Cativar pacientes e atrair novos pode ser um desafio para muitos profissionais. Seguir a dieta é o principal compromisso assumido entre nutricionistas e seus pacientes, por isso o segredo principal para o sucesso dos tratamentos é investir em estratégias boas e versáteis.

Confira neste post 7 dicas valiosas que podem impulsionar as visitas em seus consultórios e garantir os resultados esperados.

1. Mantenha o foco no paciente

É imprescindível manter o foco totalmente direcionado para as descrições e dificuldades apresentadas pelos pacientes. As informações são fundamentais para uma anamnese nutricional completa e podem se tornar determinantes não só para o início como para o tratamento inteiro. 

Uma dica importante é ter curiosidade sobre as principais dificuldades, horários e incômodos de cada indivíduo. Ajudar o paciente a vencer os maus hábitos alimentares é decisivo para o cumprimento da dieta. Os dados relevantes devem ser utilizados a favor da fidelização e montagem do plano alimentar diário.

2. Estabeleça metas realistas

As metas não devem ser o único objetivo, mas são importantes para identificar a eficácia das estratégias postas em prática. Por meio delas, será possível saber quais mudanças devem ser realizadas para seguir a dieta e se aproximar cada dia mais dos resultados esperados.

As metas devem ser realistas e de acordo com qualidade de vida.

3. Elabore um cardápio equilibrado

Os cardápios devem ser completos e composto de nutrientes para assegurar saúde e de acordo com o objetivo de cada paciente. O tratamento evolui com as mudanças que o indivíduo faz no dia a dia e esse cardápio pode passar por ajustes periodicamente.

4. Mostre-se disponível

Os nutricionistas devem mostrar os riscos que as dietas radicais podem proporcionar ao bem-estar do paciente. Os resultados rápidos muitas vezes não são efetivos e seguros, por isso as conversas dentro do consultório devem ser voltadas para acordos e esclarecimento de dúvidas.

Porém, questionamentos podem surgir a qualquer momento e muitos pacientes ficam intimidados em fazer perguntas fora das consultas. O ideal é se mostrar disponível. As redes sociais e tecnologia de um modo geral podem ser utilizadas a favor. Na consulta inicial, apresente os meios de comunicação e demonstre receptividade sempre que possível, assim as dúvidas não caem no esquecimento ou são adiadas para o próximo encontro.

5. Comemore cada vitória com ele

Mesmo que os resultados não sejam os pré-determinados, tente comemorar cada vitória de seu paciente. O reconhecimento é tido como um combustível para seguir a dieta e um incentivo para que ele se mantenha firme em seu propósito.

Quando as metas não forem conquistadas, tente realizar ajustes e mostrar os aspectos positivos para garantir a continuidade do tratamento.

6. Estimule uma mudança de estilo de vida

Converse e conscientize os pacientes de que as mudanças na alimentação não só devem ser postas em prática para as alterações físicas (como redução de medidas), mas principalmente para garantir uma melhora na qualidade de vida e saúde. 

É necessário reforçar que essas mudanças devem ser praticadas não só durante o tratamento, mas sempre, transformando assim o estilo de vida do paciente. Quando os resultados são visíveis, a motivação é mais fácil de ser garantida.

7. Incentive o paciente a cozinhar

Para assegurar alimentos saudáveis e naturais na dieta de seus pacientes, proponha que eles mesmo cozinhem. “Colocar a mão na massa” pode ser um estímulo extra para cada um saber o que realmente está consumindo, tendo mais consciência dos nutrientes contidos em suas dietas.

O incentivo pode ajudar a seguir a dieta e o faz perceber que cozinhar não é uma tarefa tão difícil, além de ser um meio de contribuir para o planejamento das refeições.

Com essas estratégias, ficará mais fácil fazer o paciente realmente se engajar no plano nutricional recomendado. Ele verá resultados e ficará satisfeito com o tratamento!