pessoa pode ter necessidades específicas. Em alguns casos, pode ser necessário apenas a suplementação da vitamina C ou somente do zinco.

Por essa razão, o recomendado é sempre buscar o auxílio de um médico ou nutricionista para avaliar o seu caso de forma individual.

Quando tomar vitamina C com zinco?

A vitamina C com zinco pode ser indicada para pessoas que estão sofrendo com baixa imunidade e precisam de um reforço nutricional.

Podendo também ser utilizada em situações específicas, como em casos de deficiência destes nutrientes, em pós-cirúrgicos ou na ingestão ineficiente por meio da alimentação.

O que pode levar a deficiência de vitamina C com zinco?

A deficiência de vitamina C com zinco pode ser causada por diversos motivos, como:

  • ingestão insuficiente destes minerais na alimentação;
  • doenças gastrointestinais crônicas, como doença de Crohn, síndrome do intestino irritável, doença celíaca e diverticulite;
  • diarreia frequente;
  • envelhecimento;
  • gravidez e amamentação;
  • cirurgias;
  • uso de diuréticos;
  • alcoolismo;
  • tabagismo.

Quais os riscos da deficiência de vitamina C com zinco?

Um dos principais riscos da deficiência de vitamina C é o escorbuto, doença que provoca hemorragia nas gengivas, fraqueza, dores musculares, irritação na pele e fadiga.

Além disso, a carência de vitamina C pode favorecer a imunidade baixa. Bem como as doenças degenerativas, como Alzheimer, Parkinson, catarata, glaucoma, infarto e alguns tipos de câncer.

Já os riscos da deficiência de zinco envolvem dificuldade de cicatrização, baixa imunidade, queda de cabelo, problemas de fertilidade, unhas frágeis e quebradiças e desnutrição devido a falta de apetite.

Como obter vitamina C com zinco naturalmente?

É possível obter vitamina C com zinco naturalmente através das fontes alimentares. No caso da vitamina C, os melhores alimentos são as frutas cítricas como abacaxi, laranja, limão, acerola, tangerina, morango, framboesa, pêssego, caju, romã e kiwi.

Já os alimentos fontes de zinco são o amendoim, peixes e frutos do mar, castanha de caju, castanha do Pará, leite e derivados, carnes vermelhas, frango, chocolate amargo, soja e feijão.

Quer saber mais?

Referências

FOOD AND NUTRITION BOARD, INSTITUTE OF MEDICINE, NATIONAL ACADEMIES. Dietary Reference Intakes (DRIs): Recommended Dietary Allowances and Adequate Intakes, Elements.

SANTOS, J. T. et al. OS EFEITOS DA SUPLEMENTAÇÃO COM VITAMINA C. Revista Conhecimento Online. v. 1, n. 11, p. 139-163, 2019.

SENA, K. C. M.; PEDROSA, L. F. C. Efeitos da suplementação com zinco sobre o crescimento, sistema imunológico e diabetes. Revista de Nutrição. v. 18, n. 2, p. 251-259, 2005.

Avalie este post

Nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP).

Experiência acadêmica em pesquisa científica, trabalhando com projeto sobre tratamento de epilepsia com dieta cetogênica. Atuação em educação alimentar, desenvolvendo curso de capacitação para professores da rede pública sobre nutrição.

Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.