Pra você estar procurando se pé de galinha tem colágeno ou se a gelatina tem colágeno é porque você sabe do poder do colágeno, não é?

Nos últimos anos o colágeno se mostrou eficiente tanto para questões estéticas quanto de saúde. Por exemplo, o colágeno tipo 1 é relacionado a melhora da aparência da pele, deixando mais hidratada, suaviza as rugas e ainda melhora a celulite além de fortalecer os cabelos e as unhas. 

Enquanto o colágeno tipo 2 é utilizado como um dos tratamentos para combater as dores nas articulações e prevenir o desgaste natural da região com o avanço da idade, ou, quando causado pelo forte impacto de exercícios.

Mas quais são os alimentos ricos em colágeno? Qual é melhor, alimento ou suplemento? Pé de galinha tem colágeno? gelatina? vou conseguir os benefícios assim?

Fomos atrás dessas respostas para te ajudar a alcançar os melhores resultados para a beleza e saúde da sua pele e articulações!

Pé de galinha tem colágeno?

Pé de galinha tem colágeno mas não vai te trazer os benefícios para a pele e articulações que você espera. Realmente, alimentos de origem animal, são ricos em colágeno. Mas o grande ponto é, esse colágeno não vai ser aproveitado pelo nosso corpo.

O colágeno presente em alimentos, se assemelha ao que temos naturalmente no nosso organismo. Porém, quando consumimos o colágeno em alimentos, o processo de digestão acaba “quebrando a proteína de colágeno ” e essa quebra, torna o que era antes uma proteína de colágeno, em proteínas menores e diferentes do colágeno original.

Esse processo de digestão do colágeno, acaba resultando em outras proteínas sem ação específica, que não vão trazer benefícios específicos. Mas se sua intenção é consumir o pé de galinha para aumentar a quantidade de proteínas da sua dieta, é uma boa ideia! 

Gelatina tem colágeno?

A gelatina é a mesma questão do pé de galinha, não vai trazer os benefícios específicos para a pele, cartilagens e articulações. Apesar de até ter colágeno, diferente do pé de galinha que é um alimento natural, a gelatina merece atenção.

Merece atenção pois é considerado um alimento industrializado, o qual costuma ser adicionado diversos aditivos químicos e açúcar. Então, se você gosta de consumir gelatina, independente dele trazer benefícios para a sua pele ou não, só faça uma boa escolha.

Prefira uma gelatina que não tenha adição de açúcar nem aditivos, essas informações você consegue na tabela nutricional da gelatina e na lista de ingredientes.

Apesar da gelatina não ser específica para os benefícios do colágeno, a gelatina pode ser uma boa fonte de proteína para lanches intermediários, pois uma porção pode chegar a 10 g de proteínas.

Quantidades adequadas de proteínas, diariamente, ajuda na manutenção da massa muscular, proporcionando aquela aparência mais firme na pele.  😉 

Qual colágeno serve para a pele?

Como agora você sabe que os alimentos, apesar de serem alimentos ricos em colágeno, não irão trazer benefícios específicos, você deve estar se perguntando, então como consumir colágeno para a pele? não é?

Então, a pouco mais de 5 anos, foi desenvolvimento uma tecnologia, que conseguiu quebrar o colágeno na menor partícula de colágeno possível, sem perder a sua especificidade. Esse colágeno, específico para a pele, é o colágeno Verisol.

O Verisol é formado por 95% de peptídeos bioativos de colágeno hidrolisado tipo 1, e os outros 5% composto de colágeno tipo 3.

Esses dois colágenos são os colágenos, tipo 1 e 3, encontrados naturalmente na nossa pele, devido o suplemento ser um peptídeo, vai conseguir agir diretamente nessa região e trazer todos os benefícios para a pele. 

Agora se o objetivo é cuidar das articulações, o suplemento é outro, você deve procurar por um suplemento de proteína não desnaturada tipo 2.

Esse tipo de colágeno também vai ter ação específica, e sua melhor composição é de “peptídeo bioativo de colágeno tipo 1 + proteína não desnaturada de colágeno tipo 2” porque só assim vai ser um suplemento fonte de proteína. 

Se você optar por um colágeno tipo 2 em comprimidos, você não vai ter a porção de proteínas que teria em um suplemento com essa composição ideal que mencionamos. Mas caso seu consumo de proteínas esteja adequado, você pode optar por essa outra forma de suplementar a proteína não desnaturada de colágeno tipo 2. 

Mas por favor, não deixe de consumir esses alimentos se é um hábito seu, como mencionamos, são alimentos fontes de proteína e considerados saudáveis para a saúde (apenas saber escolher a gelatina).

Mas para os benefícios, busque por suplementos de colágeno. Pois esses sim vão trazer todos os benefícios, e isso quem fala não somos nós, são vários estudos científicos com esses suplementos mostrando seus resultados. 

Gostou? Ficou com dúvidas? Quer ver esses artigos? Deixe seu comentário aqui no final do post que nós vamos adorar conversar com você e te ajudar!

Quer saber mais?

Que tal um desconto especial para experimentar o melhor colágeno para a pele?