Pular para o conteúdo
Home » Todos os posts » Falta de magnésio: quais os sintomas?

Falta de magnésio: quais os sintomas?

falta de magnésio sintomas
7 minutos de leitura

Os principais sintomas da falta de magnésio, também chamada de hipomagnesemia, incluem náuseas, câimbras frequentes e prolongadas, indisposição e irritabilidade.

Eles ocorrem porque o magnésio é um nutriente que atua diretamente nas funções nervosas e musculares.

No entanto, apesar dos sintomas aparentes, a melhor maneira de identificar a falta de magnésio é a partir do exame de sangue. Uma vez que esses sintomas também podem representar outras deficiências nutricionais ou doenças.

A seguir, falaremos tudo que você precisa saber sobre a falta de magnésio no corpo e os problemas dessa carência nutricional. Confira!

Quais os principais sintomas da falta de magnésio?

Os sintomas mais comuns que podem significar da falta de magnésio no corpo são:

  • falta de apetite;
  • indisposição ou sensação de fraqueza;
  • alterações no humor;
  • sonolência excessiva;
  • náuseas;
  • vômitos;
  • câimbras musculares;
  • enfraquecimento dos ossos e dentes;
  • tremores;
  • enxaqueca;
  • prisão de ventre;
  • zumbidos no ouvido;
  • formigamentos.

Em casos mais severos, a falta de magnésio pode levar a convulsões e até a morte, principalmente em crianças.

falta de magnésio sintomas

Por que a falta de magnésio causa esses sintomas?

O magnésio é um dos minerais mais abundantes no nosso organismo, pois desempenha diversas funções importantes para o equilíbrio corporal.

Ele atua em mais de 300 reações bioquímicas, que incluem as que citamos nos tópicos a seguir. Acompanhe.

Mantém a integridade dos ossos e dentes

O magnésio é um dos minerais mais importantes para a saúde óssea e dentária, uma vez que ele promove a fixação do cálcio nos ossos e dentes.

Diante disso, a deficiência de magnésio no organismo pode resultar na perda de massa óssea e dentária.

Além disso, o mineral exerce uma função significativa na regulação de hormônios que ativam a vitamina D, que é essencial para a melhor absorção de cálcio no intestino.

Portanto, a falta de magnésio também pode levar à deficiência de cálcio, aumentando consideravelmente as chances de osteoporose.

Regula os níveis de açúcar no sangue

O magnésio tem influência direta na sensibilidade das células à insulina, hormônio que regula o metabolismo da glicose (açúcar), facilitando que as células a utilizem como fonte de energia.

Então, quando há falta de magnésio no corpo, as células podem ficar menos sensíveis à insulina, resultando em níveis elevados de açúcar no sangue, que pode acarretar em pré-diabetes ou diabetes.

Sendo assim, o magnésio é um dos principais nutrientes responsáveis pela regulação do açúcar no sangue,

Isso o torna eficaz tanto para o tratamento de pessoas com diabetes como para reduzir os riscos de desenvolver a doença.

Promove a saúde cardiovascular

Além de controlar a pressão arterial, o magnésio regula o ritmo cardíaco e combate a calcificação das artérias.

Esses benefícios contribuem para a prevenção de complicações cardiovasculares, como AVC (Acidente Vascular Cerebral), trombose, infarto e arritmias.

Preserva as funções cerebrais

Por exercer propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, o magnésio é importante para a proteção do cérebro contra danos oxidativos e inflamação, fatores associados a distúrbios mentais e cognitivos.

Diante disso, níveis adequados de magnésio no organismo estão relacionados a uma melhor saúde mental, promovendo maior estabilidade emocional e bem-estar psicológico.

Previne e ajuda no tratamento da depressão e ansiedade

Além de proteger a saúde cerebral, o magnésio atua na produção de hormônios e neurotransmissores, sendo um precursor importante da serotonina, responsável pela sensação de felicidade e bem-estar.

Por consequência, o mineral é importante para prevenir ansiedade, depressão e estresse, sendo também eficaz no tratamento dessas doenças.

Promove a boa qualidade do sono

Por participar do processo de síntese de melatonina, uma das diversas funções do magnésio é regular o ciclo do sono.

