Qual a diferença entre colágeno hidrolisado e não hidrolisado

| | , ,

Você já ouviu falar em colágeno hidrolisado e não hidrolisado? Consegue entender qual a diferença entre o colágeno hidrolisado e não hidrolisado? Como comprar? Eles oferecem os mesmos resultados? São muitas as perguntas que cercam esses dois suplementos justamente pela falta de informação que ainda existe sobre o assunto.

Alguns insistem em falar que apenas o hidrolisado é bom, que é a melhor opção, mas não é bem assim que a “coisa” funciona.

Confira abaixo um pouco sobre o assunto e as respostas para essas e outras perguntas!

O que é colágeno?

Bom, primeiro precisamos entender o que é colágeno. Muita gente sabe que é uma proteína que ajuda a deixar a pele mais jovem. A gente vai fabricando cada vez menos dele a partir dos 30 anos e é por isso também que a pele fica com aspecto envelhecido.

Existem diversos tipos de colágeno e ele pode ser encontrado em várias partes do nosso corpo. Nas articulações, cartilagens, ossos…em todas essas partes encontramos a proteína. 

Na pele também, é claro, e muita gente consome o suplemento pensando justamente em retardar essa perda da substância e manter a pele mais jovem por mais tempo.

Diferença entre colágeno hidrolisado e não hidrolisado

Colágeno hidrolisado

É o tipo I, na maioria das vezes, encontrado em 90% da composição corporal e recebe esse nome porque passa por um processo chamado hidrólise antes de se tornar um suplemento.

O laboratório coleta o colágeno da cartilagem e do osso bovino e realiza esse procedimento. Nele, a cadeia de proteína que forma o colágeno se desfaz, se transformando em cadeias menores.

Por conta disso, ele consegue ser absorvido mais facilmente pelo organismo. Por isso, muita gente acredita que é a melhor opção.

Mas a verdade é que cada tipo de colágeno é indicado para uma situação específica. Neste caso, o colágeno tipo I hidrolisado é indicado para melhorar a saúde da pele, cabelos, unhas e dentes.

Colágeno não hidrolisado

É, normalmente, o colágeno tipo II e que mantém a sua estrutura intacta. Isso quer dizer que no colágeno não hidrolisado não há quebra da cadeia de proteína. 

Assim, o suplemento é formado de colágeno puro e tem como principal função ajudar em problemas como artrose ou artrite. Essas condições ocorrem quando há um desgaste articular ou algum tipo de lesão provocando um processo inflamatório.

Portanto, se você tem algum desses problemas, o colágeno tipo 2 é a sua melhor opção.

Qual é a melhor opção?

Como você pode perceber não há uma opção melhor que a outra, mas sim um tipo de colágeno para cada necessidade.

O colágeno hidrolisado é mais difundido e tem a fama de ser o melhor porque é o mais utilizado no meio estético. É o que mais as pessoas utilizam por ser o tipo I e não necessariamente por ser hidrolisado.

É bom lembrar que qualquer tipo de colágeno pode ser hidrolisado ou não. Tudo depende de como é o processo de fabricação: se é ou não por hidrólise.

Agora que você já sabe qual a principal diferença entre o colágeno hidrolisado e não hidrolisado, confira 3 dicas de como obter o melhor resultado ao fazer uso dessa substância!

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar o melhor colágeno para a pele?

 
Anterior

Ômega 3 para o cabelo: como esse óleo pode ajudar?

Entenda a influência da vitamina D na saúde bucal

Próximo

Deixe um comentário