Colágeno natural

Muitos alimentos possuem características ou compostos bioativos que oferecem benefícios à saúde. O
colágeno natural, é o presente em nosso corpo.

Que se trata de uma proteína do tipo fibrosa, encontrada principalmente nos tecidos conjuntivos (cartilagem e ossos por exemplo). Sua principal função é fornecer resistência e elasticidade aos tecidos. 

Além de ser uma proteína presente no nosso corpo, também pode ser encontrada em alimentos, tanto de origem animal quanto vegetal. E essa proteína é associado a melhor firmeza da pele, proteção para as articulações, auxilio no tratamento contra a osteoporose, prevenção ao envelhecimento e proteção contra úlcera gástrica.

 

Alimentos fontes de colágeno natural

Existem vários alimentos fontes de colágeno, os principais são: gelatina, carnes, ovos, soja e gelatina por exemplo. O colágeno costuma ser incorporado a alguns alimentos pela indústria para fornecer características de firmeza e consistência gelatinosa.

Porém quando ingerimos esses alimentos, o colágeno presente neles é quebrado em compostos diferentes ao colágeno, formando proteínas inespecíficas. E no final, acaba não sendo o colágeno específico presente no nosso organismo, podendo desempenhar outras funções no organismo e não promover os benefícios mencionados como a melhora de aspectos da pele, unhas, cabelo e articulações.

Mas de todo modo, o consumo de alimentos ricos em colágeno é indicado para todos que procuram por uma alimentação saudável. Por ser uma proteína, ajuda na manutenção da massa magra e oferece saciedade, podendo ajudar no processo de emagrecimento e recuperação de processos cirúrgicos. 

Ou seja, o colágeno consumido pela alimentação resulta nos mesmos benefícios de todas as proteínas presentes na dieta, não atribuindo a eles características “funcionais” já que o colágeno presente nos alimentos não trás resultados específicos. 

Suplementação de colágeno

Existem diferentes tipos de colágeno, os principais são os colágenos considerados:

  • Suplementos não específicos (hidrolisado)
  • Suplementos Específicos (peptídeos bioativos). 

A queda na produção endógena (própria do corpo) de colágeno começa geralmente aos 25 anos, diminuindo cerca de 1% da concentração a cada ano que passa. Nessa idade, se tiver uma alimentação balanceada, adequada em proteínas, ainda não é necessário a suplementação.

Por outro lado, se houver abuso de exposição solar, consumo em execsso de carboidratos, bebidas alcoólicas, cigarro e estresse,  é a hora de considerar a suplementação para prevenir os sintomas do envelhecimento, que consistem em unhas e cabelos mais frágeis, rugas e estrias na pele, perda de massa magra, enfraquecimento dos ossos e articulações.

A suplementação também pode ser indicada sem precisar considerar a idade para pessoas que praticam atividade física intensa ou com frequência, com a finalidade de evitar o desgaste das articulações. Além disso, pode ser um ótimo aliado no processo de regeneração e cicatrização de lesões causadas por fraturas ou pós cirurgias.

Dose recomendada de colágeno

Agora que você entendeu que suplementos de colágeno não são todos iguais, saiba que as doses recomendadas para cada tipo de suplemento também são diferentes. O ideal é consultar um profissional da saúde para avaliar o melhor tipo de colágeno para o seu objetivo e seguir a recomendação da porção sugerida no rótulo do suplemento escolhido.

Na maioria dos suplementos a recomendação diária sugerida é:

  • 2,5 g para o Colágeno hidrolisado específico Verisol®.
  • 10 g para os Colágenos hidrolisado não específico e para os específico do tipo 2.
  • 15 g para o Colágeno hidrolisado específico Bodybalance®.

Os suplementos podem se apresentar em comprimidos quando dose indicada é baixa (até 3 g) ou em pó (>3g), e são armazenados em sachês ou em um pote com medidor.

Colágeno Hidrolisado de peptídeos bioativos

Esse é o único colágeno com ação para a pele com comprovação científica de resultados após 8 semanas de uso consumindo 2.5g por dia. O colágeno Verisol é o mais indicado por médicos e nutricionistas para combater o envelhecimento da pele e fortalecimento das unhas.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar o melhor colágeno para a pele?

Referências:

SILVA, Tatiane Ferreira da; PENNA, Ana Lúcia Barretto. Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais. Revista do Instituto Adolfo Lutz, p. 530-539, 2012.