Além disso, o mineral possui funções relaxantes que auxiliam na redução do estresse e da ansiedade, promovendo um sono mais profundo e reparador.

Regula as funções musculares

Ao atuar ativamente no processo de contração muscular, junto com o cálcio, o magnésio combate as câimbras e promove o funcionamento adequado dos músculos.

Além disso, o mineral favorece a recuperação muscular, contribuindo para a melhoria do desempenho físico.

Por isso, o magnésio é considerado um componente valioso para atletas e para aqueles que buscam manter um estilo de vida ativo.

Importante para a saúde gastrointestinal

Além de regular o trânsito intestinal, prevenindo problemas como prisão de ventre, má digestão e excesso de gases, o magnésio é um cofator de diversas enzimas digestivas.

Dessa forma, ele preserva a saúde gastrointestinal e facilita a absorção adequada de nutrientes.

falta de magnésio sintomas

O que provoca a falta de magnésio?

De modo geral, uma das principais causas da falta de magnésio é o consumo insuficiente por meio da alimentação.

No entanto, em alguns casos, mesmo com a ingestão adequada, a deficiência pode ocorrer devido a alterações intestinais que resultam na má absorção do nutriente.

Já em outros casos, a falta de magnésio pode acontecer por uma excreção exagerada do mineral pelos rins e/ou intestino.

Além disso, outros fatores associados a hipomagnesemia são:

  • diarreia prolongada;
  • consumo excessivo de bebidas alcóolicas;
  • uso crônico de medicamentos antiácidos, como pantoprazol e omeprazol;
  • alterações na tireoide;
  • uso prolongado de diuréticos.

Qual o problema de ficar com falta de magnésio?

Como vimos acima, o magnésio é um mineral essencial para o bom funcionamento de diversos órgãos do nosso corpo.

Portanto, podemos dizer que ele é um dos principais responsáveis pela sobrevivência humana.

Em linhas gerais, se manter com falta de magnésio a longo prazo pode resultar em uma deficiência severa, provocando sintomas como convulsões, insuficiência cardíaca grave, pré-eclâmpsia na gravidez, infarto e até a morte.

O que fazer se tiver com falta de magnésio?

A falta de magnésio é tratada principalmente com suplementação. Uma vez que, na deficiência, é difícil repor os estoques apenas com a alimentação. Mas, é necessário também aumentar o consumo de alimentos fontes do mineral.

Em casos mais severos, pode ser preciso até mesmo a administração de magnésio via muscular ou venosa para um resultado mais rápido.

Além disso, na maioria dos casos, a falta de magnésio vem acompanhada de outras deficiências nutricionais, como cálcio, potássio e vitamina D.

Portanto, é comum que o médico ou nutricionista busque um tratamento que corrija todas essas carências e não apenas do magnésio.

Gostou deste artigo? Por que não continua com a gente pra ter acesso a ainda mais dicas sobre saúde, nutrição e bem-estar? Siga a gente agora mesmo no Instagram!

Quer saber mais?

falta de magnésio sintomas

Referências

BARBAGALLO, M.; VERONESE, N.; DOMINGUEZ, L. J. Magnesium in Aging, Health and Diseases. Nutrients. v. 13, n. 463, p. 1-20, 2021.

CASE, D. R. et al. Synthesis and Chemical and Biological Evaluation of a Glycine Tripeptide Chelate of Magnesium. Molecules. v. 26, n. 2419, p. 1-14, 2021.

FIORENTINI, D. et al. Magnesium: Biochemistry, Nutrition, Detection, and Social Impact of Diseases Linked to Its Deficiency. Nutrients. v. 13, n. 1136, p. 1-44, 2021.

UBERTI, F. et al. Study of Magnesium Formulations on Intestinal Cells to Influence Myometrium Cell Relaxation. Nutrients. v. 12, n. 573, p. 1-22, 2020.

Avalie este post

Nutricionista pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e pós graduada em Comportamento Alimentar pelo Instituto de Pesquisas, Ensino e Gestão em Saúde (IPGS).

Experiência acadêmica em pesquisa científica e produção de conteúdos com embasamento científico. Trabalha com marketing de conteúdo, com foco na divulgação de informação de qualidade baseada em ciência sobre alimentação e suplementação.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + catorze =


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.