5 dicas sobre como melhorar a alimentação

| | ,

As pessoas que buscam melhorar a saúde já sabem que é essencial investir em uma boa alimentação e tornar a prática de exercícios uma atividade frequente na rotina.

Com um dia a dia cada vez mais atribulado, no qual se abre mão de comer produtos mais saudáveis e de realizar atividades físicas, é comum perceber que alguns desconfortos podem começar a surgir.

O aumento de peso, a falta de condicionamento físico e a alteração de exames de rotina podem comprovar os malefícios de uma vida sedentária e do consumo de alimentos industrializados e muito calóricos.

Se você já percebeu a importância de investir mais na sua saúde, certamente já está buscando por um personal trainer particular ou mesmo por uma academia próxima da sua residência, de modo a começar o quanto antes a praticar esportes.

Você também deve aliar sua prática de exercícios com a ingestão de alimentos mais saudáveis, fazendo com que os seus resultados sejam potencializados.

Afinal, se você já tentou começar alguma atividade física, mas não se preocupou em alterar os seus hábitos alimentares, provavelmente você não atingiu bons resultados.

Isso porque tudo aquilo que se consome deve ser selecionado de acordo com os objetivos da sua dieta, para que seja possível perceber as diferenças de se investir em produtos adequados para o consumo diário.

Por isso, se você quer conhecer cinco dicas que podem ajudá-lo na jornada de mudar a sua alimentação, melhorando o seu condicionamento e promovendo maior bem-estar, siga na leitura deste artigo para entender mais sobre o tema.

A importância de uma alimentação saudável

Se você possui uma rotina bastante corrida, em que o seu trabalho exige muito do seu tempo e você acaba recorrendo aos alimentos prontos e industrializados, certamente já percebeu os efeitos negativos no seu corpo e, em especial, na balança.

Não à toa, muitas empresas hoje estão desbravando o comércio de comidas saudáveis, no qual é possível encontrar pratos balanceados e pouco calóricos, que podem fazer a diferença na alimentação dos clientes.

Para isso, elas investem em um cardápio montado por uma nutricionista particular, que planeja uma boa variedade na alimentação para que o paladar não seja prejudicado, fazendo com que os consumidores se mantenham firme no propósito de emagrecer.

Isso quer dizer que não é mais preciso se apoiar na desculpa de que você não consegue preparar uma boa refeição durante a semana e acabar recorrendo aos produtos que podem prejudicar a sua saúde.

Essa certamente vai ser uma opção bastante válida para que as pessoas busquem por soluções práticas no seu dia a dia, como um modo de consumir os alimentos de modo mais saudável e balanceado.

Mesmo que você decida preparar a sua própria comida, você pode seguir as dicas que serão abordadas nos próximos tópicos, auxiliando na distinção do que se deve consumir e daquilo que não fará bem ao seu organismo.

Dica 01: Agende uma consulta

O melhor meio de iniciar uma mudança alimentar é agendando uma consulta com um profissional especializado, tal como um nutrólogo para emagrecer ou uma nutricionista.

Na consulta, você poderá explicar ao médico sobre a sua rotina e sobre aquilo que você consome, de modo que ele montará um cardápio personalizado, levando em consideração as suas características individuais.

É muito provável que você saia do consultório com uma indicação para iniciar também uma atividade física de modo regular, fazendo com que os seus resultados sejam potencializados.

Hoje também é possível encontrar uma academia com nutricionista próxima de você, que pode fornecer o suporte para que você alinhe a sua dieta com a prática dos exercícios.

Esse é um modo de garantir que você tenha acesso a uma opinião profissional, que pode fornecer um cardápio adaptado para o seu estilo de vida.

Além disso, é essencial que você realize o acompanhamento médico, se necessário, para que ele possa avaliar as etapas do seu processo de emagrecimento e de retomada de uma alimentação mais saudável.

Dica 02: Conheça mais sobre os alimentos

É muito provável que você já entenda um pouco sobre os alimentos em geral, sabendo que eles são classificados em grupos. Entre eles, podemos elencar:

  • As proteínas;
  • Os carboidratos;
  • Os lipídios;
  • As vitaminas e minerais.

Como é sabido, as proteínas envolvem todos os tipos de carnes, sendo elas as vermelhas, as aves e também os peixes, além dos ovos.

Normalmente, um nutricionista para atletas indica que o consumo de proteínas seja preferencial em uma dieta para esportistas, já que elas são consideradas alimentos construtores.

Os carboidratos devem ser consumidos com moderação, levando em consideração que existem as opções boas e ruins.

Isso porque eles são compostos em sua maioria por açúcar e, apesar de fornecerem bastante energia para o corpo, eles devem ter uma quantidade diária de consumo pré-estabelecida. 

Geralmente, o carboidrato é encontrado em alimentos como pães, macarrão, arroz, farinhas, etc.

Os lipídios são os alimentos que chamamos de gorduras, sendo as principais: o azeite, manteiga, óleo, entre outros. 

De modo geral, eles são indicados para promover a saciedade, além de protegerem o organismo, ajudando na construção de hormônios.

As vitaminas e minerais são elementos de grande importância, indicados de maneira especial por endocrinologista esportivo para que se esteja sempre em dia com esses elementos essenciais para o corpo humano.

Assim como ter vitaminas e minerais em pouca quantidade pode ser um problema para o organismo, o excesso desses nutrientes também pode ser prejudicial.

Por isso, é de grande importância montar um cardápio balanceado, de modo a consumir a quantidade adequada de cada grupo alimentar diariamente.

Dica 03: Realize exames e suplemente o que for preciso

Normalmente, os médicos pedem que você realize exames de rotina para medir as taxas de diferentes substâncias no seu organismo.

Isso é essencial para guiar a montagem do seu cardápio, sendo indicado até alguns suplementos extras, se for necessário.

Se você deseja implementar hábitos saudáveis na sua casa, é importante que toda a sua família realize esses exames para verificar a saúde de todos.

Para isso, separe um dia da semana e compareça ao laboratório seguindo as indicações para os exames que você vai realizar.

Além disso, você pode agendá-los para os seus filhos em um laboratório para análise clínica infantil, que são as unidades especializadas para o atendimento de crianças.

Dica 04: Beba bastante água

Se você quer manter uma vida mais saudável, é indicado que você consuma bastante água durante o dia.

Além de se manter hidratado, o consumo também pode ajudar na digestão e controlar a sua temperatura corporal.

Beber água também auxilia o seu corpo na eliminação de toxinas e faz com que o seu organismo funcione de maneira mais adequada.

Apesar da grande maioria das pessoas ter como base a ingestão diária de dois litros por dia, esse número é apenas uma média.

Isso porque a quantidade deve variar de acordo com as proporções do seu corpo, levando em consideração o seu peso e altura, por exemplo.

Dica 05: Alie a alimentação saudável com a prática de exercícios diária

Uma alimentação mais saudável vai trazer benefícios para o seu corpo, mas, como mencionado anteriormente, você deve praticar atividades diárias para se manter mais ativo.

Isso porque o sedentarismo pode ser um problema para muitas pessoas, ocasionando dificuldades com o aumento de peso, dores nas costas e musculares, além de prejudicar o seu condicionamento físico.

Para iniciar, você pode optar por modalidades variadas, de acordo com aquelas que mais atraem você.

O pilates funcional é um exemplo disso. Muitas pessoas colhem o benefício da prática dos exercícios, melhorando a postura, aliviando dores em diferentes partes do corpo e até mesmo emagrecendo gradativamente.

Outras possibilidades são recorrer aos exercícios de musculação, frequentar aulas de natação ou hidroginástica, investir no aprendizado de danças, ou qualquer alternativa que seja do seu interesse.

O essencial é que cada pessoa procure e inicie o tipo de atividade física que mais a agrade, de modo que seja um estímulo comparecer às aulas, alcançando resultados a curto, médio e longo prazo.

Isso porque os exercícios físicos vão promovendo benefícios que podem ser percebidos de forma natural, melhorando o condicionamento dos alunos, permitindo o controle do peso e ajudando cada pessoa a adquirir diferentes habilidades.

Nesse sentido, é essencial que tantos os adultos quanto as crianças mantenham o hábito de praticar algum tipo de exercício frequentemente para que a sua saúde seja favorecida.

Ao aliar uma alimentação balanceada, onde cada grupo alimentar vai fornecer os nutrientes de que o corpo precisa, a um tipo de atividade física, você vai sentir os efeitos de uma vida mais saudável, como também terá mais bem-estar em todas as suas tarefas diárias.

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar um suplemento de colágeno de altíssima qualidade específico para as articulações e cartilagens?

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 
Anterior

Como tratar os cabelos fracos? | As melhores dicas

Colágeno | Como e quando você deve tomar

Próximo

Deixe um comentário